04 setembro 2008

ABRAÇAR uma causa verde por 1 €

Não há uma sem duas, não há duas sem três :-). E 3 é a conta que Deus fez...

Primeiro, apresentei-vos "a promessa" da Pure Portugal Ltd. Em segundo artigo, dei a conhecer a parceria BP-ANEFA. Terceiro, divulgo a forma como a Timberland está a "abraçar" esta causa ecológica da necessidade de reflorestação:

No ano de 2007 a Timberland lançou um desafio aos portugueses de plantar 10.000 árvores na região de Mirandela. Esse objectivo foi alcançado.

Para o ano de 2008, o objectivo é plantar 15.000 árvores, na região do Gavião-Portalegre!!!


O custo de plantar 1 árvore é de 2 euros, sendo 1 euro suportado por si e 1 euro suportado pela Timberland. Esta acção não implica a compra de qualquer produto da marca Timberland.

Associar-se a esta acção é muito simples, basta dirigir-se a uma loja Timberland, e solicitar a compra do número de árvores que entender.

Meus amigos, neste momento estou a "puxar a brasa à minha sardinha". Conforme alguns sabem, em Fevereiro deste ano, comprei um terreno amoroso numa pequena aldeia da freguesia de Belver, concelho do Gavião, distrito de Portalegre. E apesar da "minha aldeira" ser muito verde e bonita, no caminho para lá, há realmente zonas negras, cemitérios de árvores queimadas que dá dó.


Claro que no meu terreno já plantei 2 árvores, uma laranjeira e um limoeiro. Tenho ainda cá, em Cascais, uma figueira e um maracujazeiro em vaso para transplantar para lá, quando oportuno. Quando comprei o terreno este tinha 7 oliveiras enormes que se mantêm e que dão um azeite delicioso.

Mas há muita mata ardida por essas bandas e só tenho de agradecer à Timberland a campanha "1 euro = 1 árvore". Confesso que ainda não participei na campanha, pois só ontem descobri a iniciativa da Timberland em parceria com a ANEFA.

Após comprarem a vossa árvore aos balcões das lojas Timberland é-vos dado um talão de compra. No site http://www.15000-arvores-timberland.com/ através do número do talão de compra podem ver onde será plantada a vossa árvore. A campanha apoia-se noutro slogan: "um nome, uma árvore".

Eu quero ver se mudo o slogan para "um nome, 10 árvores".




Aproveito o artigo para vos contar um retalho da minha vida:

Na altura em que andáva no Ciclo Preparatório, 5ºano, fui estrear uma escola "novinha em folha" - A escola preparatória Delfim Santos em Benfica :-))

Como tinha acabado de ser construída, não tinha espaços verdes, apesar de ter muito espaço de terra batida. Dai que os professores da escola decidiram no dia da árvore (21 Março) criar uma actividade de plantação de árvores por turma. Ou seja, cada turma deveria plantar uma árvore e nos meses seguintes do ano, cuidaria dessa árvore.

De inicio todas as turmas estavam muito entusiasmadas com a adopção da árvore mas em pouco tempo, muitas árvores foram abandonadas. Não havendo manutenção de jardins na nossa escola, era certo e sabido que aquelas árvores morreriam à sede se ninguém lhe desse água, pois eram frágeis e pequeninas.

Felizmente, existiam 2 turmas conscientes no meio das outras todas. E assim, a minha turma e outra, adoptámos as árvores todas da escola e cuidámos delas até sairmos para o Liceu.

Junto à nossa árvore que foi crescendo devagarinho, costumavamos reunirnos a conversar, a estudar, a descansar, a brincar...

As nossas árvores ainda lá estão, passei na estrada noutro dia, e foi com alegria que avistei as árvores que tanto amámos. Há momentos inesquecíveis na nossa vida. Este é um deles.


Julgo que foi num livro de Lobo Antunes que li estas frases que se aplicam perfeitamente a mim:

"Gosto de continuar criança e encontrar humanidade em pedras, árvores e núvens. Manter a sensação que as coisas inanimadas estão repletas de vida e emoção".

Esta forma de estar faz-me ser muito feliz :-))

5 comentários:

  1. Olá Rute. Esta iniciativa é de louvar. Mais marcas e entidades deviam fazer o mesmo. A maior parte das pessoas têm um sentido solidário e quando as iniciativas são simples, mais facilmente cativam o público.
    Não tem nada a ver, mas lembro-me como as pessoas aderiram em massa à recolha das tampinhas, para as cadeiras de rodas. Há realmente gestos muito simples que fazem toda a diferença.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. É verdade Claúdia! Essa campanha das tampinhas teve e tem uma grande adesão. Ainda é possivel entregar tampinhas nos hospitais (julgo eu).

    As pessoas precisam de motores de iniciativa e de sentirem que fazem parte dum todo para serem solidárias. As empresas têm um papel fundamental na organização de movimentos em massa na sociedade.

    Fico contente de te ver por estas bandas outra vez.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Que iniciativa espectacular:)
    Já tinha pensado oferecer certificados de compra de árvores da TreeNation no Natal (candidatando-me imediatamente a ser deserdada pela família toda;), mas esta ideia ainda é melhor:)
    Beijinho grande***

    ResponderEliminar
  4. Aí está algo que temos de re-pensar: O Natal.

    Eu não sei como, mas consegui alterar os hábitos da minha familia. Desde o ano passado, apenas as crianças recebem prendas (úteis).

    Foi um processo moroso e doloroso (com risco de ser banida) mas depois de muitos esclarecimentos e duma postura rigida (EU NÃO QUERO PRENDAS NO NATAL!!! Eu já tenho tudo, não me falta nada, obrigada) consegui inverter a situação e do não quero, passei para o não ofereço.

    Não ofereço por obrigação, pois sou uma pessoa que pássa a vida a dar "prendas" aos que amo, mas ou são prendas feitas por mim, ou são coisas que essas pessoas precisam mesmo.

    Não cedo a pressões comerciais nem a dias especiais. Dou quando quero e não quando sou obrigada.

    Beijinho grande tb p/ ti.

    ResponderEliminar
  5. olá,
    este ano são 20.000 árvores, o ano passado foram 15.000 no gavião.

    fique a par de tudo em

    www.brodheim.pt/planteestasemente

    1€ = 1 árvore

    Participem!

    Timberland Friend :-)

    ResponderEliminar