27 dezembro 2008

GELATINA animal

versus

GELATINA vegetal

Fonte: Wikipédia

"A gelatina de origem animal é uma substância translúcida, incolor ou amarelada, praticamente insípida e inodora, que se obtém fervendo certos produtos animais, como ossos, pele e outras partes com tecido conectivo. É muito utilizada em alimentos, medicina e certas indústrias.

Em alternativa à gelatina de origem animal, existem gelatinas vegetais, à base de extraídos de algas. ágar-ágar é a forma mais simples de venda destas gelatinas e pode ser preparada com sumos de fruta, resultando numa gelatina parecida com as de supermercado. Pode ainda ser usada como estabilizante ou espessante de gelados, geléias, pudins, bolos, iogurtes, queijos, margarinas, etc.

Possui na sua composição principalmente fibras (pelo que é óptima para problemas de obstipação e excesso de peso). Contém também vitaminas, sais minerais, celulose e uma pequena quantidade de proteínas."

Vende-se ágar-ágar em fios, em barras compridas, em flocos ou em pó. A sua cor geralmente é esbranquiçada. A diluição é de meio litro de líquido para 4 g de ágar-ágar.

2 comentários:

  1. Já aprendi algo mais hoje!
    Rute, quero desejar-te um feliz 2009 repleto de coisas boas e que continues a surpreender-nos com as tuas receitinhas saudáveis e deliciosas! Happy New Year! :)

    ResponderEliminar
  2. Igualmente para ti Mary. Um óptimo 2009, boas saídas e boas entradas.

    Que continues a visitar-me e eu a ti. Trocando experiências culinárias interessantes.

    Happy New Year!

    ResponderEliminar