08 março 2008

CINELENÇOL 444 - Filmes sobre mulheres

Post Comemorativo Dia da Mulher - 8 Março

Este fim de semana aluguei 4 filmes no clube de video ALCAIDE, aproveitando a promoção: 4 económicos, 4 dias, 4 euros. Filmes realizados entre 2002 e 2004. Magníficos! Que me deixaram a pensar, depois de absorver toda a informação incluída...


Comecemos pelo 1º filme: NOIVA RUSSA PROCURA-SE (2003) - EUA - Um filme sobre uma Viagem de Romance organizada pela empresa FOREIGN AFFAIR onde homens procuram, noutros países, mulheres à moda antiga (fadas do lar submissas). Esta história tem como personagens principais, 2 irmãos agricultores americanos que após a morte da mãe, ficam sozinhos e não sabem cuidar deles próprios, nem da casa. Pelo que resolvem encontrar uma mulher estrangeira para ser sua "criada interna" a troco de um visto de residência, cama e comida.


A empresa em causa, existe mesmo. As situações relatadas não são ficção. O filme é baseado em factos verídicos. Inclusive os depoimentos dos entrevistados são verdadeiros. Ainda há poucos meses, eu soube dum individuo que contractou uma brasileira para ser sua mulher, trazendo-a para Portugal com um contracto de 3 meses (à experiência). Ao fim de 1 mês devolveu-a à precedência.


Os homens alegam que as mulheres do próprio país estão muito inacessíveis. Demasiadamente independentes. E só estão interessadas na carreira. Nada de filhos ou de trabalhos domésticos. Pois é... dá sempre jeito ter uma criada a tempo inteiro. Confesso que eu também gostava, mas como não sou de escravizar ninguém, basto-me a mim própria. E além disso, tive azar, não nasci homem!!


O 2º filme: AS IRMÃS DE MARIA MADALENA (2002) - Irlanda - Também se baseia em factos verídicos, denuncia os Asilos de Maria Madalena criados na Irlanda durante o século XIX que serviam para acolher (ou melhor prender) as adolescentes que por infortúnio caiam em desgraça.


Outra designação atribuída a estes asilos, era, Lavandarias Madalena. E às miúdas chamavam-lhes as Lavadeiras de Deus. As freiras usufruiam do trabalho destas jovens (a quem não pagavam nenhuma remuneração) para prestarem serviços à comunidade. Lavar a roupa dos outros era sinónimo de lavar a alma de pecados. A punição-purificação pelo trabalho era a forma encontrada pelas freiras para justificarem os 364 dias de trabalho por ano. Eram ainda obrigadas a trabalhar em silêncio, sem comunicarem umas com as outras, trajando sempre a mesma farda de cores escuras.


O mais rídiculo é que a admissão como irmãs de madalena acontecia não só por uma rapariga ter-se deixado cair em tentação, assim como por poder vir a constituir uma tentação, ou por ter sido violada por um familiar ou conhecido. Ao violador, ou ao aproveitador nada acontecia. A familia renegava estas jovens por terem deixado de serem virgens e em casos extremos por terem ficado grávidas. Os bébés eram dados para a adoção.


Os asilos de Maria Madalena (a santa que fora pecadora) terminaram apenas em 1996. Mas foram motivos económicos que forçaram ao seu fim, e não motivos humanos. O facto de começarem a aparecer máquinas de lavar roupa levaram a que as pessoas deixassem de enviar a roupa para a lavandaria. Deixou de entrar receita, terminou-se com a despesa do internato destas jovens. Incrivel não é verdade?


O 3ºfilme: PRECIOSA IGUARIA (2004) - Hong Kong - O cinema fantástico no seu melhor. Macabro mas brilhante. Uma mulher obcecada por se manter jovem descobre uma cozinheira que confecciona uns bolinhos de carne e vegetais, milagrosos. Os bolinhos têm o dom de rejuvenescer. A mulher rica, todos os dias visita a casa da cozinheira que noutra época, havia sido médica obstétricia e abortocionista. Todos os dias é-lhe servida uma refeição de bolinhos chineses. E aos poucos descobrimos que se trata de uma prática de canibalismo, visto a carne dos bolinhos serem embriões humanos.


A politica de filho único é aqui referida como sendo uma lei propicia a fornecer embriões suficientes para estes bolinhos. Há ainda um pormenor importante: a existência de mais fetos femininos do que masculinos. Isto porque na China comunista nascer mulher era nascer escrava. Uma mulher tinha por obrigação cuidar de todos os homens da familia: pai, irmãos, filhos... E ainda, quando casava, tinha de cuidar dos sogros. O que levou muitas mulheres a preferirem o aborto do que darem à luz, como seu único filho, uma menina!


Para além do contexto em si, temos neste filme uma maneira de filmar quase poética. As imagens parecem quadros com vida. Excelente qualidade das imagens, quer em nitidez, em côr, ou em enquadramento. Requer um estomago forte mas é um filme imperdível.


O 4ºfilme ainda não vi LOLOLOLOL... volto mais logo ;-)

-------------------------------------------------------------------------------

Voltei...

Este 4ºfilme é mais recente: AS VIDAS DOS OUTROS (2006) - Alemanha - Gira em torno da censura que era exercida sobre a Cultura e sobre os Artistas na Alemanha Oriental durante o Comunismo. É um thriller político e um drama humano que traz a lume a repressão psicológica da liberdade individual de cada um e da liberdade de expressão. Começa na RDA em 1984, 5 anos antes da queda do muro de Berlim.


Através deste filme acompanhamos a gradual desilusão de um oficial altamente credenciado da STASI que inicialmente é um fervoroso adepto da causa socialista mas que termina "aliado" do celebre escritor/dramaturgo que ficou de vigiar. É um filme bastante premiado e com todo o mérito. A ver, obrigatóriamente.

Para terminar o fio condutor deste post, faço referência à namorada do dramaturgo, uma bonita actriz que entrega o seu corpo a um ministro, sendo esta a única forma de poder continuar a manter a fama e a profissão. Caso contrário o regime proibiria totalmente a actriz de representar, assim como o fez a um outro dramaturgo que acaba por se suicidar. Nesta época a taxa de suícidios na RDA subir drasticamente, especialmente no sector das Artes.

No fim deste 4-4-4 fica uma breve conclusão: Aproveitem a liberdade que outros não tiveram. Leiam, vão ao teatro, vejam filmes, assistam a documentários, conheçam a realidade que os rodeia. Testemunhem os acontecimentos que nos precederam. Aprendam a não cair nos mesmos erros. E não se deixem escravizar ou submeter a outros seres humanos. Ninguém é superior a ninguém, nenhuma raça, nenhum género, nenhuma classe economica, nada! E por favor, mulheres, não vivam em função de quem amam. Não se limitem a vocês próprias, agora que já nenhum regime vos limita. Cada um tem de valer por sí só. Valorizem-se.

4 comentários:

  1. Olá!! Bons olhos "te vejam"...

    Bem vindo ao meu espaço. Obrigada pelo comentário.

    Afinal...qual deles é um belíssimo filme? (dos 4).

    ResponderEliminar
  2. FANTAS

    Ainda não foi este ano que concretizei uma ida ao ‘Fantasporto’. Assim, fica a curiosidade pelos filmes premiados e a ideia de que este ano a programação teve uma qualidade superior.

    O filme vencedor, a avaliar pelo trailer, parece mesmo um ‘reality show bizarro’, como dizes. Mas, como ganhou não só o ‘Grande Prémio’ como o ‘Prémio do Público’, deve ter algo que o distinga, nem que sejam os zombies, hehehe.

    A organização do ‘Fantas’ diz que o filme “foi aplaudido durante mais de 5 minutos por um público entusiasmado” e refere-o como “prova da grande vitalidade do cinema espanhol fantástico”.

    O filme vai ter distribuição em Portugal. Vamos ficar atentos à estreia de ‘REC’ de preferência numa sessão nocturna, só para criar ambiente, hehehe.

    CR

    ResponderEliminar
  3. Ahhhhhhhh não foste ao FANTAS! Pensava que tinhas ido com o Viddy.

    Eu nunca lá fui, mas gostava de ir. Inclusive, neste momento ando a descobrir filmes de terror asiático que estiveram no FANTASPORTO e até foram premiados.

    Sempre gozei um pouco com filmes chinocas, japoneses, coreanos, etc, e qual não é o meu espanto em descobrir TERROR de boa qualidade, com histórias complexas e desfechos imprevisíveis provenientes da Ásia!!

    Quando era mais TEEN, adorava filmes de terror. Morria de medo mas via-os a todos. Depois os filmes começaram a não se distinguirem, a serem cada vez mais iguais uns aos outros... Perdi o interesse :-(

    Bom, I´m back on track :-))

    Vou dar o beneficio da dúvida também ao REC. Conforme referiste, foi premiado e muito aplaudido.

    Beijinho e obrigada.

    ResponderEliminar