20 fevereiro 2008

DOCUMENTÁRIO - Se esta praça fosse uma pessoa... (Manuela Sanz e Diogo Andrade)


LA PLAÇA DE LA VIRREINA, é uma praça em Barcelona, das maiores e mais espetaculares da Gràcia. Muito frequentada, mais que não seja pelos turistas que visitam a Igreja paroquial de San Joan, construida en 1894 por Berenguer, discípulo de Gaudí.

Repleta de esplanadas, acolhe diariamente eventos diversos, como feiras, festas, concertos...Uma praça que nunca dorme. Mesmo depois das festas há sempre movimento, até porque os bares precisam de renovar o seu stock de comes e bebes. Rodeada de lojas interessantes e de "simpáticas" árvores.

À noite, a fachada da igreja é suavemente iluminada e recebe a noturnidade cinéfila à saídas das sessões de cinema do Verdi e Verdi Park. De dia, entre uma visita à Galeria de Arte Contemporanea Torrijos, descansa-se, comodamente.

Nesta curta metragem os documentaristas dão-nos a conhecer os acontecimentos daquela praça e as personagens mais marcantes que praticamente vivem nas escadas de acesso à igreja. Enquanto isto e com uma banda sonora de muito bom gosto questionam as mais diversas pessoas: - Se esta praça fosse uma pessoa, que tipo de pessoa seria? (Si esta plaça fuera uma persona... If this plaza was a person…)

Há respostas brilhantes... (exemplo) "se esta praça fosse uma pessoa seria uma pessoa extremamente alegre, porém, por vezes, depressiva. Quase bipolar. Com polaridade extrema. Eu já passei por esta praça a todas as horas e verifico os contrastes. Há alturas de muitissima agitação e outras alturas de pesada tristeza, de desertico silêncio."

Esta curta de 22' esteve presente no PRIMEIRAS - Festival de Cinema e Video Art - organizado pelo MAL (movimento acorda Lisboa) sobre o tema TRIBOS URBANAS, projectado ao ar livre em Setembro 2007 num anfiteatro, juntamente com outros filmes de jovens realizadores e artistas provenientes de Portugal, Espanha, Finlândia, Hungria, Reino Unido e Brasil.

Adorei o filme. Muito criativo. Deixo aqui ritmos da Praça embora não sejam estas as imagens do documentário.


Se eu fosse uma praça, seria de certeza a praça de la virreina. Sempre activa e cheia de alegria. Multifacetada. Mas sem depressões. O sossego também é necessário para recarregar as forças :-)

Sem comentários:

Enviar um comentário