22 maio 2008

ACEPIPE - AMENDOIM


Estive a fazer manteiga de amendoim que adoro barrar sobre as torradas do pequeno almoço. E quando terminei, fui dominada por uma incontrolável curiosidade de saber donde vem o amendoim?? Pesquisei e fiquei deliciada.
O amendoim não vem duma árvore, mas sim duma planta rasteira. Supostamente seria um fruto porque surge duma flôr fecundada, mas é uma leguminosa com um processo estranho de frutificação que vive como uma raiz ou um tubérculo, porque a flôr aerea produz um fruto subterraneo. Complicado não? Ora apreciem as fotos:


Tudo começa com uma semente (1 amendoim) que é colocado na terra e que germina.
De seguida nasce a planta, cresce, dá flôr, é fecundada e cai.
E logo após o ramo onde existia uma flôr inclina-se para a terra e esconde-se debaixo do solo, onde vai desenvolver uma vagem com sementes (amendoins) lá dentro. Fabuloso não é????? :-))))))))


O amendoim pode ser comido crú, torrado, frito, moido para farinha, espremido para óleo...
É uma planta tão perfeita que as suas flores contém os dois sexos necessários à fecundação. Dá-se portanto uma auto-fertilização que não está dependente de agentes polinizadores, originando uma produção de sementes garantida.
Cada 100g de amendoim, fornecem 580 calorias e seu óleo contem altos níveis de ácidos gordos insaturados. O amendoim é ainda uma rica fonte de proteínas (25% da massa dos grãos) e vitamina B, ácido fólico e minerais como cálcio, fósforo, potássio e zinco.

Gordura total................................. 21%
Gordura Poli-Insaturada e Mono Insaturada..... 11%
Gordura Saturada.............................. 10%
Carbohidratos................................... 2%
Fibra......................................... 8%
Colesterol.................................... 0%

Hum....deu-me uma vontade de ir para a cozinha fazer bolachinhas de amendoim... são óptimas também :-P

12 maio 2008

MOCKUMENTÁRIO [REC] - 1º PRÉMIO FANTASPORTO 2008

Mockumentário (também conhecido como pseudo-documentário), é a junção de duas palavras MOCK e DOCUMENTÁRIO. Mock significa simulação, portanto um mockumentário é um documentário simulado para televisão ou para cinema. O mockumentário é-nos apresentado como um documentário da vida real, mas, efectivamente é ficção. Grande parte dos mockumentários são comédias, como BORAT por exemplo. Embora haja também mockumentários mais sérios, como este REC espanhol.

O REC cá em Portugal ganhou o Grande Prémio Melhor Filme Fantasporto 2008 e também o Prémio do Público do mesmo festival que decorreu entre 25 Fev a 9 Mar, já depois de ter angariado prémios na Catalunya - Festival Cine de Sitges e em França - Fantastic´Arts festival of Gérardmer.
Opinião pessoal sobre o filme:

A simulação de realismo está quase perfeita. E digo quase porque não compreendo como é que numa situação de vida ou morte o camaraman continua sempre a filmar sem se sentir incomodado por transportar aquele objecto para todo o lado e nas situações mais estranhas possíveis.

Mas por outro lado o realismo é tanto que o filme não pára de tremer cada vez que o camaraman e a reporter sobem e descem escadas! Só vos digo, acabei o filme com uma valente dor de cabeça por a imagem não parar quieta.

De resto não é um filme previsivel, as situações vão-nos surpreendendo, especialmente as cenas finais em que a luz da câmara deixa de funcionar e vemos as restantes imagens através da visão noturna da câmara de video.

O que já se esperava:

O que já se esperava é que os americanos fossem logo fazer um remake deste REC espanhol. Ah pois é!! Os americanos estão piores que os chineses com esta mania de roubar a ideia aos outros e depois venderem-na com melhor imagem, mais efeitos especiais, com linguagem mais universal, etc etc... Invejosos!! não podem ver nada que também querem logo a mesma coisa. E onde andam os direitos de autor???? Ó faz favor, estes americanos não podem ser multados!!??

Enfim... O REC americano chama-se QUARANTINE e estreia em Outono 2008. Segundo parece é uma cópia fiel do filme espanhol mas começa de maneira diferente: de trás para a frente. Ou seja, no Quarantine entram no edificio já depois do massacre e encontram a câmara de filmar com todo o REC :-)


Aqui ficam alguns videos relacionados:

REC - TRAILER




QUARANTINE - TRAILER




REACÇÃO DO PÚBLICO




VISÃO NOTURNA [REC] - versão italiana


05 maio 2008

GÉNERO DOCUMENTÁRIO no IndieLisboa 2008


O documentário tem ganho cada vez mais adeptos, quer por parte dos realizadores, quer por parte do público. Há até documentário tão comercial quanto os filmes a metro americanos, como é o caso dos trabalhos de Michael Moore. Portanto quase arrisco a dizer que há documentário alternativo ou europeu, e documentário comercial ou americano.


Hoje em dia já é comum ver salas de cinemas cheias onde passam os tais documentários mais comerciais, e verificar que os clubes de video já possuem um stock maior de cinema do real (o mooxuu então, está de parabéns). As televisões portuguesas, especialmente a RTP 2, promovem bastante o documentário, inclusive o nacional, embora ainda continue a passar muitos docs (antiquíssimos) do canal Odisseia e Discovery Chanel.


Conforme informa a Wikipédia: "Documentário é um género cinematográfico que se caracteriza pelo compromisso com a exploração da realidade. Mas dessa afirmação não se deve deduzir que ele represente a realidade «tal como ela é». O documentário, assim como o cinema de ficção, é uma representação parcial e subjectiva da realidade."


Ou seja, não creia cegamente em tudo o que assiste num doc. Até aqui é possivel manipular o consumidor e deturpar a verdade dos factos através dos cortes estratégicos e das montagens engenhosas.


Mas o Doc é um mundo. Até há Doc hibrido: documentário ficcionado ao qual se costuma chamar docuficção, e documentário de expedição que acontece como uma reportagem in loco.


Esta febre do Doc em preterimento do Cinema de Ficção inunda tudo. No Indie, por exemplo, conseguimos nitidamente verificar que os filmes presentes neste festival são na sua grande maioria documentários.


Na secção IndieMusic e Director´s Cut é mais do que normal que assim seja. São secções dedicadas à temática Música e Sétima Arte dai que o mais natural é depararmo-nos com Doc Biográfico ou Doc Histórico.


Mas achei engraçado quase todas as longas do Observatório serem documentários, ou semi-documentários. E até pensei... Com um bocadinho de sorte ainda vou conseguir ver os filmes que perdi no Indie, em Outubro, no DocLisboa 2008 :-) Isso é que era fixe!! Ou então, como França esteve em força nesta 5ª edição do Indie, quem sabe se, na Festa do Cinema Francês, não sou bafejada pela sorte e surge uma nova oportunidade de poder ver o que não vi.


Enfim... a esperança é a última a morrer... Que azar o meu, ser contabilista e nesta altura do ano ter tão pouco tempo para assistir a Festivais :-(((


GÉNERO DOC nas secções do Indie:


LONGAS-METRAGENS:


Secção Competição Internacional - EL ASALTANTE (Argentina 2007); THE MOTHER (Suiça 2007)


Secção Observatório - Quase todos os filmes - Destaque JUIZO (Brasil 2007)



Secção Laboratório - BUT STILL (Alemanha 2006); PIC-NIC (Espanha 2007)


Secção Competição Nacional - ÁLVARO LAPA (2007); O LAR (2007); VIA DE ACESSO (2008)


Secção Heroi Indep. - José Luis Guerín (Espanha) - INNISFREE (1990); EN CONSTRUTION (2001); UNAS FOTOS EN LA CIDAD DE SILVIA (2007)



Secção IndieMusic e Director´s Cut - Quase todos os filmes