22 abril 2016

ZERAR IDENTIDADE - RESET ME

Começar do zero...
Recomeços são coisa assustadora, páginas em branco seguidas de páginas viradas, estão dentro do mesmo livro, da mesma vida embora por vezes facilitasse nascer de novo. É difícil, com certeza que é difícil ainda que só se torne problemático quando perspetivado como impossível. Costumo afirmar que tudo tem solução, menos a morte, porém atualmente percebo que muitas mortes em vida são necessárias para de facto aprendermos a viver pleno. Palmilhamos os primeiros ciclos edificando uma identidade social, culturalmente aceite. Anos e anos dedicados a Ser quem somos! A determinada altura chegamos ao que parece o fim da estrada, com a insatisfação na bagagem nem percebemos bem qual o maior peso, o Eu ou o desânimo. Por momentos não seria mal pensado ser outra pessoa, noutro lugar... 

Muitos conseguem ser pontualmente outra pessoa, noutro lugar, talvez uma identidade mais verdadeira escondida por trás da máscara estática que fomos obrigados a adotar. Representar um papel, evadir-se numa fantasia, libertar-se numa aventura... pontualmente... e pontualmente é-lhes permitido zerar identidade. Bom mas não, não me apago!, gosto sempre de voltar à segurança daquilo que me construí, daquilo que me previ e é conhecido. Muito mais fácil ser-se mecânico, deslizar a vida sobre os carris do hábito mesmo que o trajeto e o horizonte permaneçam imutáveis.

Os crentes em reencarnação poderão sempre dizer, por esta vida está feito, venha outra tentativa de evolução. Esquecem-se porém da desmemoriação a que estão sujeitos: como saber se estão ou não repetindo vidas e vidas em movimento perpétuo, afinal há apenas uma coisa que mesmo inconsciente não se esquece e isso é o hábito. Que cansativo! para a alma e para os "deuses". Acontece que quando não tomamos as rédeas da nossa vida, o jogo altera-se inesperadamente, surge a necessidade de alterar os peões, as regras, a estratégia, caso contrário esta será mais uma vida descartável onde a evolução foi pouca ou nenhuma. Nestas ocasiões não é de estranhar um despedimento, um divorcio, uma doença grave, uma perda material significativa...

Uiiii sentimo-nos tão vitimas do destino! Verdade que aquela profissão, aquele casamento, aquele estilo de vida já não fazia sentido mas era aquela a minha identidade, aquilo que eu conhecia e dominava, agora... agora sinto-me NADA. Sempre tive medo deste Nada, sempre tive medo de Recomeçar do Zero... A primeira reação é de desnorteamento, é como ser deixado no Espaço profundo sem sentir a força da gravidade. Ser empurrado para o abismo desconhecido. Desabituado desta liberdade? Sem dúvida! Mas é nesse ponto zero que reside o teu ponto de mutação, onde não há nada, tudo é possível, um vazio potencialmente infinito de criação. Precisas que alguém puxe o teu tapete? Precisas que aliviem a tua bagagem? Então espera aí sentado, adormecido, por uma oportunidade para que alguém tenha a coragem de escolher por ti.

Ilustração de Vladimir Kush, o surrealista do realismo de metamorfose.
Linda demais a sua obra!


22 março 2016

MASSAGEM DE SOM COM TAÇAS TIBETANAS



Queridas(os) amigas(os),
ao fim de longa ausência a intuição instigou-me a regressar ao blog e compartilhar a minha evolução com todos vós.Nunca esqueci por completo este maravilhoso espaço de partilha assim como tudo o que experienciamos em grupo mas precisei navegar por outros mares em busca de horizontes alargados.
Em resumo venho dizer-vos que alterei significativamente a minha vida no último ano embora esteja ainda em transição da antiga profissão para o novo projecto: Massagista holística.
Desenvolvi um método próprio de massagem, integrando os vários cursos que frequentei, surgindo assim uma massagem terapêutica com componente maioritária de som, através das taças tibetanas, acrescida de massagem manual, com óleos medicinais confeccionados por mim, reiki e posturas de yoga. Aquando dos tratamentos também uso a fitoterapia, cromoterapia, aromaterapia, cataplasmas, compressas, inalações, conselhos nutricionais...
Trabalho já em 3 espaços, está a correr muito bem sendo super gratificante contribuir para a saúde de quem me procura.
A massagem é uma terapia natural que conduz ao relaxamento muscular, à descompressão, à criatividade para recriar a vida. Limpa, dissolvendo bloqueios que impedem o fluir da energia vital. Muito apropriado tanto a casos de irritabilidade e ansiedade assim como a casos depressivos e de falta de vitalidade (é adaptável). Solta tensões ajudando o sistema imunitário a exercer o seu papel com eficiência porque na verdade o corpo sabe reequilibrar-se a si mesmo desde que sejam dadas as condições ideais.
O cantar das taças ressoa pelo organismo afinando-o como se estivesse a afinar um instrumento, transforma a vibração corporal caótica em ordem. Soluciona todo o tipo de problemas físicos, alivia a dor, clarifica a mente, tranquiliza emoções. Excelentes resultados a nível de normalização dos padrões de sono.
Podem encontrar-me aqui:
https://www.facebook.com/terapiaselfcare (Oeiras)
http://www.vanessacampelo.com/ (Oeiras)
https://www.facebook.com/Nails.Academy.Oeiras/
Preço de cada massagem: 30 € (duração 60 a 90 minutos)

Terapeuta: Rute Silva

22 agosto 2013

IDIOTA É TER MUITAS IDÉIAS, CERTO? ALTA CRIAVIDADE!

Link: PT; ENG
Competição escolar ou cooperação escolar? Estudar para aprender ou para extinguir os mais fracos?

Concurrence académique ou coopération académique? Étudier pour apprendre ou pour éteindre les plus fragile?

School competition or school cooperation? Study to learn or to extinguish the weakest?

Sobreviver na sociedade e progredir na vida requer aprender a rivalizar? Ou juntos podemos transpor mais limitações? Olhar as probabilidades como infinitas.

Survivre dans la sociétè et progress dans la vie faut apprendre à rivaliser? Ou emsemble nous pouvons surmonter la plupart des limitations? Regarder les probabilités comme infini.

Survive in society and progress in life requires learn to rival? Or together we can overcome most limitations? Look the odds like endless.

A vida não é uma corrida. A vida é um passeio agradável. Desfrute e contemple o seu significado.

La vie n´est pas un course. La vie est une agréable voyage. Bénèficie et contemple son sens.

Life is not a race. Life is a nice ride. Enjoy and contemplate its meaning.

22 julho 2013

FOTOCÓPIAS, SOMOS TODOS FOTOCÓPIAS. QUEM É UM ORIGINAL?

Links: PT ; ENG-FR-ESP ; ITL ; GK
Somos padronizados desde o infantário. É difícil promover desapego do padrão "normal" na idade adulta.
Nous sommes normaliseés à partir de la maternelle. C´est difficile promouvoir détachement de la tendence "normal" à l´age adulte.
We are standardized since nursery. It´s hard to promote detachment from "normal" pattern in adulthood.
Precisamos despojarmo-nos das velhas estruturas mentais de autoritarismo. Relacionarmo-nos ao mesmo nível, sem complexo de nem ↓.
Nous devons nous dépouiller de vieilles strutures mentales. Nous connecter au même niveau, sans complexe de ↑ ni ↓.
We need to despoil ouselves from old mental structures. Relate each other at the same level, without complex of ↑ nor ↓.
Disseram-nos que a aprendizagem estava limitada a um período de vida. Dependente de alguém para ensinar. A verdade?
Auto-aprender com prazer durante toda a vida.
Nous ont dit que l´apprentissage étè limitée à une période de la vie. Dépendant de quelqu´un pour enseigner. La verité?
Auto-aprendre avec plaisir au long de tout la vie.
We were told that learning was limited to a life period. Dependent on someone to teach. The truth?
Self-learning with pleasure throughout lifetime.

22 junho 2013

E SE ALGO OU ALGUÉM DE REPENTE O "DESPERTASSE"?

Links: PT-FR-GK-DT ; ENG ; ESP ; ITL

É a hierarquia linear indispensável para transformar caos em ordem, ou a inata hierarquia entrelaçada rege as dinâmicas?

Est la hiérarchie linéaire essentiel pour transformer chaos en ordre, ou la innée hiérarchie enchevêtrée règle les dynamiques?

Is linear hierarchy essencial to transforme chaos into order, or innate tangled hierarchy rules the dynamics?

Uma única viagem "Conhece-te a ti mesmo" até à origem pode desconectar muitos outros do padrão inconsciente coletivo.

Un seul voyage "Connais-toi toi-même" à l´origine peut déconnecter beaucoup autres de l´inconscient collectif modèle.

 One sole voyage "Know Thyself" to origin can disconnect many others from collective unconscious pattern.

Todos procuramos comunicar e purificar através do elemento água. O amor desafia a lei da gravidade atraindo-nos a caminhos misteriosos.

Nous cherchons tous communiquer et purifier à travers l´élément eau. L´amour défie la loi de la gravite attirant nous aux chemins mystérieuse.

We all search to communicate and purify us through the water element.  Love defies the law of gravity attracting us to mysterious paths.



22 maio 2013

O HÁBITO QUE CONDUZ À VIVÊNCIA INCONSCIENTE

Veja o filme completo nestes links (parte 1 e parte 2)

A ilusão é a regra e não a exceção. Diariamente tornamos invisivel uma parte da nossa vida.

illusion est la règle, pas l´exception. Tous le jours nous tournons invisible une partie de notre vie.

The illusion is the rule, not the exception. Daily we turn invisible a part of our life.

Estar consciente exige mais energia que os músculos do atleta de topo. Isso faz-nos abrandar e é cansativo.

Être conscient exige plus d´énergie qui les muscles de l´athlète de haut niveau. Cela nous fait ralentir et est fatigant.

Be conscious demands more energy than the muscles of a top athlete. That slows us down and is tiring.

A consciência evolui com base nas rotinas inconscientes focando apenas o novo. Porém, o padronizado cega-nos para novas ideias, limita-nos.

La conscience évolue basé sur les routines inconscientes en se concentrant seulment sur la nouvelle. Cependant, le standardisée nous aveugler pour nouvelle idées, nous limite.

Consciousness evolves bases on unconscious routines focusing only on the new. However, the standardized blind us to new ideas, limits us.

Instinto, razão ou intuição? Sobrevivência, existência ou transcendência? Qual é a reação mais rápida e confiável?

Instinct, raison ou intuition? Survie, existence ou transcendance? Quel est la réaction plus vite et fiable?

Instinct, reason or intuition? Survival, existence or transcendence? What is the fastest and reliable reaction?

Quase todas as nossas escolhas padrão pertencem ao inconsciente coletivo. De pessoal, de livre arbitrio têm pouquissimo!

La quasi-totallité de nos choix standard appartiennent à l´inconscient collectif. De personnel, de libre arbitre ont très peu.

Almost all of our standard choices belong to the collective unconscious. Of personnel, of free will have very little.


22 abril 2013

O PONTO DE MUTAÇÃO NA JORNADA MENTAL

Veja o filme completo online neste link

"Nenhum homem é uma ilha, sozinho em si mesmo" - Precisamos renunciar a visão separatista.

"Aucun homme n´est une île, un tout, complet en soi" - Nous devons renoncer à lá vision séparatiste.

"No man is an island, entire of itself" - We must renounce the separatist view.

Nenhum homem é uma máquina - Interiorize a visão sistémica - Descarte o paradigma mecanicista.

Aucun homme n´est une machine - Intériorise lá vision systémique - Jette le paradigme mécanistique.

No man is a machine - Internalize the systemic view - Discard the mechanistic paradigm.

Será o pensamento integral quântico, política do impossivel? Liberte-se da lateralidade cartesiana.

Sera la pensée intégrale quantique, politique de l´impossible? Libèrez-vous de la latéralité cartésien.

Is it quantum thinking, politics of the impossible? Free yourself from cartesian laterality.

Não suprima a sua capacidade de sentir, amar, ser compassivo. Funda QI com QE, alcance equilibrio (QS).

Ne pas supprimer la capacité de ressentir, aimer, être compatissant. Fondre QI avec QE, atteignez équilibre (QS).

Do not suppress your ability to feel, love, be compassionate. Merge IQ with EQ, attain equilibrium (SQ).

Unificar a dualidade interior é o ponto de partida para reagregar a divisão exterior.

Unifier la dualité au sein est le point de départ pour réagréger l´extériour division.

Unifying the duality inside is the starting point for reaggregate outside division.

22 março 2013

SOBREVIVER À ARMADILHA DO PROGRESSO

Veja o filme completo online neste link

Porquê? Porquê? Porquê? - Continue sondando por detrás das aparências.

Pourquoi? Pourquoi? Pourquoi? - Continuer à sonder derrière les apparances.

Why? Why? Why? - Keep probing behind appearances.

Escapar da armadilha requer abdicar dos instintos básicos, do desejo incontrolável pelo Poder.

Échapper au piège exige abdiquer des instincts de base, du désir incontrôlable por Puissance.

Escaping the trap requires giving up the basic instincts, the uncontrollable urge for Power.

Ascensão, Queda e Dependência. Assim foi, assim é, assim será sempre.

Ascension, Déclin et Dépendance. C´était comme si, c´est comme ça, ce sera toujours.

Rise, Fall and Dependence. So it was, so it is, so it will be always.

Há qualquer coisa de errado no nosso sistema de valores. Rendemo-nos à cultura materialista!

Il ya quelque choise incorrect dans notre système de valeurs. Nous nous abandonnons à la culture materialiste!

There is something wrong with our value system. We surrender ourselves to materistic culture!

SOLUÇÃO: O Poder do homem sobre si mesmo »» AUTODOMINIO.

SOLUTION: La Puissance de l´homme sur lui-même »» CONTRÔLE DE SOI.

SOLUTION: The Power of man over himself »» SELF-CONTROL

22 fevereiro 2013

MAXIMIZAÇÃO DO LUCRO SOBRE BENS ESSÊNCIAIS

Concidadãos do mundo,
abram bem o olho, apurem o ouvido, desviem o olhar das distrações.
O capitalismo apresenta sinais notórios de preocupação. A crise decretou a redução do consumismo e paralelamente o lucro diminui de forma incontrolável. Os governos carregam nos impostos porque há dividas a pagar e os juros não param de aumentar. E que fazer? Onde ir buscar?
Já o meu pai dizia, se queres investir num negócio seguro dedica-te a satisfazer as necessidades humanas: alimentação, vestuário, habitação... E a evolução proporcionou o aumento dessas necessidades, tudo passou a ser indispensável, o carro, viagem de férias, jantar fora... Tudo passou a ser negócio seguro enquanto havia dinheiro e insatisfação com a simplicidade da vida.
Mas ao virar da esquina, ao virar da curva que não mais pode subir, a depressão económica reduz de novo o âmbito da lucrabilidade. Com que produtos ou serviços é possivel lucrar agora? Poucos, muito poucos. O custo de vida está tão alto que só dá mesmo para comer barato, beber água da torneira e viver numa única assoalhada.
Aí os capitalistas arquitectam soluções engenhosas. Hummm sem água ninguém vive! Sem ar também não, mas ainda não dá para engarrafar e vender (um dia isso será possivel sim, basta ver o filme "Lorax" para ter uma ideia).
Felizmente parte da população do mundo não anda a dormir, preparando-se para pôr travão à ganância de poder e lucro. Chegará o dia em que grande parte das empresas serão associações e cooperativas sem fins lucrativos (utopia minha? talvez) mas enquanto esse dia não chega, temos de agir, tornarmo-nos cidadãos ativos, conscientes que há bens essenciais a proteger.
Este não é um problema unicamente Português. Conforme podem ver no artigo anterior a Europa está unida e se em Portugal, a ILC-Água é de todos deu entrada na Assembleia da República em FEV com 43 mil assinaturas, na Comunidade Europeia, a ECI - European Citizens Iniciative conta já com 1.266.818 assinaturas, esperando chegar em SET aos 2 milhões. Um força coletiva para pressionar a União Europeia a legislar a água como um direito humano reconhecido pelas Nações Unidas. Um bem essêncial de todos e não só de alguns.
O quê! Você ainda não assinou?
Basta aceder ao site http://www.right2water.eu/ clickar em SIGN NOW, rolar a página até ao final, clickar em SUPPORT »», escolher o pais de origem, preencher os dados do cartão de identificação (atenção que tem de preencher todo o nº incluindo as letras no caso do Cartão Cidadão) e SUBMIT»».
Aproveito para divulgar um excelente programa televisivo que também apoia a inicitaiva:

A ILC da Água já deu entrada na AR - projeto de lei 368/XII neste link
pode continuar a angariação de assinaturas para dar mais força coletiva à iniciativa
 

22 janeiro 2013

MENSAGENS OCULTAS DA ÁGUA

Queridos leitores,
venho em mensagem de Ano Novo, utilizando a água como veiculo, falar-vos de amor, unidade e dever humanitário.
Muitos não sabem, mas nossa voz e pensamentos são vibrações emanadas de um epicentro interior para a periferia que nos rodeia. À nossa volta, mesmo quando a sós, existe ar, água, fogo, terra e etér. Esses elementos recebem as vibrações do pensar, sentir, agir, respirar. Estamos em contínua permuta com o meio.
Masaru Emoto, um cientista japonês, descobriu que a água é como uma folha em branco que em contato com vibrações, escreve e reescreve cristais geometricos que podem ser lidos quando é congelada. Uma linguagem sutil aprisionada no estado sólido, no plano da manifestação, facilitando sua perceção (veja o video).
A água tem várias funções. Sem água o ser humano não sobrevive. Beber água é uma necessidade básica de hidratação, mas ela é também usada para limpar e purificar. E sempre se renova, filtrada pela terra, evaporada pelo fogo, devolvida pela humidade do ar, todo o ciclo se repete ao longo de dias, meses, anos, séculos, aeons de tempo.
Em determinada altura neste ciclo, entraram aqueles que se dispuseram a tratar da água. Criaram filtros artificiais, depósitos de armazenamento, aquedutos de distribuição, canalização metálica, depositaram quimicos e taxaram a água. Um direito de todos passou a ser um bem onerado. Bom, mas era compreensivel... Os tratadores da água tinham de ser pagos, afinal estáva implicito um trabalho humano. Hum... hum... Estava indo tudo muito bem (pensavamos nós). Até que no pensamento de alguns começou a vibrar uma intenção densa, materialista, uma sede de mais poder, mais dinheiro, mais controlo. A água sentiu isso. Seus cristais deformaram, enegreceram, em vez de bailarem geometrico, ficaram agitados, desorientados.
Então, a água veio até alguns e segredou-lhes ao ouvido:
Por favor, ajudem-me. Querem privatizar as Águas de Portugal. Querem transferir os direitos da água, do sector público para o sector privado. Querem lucrar com um direito que é de todos!
Aqueles que realmente se importam, logo se pronteficaram em ajudar. Afinal se estamos em democracia é lógico que a voz do povo seja ouvida, precisamos nos organizar em defesa dos direitos da água.
Foi aí que veio à lembrança uma ferramenta de cidadania. Uiii pobre utensilio de defesa, enferrujado, pesado. São precisas 35.000 pessoas para erguerem a Iniciativa e deslocarem-na até ao Parlamento! Trabalho Herculano!! Mas para os fortes de vontade, os 12 trabalhos de Hercules não são mito. A ILC é de fato um direito de cidadania. Os cidadãos podem reunir-se para apresentar uma proposta de lei à assembleia governativa. Portanto, vamos a isso.
Desde que a oportunidade foi criada em 2003, os portugueses apenas conseguiram submeter duas ILCs à aprovação do Governo. Uma delas deu origem à Lei da precariedade, aprovada por unanimidade. Agora, está em conclusão a ILC-A Água é de todos que já atingiu 35.000 assinaturas mas que quantas mais conseguir melhor, para que os governantes percebam a força coletiva. Portanto, se é Portugués, se quer continuar a usufruir da água a um preço público, assine a Iniciativa Legislativa. Aproveite o fato de estar entre familia ou amigos este final de ano e recolha assinaturas.
Juntamente com a ILC da Água, peça que assinem a ILC da Democracia Participativa, que é o quê? A ILC da Democracia Participativa é uma proposta para que esta ferramenta de cidadania se torne menos exigente. Embora todos tenhamos vontade herculana, tudo pode ser facilitado por forma a realmente vivermos a democracia na prática e não só em teoria.
Assim, a ILC-Democracia Participativa propõe à Assembleia da República a diminuição do número minimo de assinaturas de 35.000 para 7.500. Click nos links por baixo das ILCs e informe-se.
Está na hora de deixar de apenas reclamar e arregaçar as mangas, agir, co-criar!
Vamos unir-nos em prol do interesse comum.
Feliz Mundo Novo para todos.
O PublicarPara Partilhar deseja-vos Saúde, Felicidade e Próspera Consciência.
Assista aos testemunhos dos membros da Associação Água Pública Europeia


A ILC da Água já deu entrada na AR - projeto de lei 368/XII neste link
pode continuar a angariação de assinaturas para dar mais força coletiva à inicitaiva

22 dezembro 2012

DIETA DE NEGATIVIDADE NA TEIA AMBIENTAL

imagem m/criação power point
Por vezes pode parecer que me afasto do âmbito desta Teia que nos une mês a mês, mas não, afinal ambiente é tudo o que nos rodeia, é o conjunto de substâncias e circunstâncias em que determinado organismo vivo, objeto ou ação existe e se desenvolve. As trocas constantes com o meio interferem, influênciam, condicionam. É inevitável concluirmos que somos fruto da árvore cósmica da vida, resultado do ambiente em que vivemos.
No mês passado, falei-vos da poluição vibracional relativa à electrónica envolvente, hoje dedico-me a outro tipo de toxicidade oculta, a negatividade circundante. Desde já aconselho a mudarem a dieta. isto porque pessimismo em excesso, engorda! E mesmo que não engorde, danifica-nos por dentro. É corrosivo. A negatividade é também ela um tipo de vibração invisivel, densa, ácida, sugadora de energia vital conduzindo-nos à depressão e ao medo.
Só um "cego" é que não vê, o constante bombardear dos mass media espalhando pânico, raiva, desorientação: jornais, revistas, televisão, filmes apocalíticos, jogos violentos, canalizam mensagens dos planos inferiores, instigando-nos à irracionalidade. Assim seguimos nossos instintos primários, reagimos ao minimo sinal de alarme, sofremos por antecipação entrando, de imediato, em modo de sobrevivência.
Se puderes olhar, vê. Se puderes ver, repara. Não ensaies para ti uma cegueira branca, ilusória que te dá acesso à inconsciência. Pega nas sementes, polariza-as com positividade e semeia-as no coração dos homens. Não sejas também tu um canal da emissora do desalento. Se tens "voz", se gostas de discursar, porque gastas o teu tempo lamentando-te da vida que levas? Porque continuas tocando o mesmo fado repetitivo de há décadas atrás?
Sim, eu sei que o desabafo alivia. O choro também, o grito... Porém não podemos direccionar essa poeira negro-ativa para os outros. Quando nos lamentamos para alguém, direccionamos a fulizem interior para essa pessoa. Pensemos antes de libertar a voz: -Posso fazer algo para mudar a minha situação? Alguém me pode ajudar a mudar, a iluminar? - Então depois, mediante a conclusão que o amigo X pode ajudar, vamos falar com ele. Agora, se apenas queremos alimentar nosso pessimismo, sede de vingança, autopiedade, ódio, revolta... e qualquer esforço de optimismo da outra parte encontra terreno estéril no nosso interior, por favor, amem quem vos ama, poupem quem vos quer bem.
As pessoas têm de estar conscientes e serem responsáveis por tudo o que criam e auxiliam a criar. Podereis afirmar: mas não fui eu que semeei o grão de dor! - Verdade. Mas quem regou? Quem dedicou seu tempo a proliferar os espinhos? Quem se empatizou com a enxurrada, jorro de sujidades em que inocentes mergulhamos de cabeça? Não interessa quem ou como se fez até aqui. Este é um post de reflexão, vamos pensar no agora, momento a momento, alterando hábitos de vida nocivos. Daqui a alguns dias, "pese-se" e vai ver que está mais leve :)
Sintonize-se com a pureza da natureza, ar puro do campo, o canto dos passarinhos. Passeie descalço à beira mar, o sal é ótimo neutralizador de polaridades, neutraliza stress, descarrega negatividade. Se não puder ir à praia, tome banho de imersão na banheira com 500 gr de sal de cozinha. Asseguro-lhe, vai se sentir desintoxicado.
O/Participações que vale a pena conferir:

01 dezembro 2012

SIRVA SAÚDE AO PEQUENO ALMOÇO

"Abre-te sesamum" ao meu conhecimento, mostra-me a virtude que Deus guardou oculta dentro de ti, ó semente. Em ti e em todas as sementes de vida, em todos os reinos, repletas de potencialidade de dar frutos. Deixai vossas propriedades beneficas alimentar nossos filhos. Super alimentos, tesouros depreciados pelo homem que pensa que só o que é grande ao olhar, enche a barriga.
Pequeno almoço à americana? Ovos de galinha e bacon de porco?
Que tal, pequeno almoço à vegetariana? Ovos de plantas e queijo de tofú?
INGREDIENTES:
Café coado - mistura de pó café com café de 5 cereais torrados;
Alecrim fresco para aromatizar o café;
Pão de centeio;
Queijo creme de barrar - Tofu;
Sementes de gergelim (sésamo) torradas;
Sementes de chia torradas.
CONFECÇÃO:
As sementes são levemente torradas numa frigideira anti-aderente, arrefecidas e guardadas em vidro. Duram estaladiças bastante tempo em local fresco, fechadas hermeticamente.
Para o café, coloque o alecrim fresco dentro da chaleira onde cairá o café coado (café de saco). De preferência beba café sem adoçar. Este café como é fraco, bebe-se bem sem açúcar.
Torre as fatias de pão de centeio, barre com queijo creme de tofu (0% colesterol ruim) e povilhe de sementes torradas.
Além de super aromático, é um café da manhã super vitaminado, rico em cálcio, fósforo, magnésio e fibras.  Tanto o gergelim como a chia possuem propriedades de redução do colesterol ruim. Promovem uma sensação prolongada de saciedade, evitando que se coma muito, apesar de serem extremamente saborosas as sementinhas torradas.

20 novembro 2012

5ºBOOKCROSSING BLOGUEIRO DA LUMA - Vamos libertar um livro?

Iniciativa do Blog LuzDeLuma
Uii não foi fácil, não!! Não estou me referindo ao desapego do livro, isso não tem problema para mim, mas sim da situação em si. Felizmente tirei foto em casa, pois no local do "crime" me enrolei de tal forma que em vez de tirar foto, bloqueei o telemóvel porque pressionei a tecla errada.
O livro que decidi libertar, é um livrinho de bolso com o essêncial sobre alimentação saudável. Tem textos introdutórios muito bons e depois desenvolve a problemática dos aditivos alimentares. Vocês sabem como é, aqueles Es todos que quando a gente lê no rótulo dos produtos embalados, fica incrédula com a lista interminável de Es-conservantes, Es-corantes, Es-antioxidantes, Es-estabililizadores e Es-edulcorantes (ver lista wiki aqui).
Agora a aventura:
O local escolhido foi o elevador do prédio onde tenho aula de Geometria Sagrada. A aventura começou em casa, preparando o livro com o banner, tirando foto de reserva... Lá em Lisboa, antes de tocar na campainha, retirei o livro e o telemóvel da mala. - Tudo a postos? Então vamos lá. - Abriram a porta do prédio lá de cima, entrei, fiquei aguardando o elevador descer. Assim que entrei no elevador, procurei com os olhos o melhor sitio para encostar o livro, mas aí, ao levantar os olhos, estava um senhor tentando entrar no prédio e quase "suplicando" com olhar expressivo que eu segurasse a porta automática do elevador para subirmos juntos. Foi nesse momento que me enrolei, porque no instinto de "sobrevivência" busquei pelo botão interior de fechar porta, antes que o senhor tivesse oportunidade de entrar no prédio. Que horror!! Vocês percebem como a sobrevivência é um instinto puramente animal?? A gente vira bicho em segundos para defender o objetivo! É claro que mexeu comigo esta reação pouco racional ainda que inofensiva.
Pronto, a má ação estáva feita e eu estáva prestes a realizar a boa ação, "oferecer" um livro. E quem sabe foi precisamente o tal senhor que pegou o livro no chão do elevador.
Vamos aguardar? Tomara que entrem em contato!!!
Assim termino a minha participação na excelente iniciativa de Bookcrossing Blogueiro da Luma, minha querida parceira de bastidores na BCAP.  Se quiserem participar têm até dia 16 NOV. Vos espero lá, no finalzinho da lista pois já vai longa. Um verdadeiro sucesso de "bilheteira" :)

20 setembro 2012

JORNALISMO RESSONANTE BCAP

Kêê! Mais pedaços? Pois é...
É chegado o dia de revelar a surpresa!
Para aqueles que estão conosco desde 2011 (BCFV), as Ressonâncias não são algo de tão surpreendente assim. Após as 8 fases da blogagem do ano passado, surgiu a vontade de prolongar mais um pouco a iniciativa que nos mantinha unidos a cada dia 15. Claro está, este ano 2012, não pode ser diferente. Estamos tornando o sonho de continuidade, real, apresentando um último desafio, a 6ªfase de Ressonâncias. Pois bem, então o que é isso?
Para começar, convido a todos a visitar este link, onde no final do artigo encontram a criatividade das pessoas que aderiram em 2011. E agora vamos lá, vamos nos divertir. Trabalhar o pensamento associativo. Ligar as fases da blogagem AP ao que vocês quiserem e bem entenderem!
Podem publicar vossas ressonâncias livremente. Convém é avisar, para a organização atualizar a listinha, conforme vem sendo hábito. E agora, as minhas ressonâncias, tituladas de:
Jornalismo Ressonante - Uma Reportagem de Amor
Era uma vez...Era uma vez uma escola pública primária. 
Nesta estória a palavra pública é importante, porque indica que é estatal, gratuita. Em Portugal, essas escolas, geralmente são frequentadas por familias pobres ou de classe média baixa, porque não podem pagar as escolas privadas. Ter um filho faz parte do encantamento de estar apaixonado, então queremos que nossos filhos cresçam num mundo perfeito, longe das más influências.
Porém, qual não é a tristeza de uma mãe quando se apercebe que seu filho ou filha, ainda "bébé", ingressará numa escola cheia de perigos. Esses pais se sentem muito mal por não poderem dar aos filhos o que as familias abastadas podem. Perigos... não estou falando só de "más influências". Há escolas públicas a cair de podre. Esta por exemplo há 30 anos que esperava melhorias. Causava mau estar aos alunos, aos professores e às auxiliares de ação educativa. Era uma escola deprimente.
Aí, as familias resolveram se juntar. Formaram uma associação de pais. Não foi fácil criar uma associação de raiz. Grande maioria das pessoas nem percebia bem para que serve uma associação? Falavam: são alguns pais que querem protagonismo, quotas dos associados, mas depois não fazem nada. - Demos o duro lá, sem deixar morrer a esperança de um dia nosso esforço conseguir transformar desencanto em encantamento. Em grupo é mais fácil fazer ouvir a voz do povo. A voz do povo é a voz de Deus.
A lista de melhoramentos era interminável. Convocamos reuniões com organismos locais: agrupamento de escolas, junta de freguesia, câmara de Cascais. Apresentamos  reclamações, questionamos com diplomacia, ouvimos os NÃOS, rezamos pelos SIMS. Em determinada altura, oferecemos nossa ajuda. Trabalhamos lado a lado. Aumentamos nossa percepção do mundo escolar. Mas não descansamos o questionamento, nem a luta coletiva. Nunca cruzamos os braços passando testemunho aos pais que ficaram, porque nossos filhos estavam de saída. Ainda aproveitaram alguma transformação positiva, mas não, o Grand Finale!! 
Nenhuma fase pode ser esquecida porque todas contribuem para o resultado. Se não fosse o desencanto, a cooperação entre pais não teria surgido. Se não fosse a tremenda vontade, sempre esperançosa, teriamos desistido quando nos disseram: Vocês acreditaram nas palavras dos organismos públicos? Que ingênuos! Há mais de 10 anos que oiço falar num projeto para essa escola. Pura utópia! Que bobos! 
CRER é depositar amor no que se faz. A câmara apresentou-nos o projeto em JUN-2010. Ontem tive a felicidade de passar perto da escola, sabia que estavam a decorrer as obras, encantando-me com a materialização da vontade coletiva.
Numa escola onde as crianças brincavam atirando pedras umas às outras, onde o recreio era feito de lama e pouca vegetação, surgiu um jardim maravilhoso. SET-2012, inicio do ano lectivo em Portugal, será um mês de muitos sorrisos e de corações felizes.
Assim termina minha associação livre das fases da BCAP ao tema associativismo. Gosto de estórias veridicas com final feliz por isso acho importante compartilhar com vocês. Quando o ser humano quer, consegue mover céus e terra, consegue recriar sua realidade. Para isso só precisa de Amor :) Esta substância poderosa que nos une para nos tornar mais fortes. Vitória, vitória, acabou-se a estória! 

Pessoal, há um manancial de temas à vossa espera. Exemplos: relacionar esculturas com cada fase, quadros de pintura, alimentos, perfumes, viagens, lugares, mitologia, estórias biblicas... esforcem-se por sair do pensamento comum. O objetivo é darem novo enfoque, ampliar. Libertem-se do que já escreveram, evitem repetir ressonâncias da presente lista. Se deixarem fluir, será bem divertido. GANHEM ASAS! Levantem os pés do chão.