30 dezembro 2008

PROTEÍNA a quanto obrigas!!

As proteínas,

são moléculas, formadas por aminoacidos, essenciais para manter a estrutura e funcionamento de todos os organismos vivos e podem ter diferentes propriedades e funções.

As enzimas, hemoglobina, certos hormônios e o colágeno dos ossos, tendões e pele são todos proteínas. Entre outras coisas, as proteínas regulam a contração muscular, produção de anticorpos, expansão e contração dos vasos sangüíneos para manter a pressão normal.

Dos 20 aminoácidos, o nosso organismo não consegue fabricar 9, que devem ser fornecidos pela alimentação. A forma mais fácil de se obter estes aminoácidos é através da proteína animal. No entanto os vegetais também possuem proteína (proteína vegetal).

A favor das fontes vegetais de proteína está o facto de que elas também fornecem outros nutrientes importantes como carbohidratos e fitoquímicos que previnem algumas doenças e ainda as fibras alimentares.

A soja é o cereal que mais proteinas tem. Dai a sua importância na dieta vegetariana. Tendo ainda a vantagem de diminuir o colesterol no sangue caso seja ingerido em substituição da carne.

Mas nem todos os cereais tem igual número de proteinas. Dai a importância de incluir sempre soja ou um seu derivado na alimentação vegetariana.

Tabela de proteinas presentes da soja:

Grão de Soja - 38 gr de proteína em 100 gr de produto;

Farinha de Soja - 40 gr de proteína em 100 gr de produto;


Soja texturizada - 54 gr de proteína em 100 gr de produto;

Flocos de soja - 41 gr de proteína em 100 gr de produto;


Tempeh - 42 gr de proteína em 100 gr;

Tofú (queijo de soja) - 4 a 10 gr de proteína em 100 gr;

Leite de soja - 3 gr de proteína em 100 mililitros;

Natas de soja - 2 gr de proteína em 100 gr;

Molho de soja - 3 gr de proteína em 100 mililitros;

Missó - 12 gr de proteína em 100 gr.

Já dá para ter uma noção da quantidade de derivados que este cereal, leguminosa, tem. É um grão milagroso.

Claro que podemos encontrar proteínas noutros cereais mas em menor número:
100 gr de Arroz tem 5 a 7 gramas de proteína ;
100 gr de Quinoa - 14 gr de proteína ;
100gr de Couscous de trigo - 14 a 18 gr de proteína;
100 gr de Millet (couscous de milho) - 10 gr de proteína;
100 gr de Ervilhas - 28 gr de proteína;
100 gr de Lentilhas - 28 gr de proteína;
100 gr de Esparguete de trigo - 12 gr de proteína.


Os nutricionistas aconselham como dose diária recomendada, um adulto ingerir 0,8 gr de proteina por cada quilo de massa corporal. O que significa que uma pessoa que pese 60 quilos, por exemplo, deve comer pelo menos 48 gramas de proteina diáriamente.

O excesso de ingestão de proteina pode trazer problemas hepáticos. Além disto ao sistema renal é exigido que trabalhe mais que as necessidades normais uma vez que as substâncias extra não aproveitadas pelo organismo são eliminadas pela urina.

Dai que mesmo NÃO sendo vegetariano deve preocupar-se com a ingestão de proteína e neste caso, diminuir, a quantidade de carne e peixe na sua dieta diária.

Pelo menos para NÃO obrigar os seus orgãos a trabalharem em excesso para digerir, assimilar, metabolizar e eliminar os excessos alimentares ;-).

4 comentários:

  1. Olá!

    Ora muito bem, pensava que o leite de soja tinha maior quantidade de proteína... Ok, vou ter que completar com outros alimentos e outros derivados de soja como a soja granulada.
    E também não sabia o que era exactamente tofú nem nunca provei, hei-de experimentar!
    Está qui uma quantidade de coisas com nomes estranhos que ainda não fizeram parte da minha culinária: tempeh, missó, quinoa, millet...tenho que tratar já disso! Vou cozinhar! =)

    ResponderEliminar
  2. Olá Sara,

    O tofú é o chamado queijo de soja porque é feito do leite de soja que leva um coagulante. Eu sei fazer tofú caseiro :-)

    Não se costuma comer tofú crú. E apesar do nome queijo de soja, é mais utilizado como bife, ou quadradinhos estufados, grelhados, assados, etc...

    Convém estar de temperado um bom bocado antes de ser cozinhado.

    Se nunca comeste Tofú aconselho-te a começares pelo Tofú fumado (pronto a comer) que há à venda no Continente, na zona de vegetarianismo. Parece Bacon.

    Ou ainda, podes optar pelas salsichas de Tofú que há à venda no Pingo Doce, na zona de produtos vegetarianos. São uns frascos de vidro altos, com salsichas tipo frankfurt. Vais adorar.

    ResponderEliminar
  3. Olá, obrigada pelas dicas! É 1 experiência engraçada confecionar alimentos caseiros, estive a ver 2 vídeos de receitas que aqui tens de gnochi e de massa (pasta), mas não tenho muito tempo para estas coisas...só quando estou de férias mas mesmo em férias, muito mais do que cozinhar, quero é passear, divertir-me, sair de casa, ir ver o mar, apanhar vento na cara... =) Se calhar, além da falta de tempo, também é preguiça... =P
    Já vi essas tais salsichas no pingo doce, já que sempre que lá vou dou uma vista de olhos a esse tipo de produtos mais saudáveis (e às vezes levo alguma coisa diferente para provar), o único senão é o preço que é 1 tanto carote, mas qualquer dia levo umas.
    Fica bem! =)

    ResponderEliminar
  4. Sim, realmente esses produtos são caros quando comparados com os produtos tradicionais.

    Um frasco de salsichas vegetarianas custa em média 4 euros. Enquanto que uma lata de salsichas de porco custa 1 euro no máximo, não é?

    Mas de certa forma estes produtos também nos ensinam a comer. Como sabes mesmo não sendo vegetariano o nosso prato de refeição deve respeitar os principios da roda dos alimentos e a parte da carne ou peixe deve de ser reduzida consideravelmente.

    O que faço cá em casa é fazer render o frasco de salsichas. Essas tais do pingo doce são grandes e compridas. Uma salsicha e meia dá bem para uma refeição, acompanhada de uns vegetais e uns cereais. Ou então fazes um arroz de forno com imensos vegetais e rodelinhas de chouriço vegetariano (há chouriço e farinheira vegetarina no Celeiro, conheces?).

    Beijinhos. Bom almoço :-)

    ResponderEliminar