10 agosto 2007

A Sabedoria dos grandes Mestres

"O mestre pegou num pote de vidro e encheu-o de pedras grandes. De seguida perguntou ao seu discípulo: - Está cheio? E o discípulo respondeu: - Sim.
O mestre, então, encheu a mão de cascalho e virou para dentro do pote, perguntando novamente ao seu discípulo: - E agora, o pote está cheio? E o discípulo respondeu com firmeza: - Sim, mestre. Afinal agora é que o pote está totalmente cheio!


O mestre então pegou numa pá com areia e deitou a fina areia dentro do pote. A areia preencheu os espaços entre as pedras grandes e o cascalho. Após isto, o discípulo afoito disse: - Pronto! Agora acabou-se, mestre, já não é possível colocar mais nada neste pote.

O mestre com um sorriso, respondeu-lhe com o seguinte gesto. Virou um jarro d'água dentro do pote. A água encharcou e saturou a areia.

Depois disso, o mestre olhou para o discípulo e pediu-lhe que repetisse a experiência, só que desta vez na ordem inversa dos elementos. O discípulo assim fez: água, areia até encher, algum cascalho e por último tentou colocar as pedras grandes, mas estas já não couberam no vaso.
O mestre então dirigiu-se ao discípulo e concluiu a lição: - O pote é a nossa vida.
A nossa disponibilidade de tempo é o que cabe dentro do nosso pote.
As pedras grandes devem de ser as coisas realmente importantes: o crescimento pessoal e espiritual e os relacionamentos com a família e amigos.
Se deres prioridade a isto e se te mantiveres aberto para o novo, o resto se ajustará por si só: a profissão, os bens e direitos materiais, o lazer e todas as demais coisas menores que completam a vida. No entanto, se preencheres a tua vida com coisas pequenas, as coisas realmente importantes nunca terão espaço."

Nesta experiência vimos que o tempo é, antes de tudo, uma questão de prioridades, de saber o que vem em primeiro lugar.
Muitas vezes "perdemos a nossa saúde para ter mais dinheiro, para depois perder o dinheiro para ter mais saúde" (Dalai Lama).
Adicionamos dias à extensão das nossas vidas, mas esquecemos de adicionar vida à extensão dos nossos dias.
Engolimos os factos da vida da mesma forma que engolimos o almoço ou o jantar. Precisamos aprender a saborear a vida.
Viver é saber transformar os pequenos instantes em grandes momentos. A felicidade não é um destino, é uma caminhada.

12 comentários:

  1. É como diz o velho ditado: "Nenhum sucesso na vida compensa um fracasso no lar". Muitas vezes, ao não estabelecermos as prioridades correctamente, acabámos por arruinar a família, distanciando-nos dos que mais nos amam.
    Gostei muito desta reflexão e põe o dedo na ferida de muita gente!
    beijinho.

    ResponderEliminar
  2. Isabel,
    para mim isto tem servir mais como uma regra de vida do que apenas reflexão.
    Experimenta pôr em prática.
    Gostei da frase: "Nenhum sucesso na vida compensa um fracasso no lar".
    Acho que vou ser mais arrojada: "Nenhum sucesso no plano material justifica um fracasso no plano espiritual".
    Beijinhos,
    Rute

    ResponderEliminar
  3. ..... Obrigada Rute ... visitei este artigo, e "tiro-te meu chapéu" .... :o)
    ... a história não me é nova ... mas era este o momento de "recordar e relembrar" o que dela se pode tirar .... e só mesmo experimentando sim ...
    .... quanto ao blog .... estou a "ponderar" .... e quanto ao Nascimento e "tudo mais", isso, só " o tempo dirá" :o)
    Abraço Sincero .....
    Obrigada

    ResponderEliminar
  4. De nada Isabel.
    Na verdade, sempre que recomendo este texto a alguém, acabo também eu por relembrá-lo e por rectificar a minha conduta, reordenando as prioridades.
    Sinto-me bem quando aplico mudanças na vida, mais que não seja para me sentir viva, e para não me render à acelereção social.
    Abraço energético.
    Rute

    ResponderEliminar
  5. ... estou a ver :o)
    .... :O)
    ... já escrevi dois parágrafos, ambos que apaguei, respondendo ao que escreves .... mas "estou de tal ordem a mudar" ... :o) ... neste preciso momento .... :o) .... que não dá para me decidir o que enviar ... :o)
    .... é uma combustão de ideias ... um frenesim de pensamentos ..... um "sem-fim" de possibilidades .... uma confusão (que é o que mais me parece ser :o) .... que só com umas boas respirações profundas é que me trazem "Mudança" e sentimento de Vida ...... ou seja Tranquilidade e fluidez :o)
    ....... no fundo.... do mesmo jeito que tu ..... é por aqui a minha aplicação de mudança :o) .... e faz-me sentir Melhor, Agora :o)
    ...... que semana esta !!!! ..... Ufa !!! :o)
    Abraço
    Isabel

    ResponderEliminar
  6. As convulsões interiores são benéficas, ainda que desconfortáveis. Onde não há reboliço, há monotonia, há passividade. Claro que não gosto de andar sistematicamente em terramoto, mas... quando é preciso virar a mesa...
    Não sou pessoa de amargurar muito tempo num lugar, numa situação, a principio até me lamento e nada faço, mas rapidamente inicio essa busca incessante por me sentir melhor, tal como referiste no teu comentário.
    Há quem me chame Fenix Renascida, porque tantas vezes bati no fundo para logo após vir à tona.
    E sem querer, puxei o assunto, outra vez para as Fases da Vida e para o Nascimento, Renascimento... (foi sem querer).
    A semana está a terminar, outra semana virá, outro dia, sê positiva, tem fé que tudo melhorará.
    Daqui envio-te muita paz, equilibrio, energia revitalizante.
    Beijinhos,
    Rute

    ResponderEliminar
  7. .... Obrigada ... Fénix :o)
    Abraço

    ..... se me "quiseres seguir", levo-te até a um desses momentos, passados e presentes, na minha Vida ... feito cores :o)


    http://www.facebook.com/photo.php?pid=30922786&l=cb75b0558d&id=1548907752

    ... :o)

    ResponderEliminar
  8. Isabel,
    gostei muito da tela que expões no Facebook, e fiz o que disseste dei volta ao ecran com um sorriso nos lábios, de admiração pela tua originalidade.
    Acredita que o sorriso ficou agarrado e enquanto escrevo continuo a sorrir com um brilhosinho nos olhos.
    A imagem tem de facto 2 significados (pelo menos para mim).
    As cores utilizadas, são poderosas, Verde do chakra do coração, Azul indigo do chakra da 3ªvisão. Cura de amor e visão do espirito em pleno funcionamento. Por isso vês mais além, consegues ver a ave elegante e imponente surgir do caos verdejante. O desenho invertido mostra-nos a ave já em pleno voo, movimentando em verde as correntes azuis do céu.
    Não sei se este espelho do teu interior é recente, mas na época que o desenhaste encontravas-te muito bem, a flutuar em muita paz. Talvez...talvez quando pintas ou desenhas, consigas evadir-te.
    Não vou seguir-te no Facebook porque não estou inscrita, não tem FB. Optei por não ter para evitar distanciar-me do blog, que tanto prazer me dá e tantas visitas me traz, agradáveis como tu.
    Abraço de luz dourada,
    Rute

    ResponderEliminar
  9. ..... Foi uma época de "grandes Visões" .... hoje "menos" .... :o)
    .... quase fujo do papel e da tinta ... e crio desculpas para continuar "cega" :o) ....
    ..... Obrigada ... de Sorriso, também, no rosto... e sentindo um "formigueiro e arrepio" pelo corpo com tua presença através das tuas palavras :o)
    ........................... Abraço ... também dourado ... (como eles são, na verdade :o)

    ... compreendo tua atenção no Blog, e admiro .... Aprecio, sinceramente, teu Trabalho, teu Amor pela Vida, Rute ... Parabéns :o)
    Abraço

    ResponderEliminar
  10. Escuta,
    não fujas do papel e da tinta, por favor!
    É dessa forma que a tua alma comunica.
    Espero por um desenho teu para Nascimento. Nem precisas escrever nada, eu leio no sentido oculto da tua publicação. No dia 15 MAR, ok!? Este será o renascimento das tuas visões multidimensionais.

    Uma imagem tua, vale mais que mil palavras de tantas outras pessoas que irão participar. Nada é por acaso e sinto que esta colectiva também não o é. Foi ela que te trouxe ao meu convivio, pelo que já valeu a pena e ainda nem começou :)
    Gostaria de ler a tua aura!
    Mas ainda não o sei fazer à distância, envio-te apenas muita energia positiva.
    Muita luz.

    ResponderEliminar
  11. Se quiseres adoptar, aqui tens o título para o post:
    SPIRITUAL REBORN

    Deposita na tela, toda a tua interioridade. E depois...palavras para quê!

    ResponderEliminar
  12. ... gosto das tuas afirmações .... :o) .... que são isso mesmo ... afirmações! :o)
    .... nada de dúvida na palavra... decidida e precisa ... assertiva ... :o)
    ...
    - minha aura deve andar pelo "acastanhado" :o)
    .... mas "sou do tipo índigo" :o) ( estou a brincar com as palavras ... :o) ... pois gosto muito dessa cor .... e do tema Índigo" também(??) ....
    mas "de longe não o sou" ...
    - segundo muitos (já são muitas as pessoas que falam disso, e sobretudo nestes últimos 10 anos) ... já não tenho idade para "ser assim chamada" .... :o) ...........
    - que bom, essa tua capacidade de ver e ler a aura :o) .... mas se quiseres podes, sim, facilmente, "ler-me" e "ver-me" ..... (talvez estejas à espera que seja do jeito que as pessoas da "aura" dizem que é, mas pode ser de outro jeito ... (eu, de momento, não te posso ajudar nisso ... mas sei que pode ser assim ...
    vermo-nos à distância (sem distância) cores ou meramente "pensamentos" que nos traduzem uns aos outros ..... mas sinto-me a "ensinar o padre a orar" aqui !!! ... :o)
    .......
    quanto à imagem .... Obrigada pela força .... e pela energia "positiva" ....
    .... talvez saia qualquer coisa ! ...
    .......... Tu és essa força, e por vezes penso em ti como "minha Heroína" ... aquela mulher "modelo" com quem eu quero "parecer" ....
    ... és a "energia" que eu quero "alcançar" :o) .... energia a desenvolver-se de forma construtiva, activa, reflectiva, atenta, Consciente, Sábia ..... :o) ...... Ser a Energia que se É ... :o)
    ........
    Abraço :o)
    muito Obrigada, Rute .... :o)

    ResponderEliminar