17 janeiro 2009

AZEVIAS DE GRÃO E AMÊNDOA (aliança Bimby e Actifry)


Nem sei o que vos diga! Bons são, todos os dias. No próprio dia, no dia seguinte, ao fim de 2 ou 3 dias, são divinais.

Não se parecem com as triviais azevias. Falta-lhes o óleo, o açúcar e canela por fora. Mas na minha opinião e na opinião de várias pessoas, são incomparáveis mas melhores. Não enjoam, não engordam e contém imensa fibra (levam grão integral e amêndoa integral)!

Ora vamos lá à receita,

A massa é a dos pasteis de massa tenra (ver aqui ).

O recheio é adaptado do forum bimby:
  • Grão - quantidade equivalente a 1 lata grande
  • Água - 120 grs
  • Açúcar Amarelo - 300 grs
  • Amêndoa com pele - 70 grs
  • Raspa de 1 tangerina
  • Raspa de 1 limão
  • 3 gemas
  • Canela q.b.
  • Sal (pitada)

Preparo:

Demolhar o grão biológico durante 24 horas. Cozer no cesto, sem sal, durante 45 minutos, temperatura 100º, velocidade 4. Retirar a água do copo e triturar o grão com casca, até ficar puré. Reservar.

Triturar as amêndoas com pele e reservar junto com o puré de grão. Pese a água e o açúcar no copo, programe 10 minutos, temperatura Varoma, velocidade 1 e meio.

Junte o grão, a amêndoa e a pitada de sal, misture mais 1 ou 2 minutos na velocidade 4. Deite o preparado para uma tijela. Bata as 3 gemas à parte e deite na mistura. Povilhe com raspa de tangerina e limão, mais canela.

Estique a massa tenra, deposite 1 colher de recheio e povilhe generosamente com canela (se é gulosa, povilhe também com açúcar em pó). Dobre e corte com uma chávena ao contrário. Leve a assar na Actifry. Convém aquecer a Actifry uns 3 minutos antes de começar.

Informo que os pasteis são algo secos. Lembram queijadas de feijão. Nota-se mais o doce se comidos frios. Vão bem com chá e com café.

16 comentários:

  1. Tu andas mesmo viciada na actifry!
    Só te falta lá fazer sopa... se resto já experimentaste quase tudo!
    Adorei as azevias!

    ResponderEliminar
  2. Olha que nunca se sabe!

    Sopa é uma óptima ideia :-)) (não te assustes, estou a brincar).

    Mas a brincar, a brincar... Nunca se sabe o que se pode esperar LOL

    ResponderEliminar
  3. Rute, se estas delícias não engordam e contém fibra, não me escapam! (feitas no forninho...por enquanto). E onde encontraste tu o grão e amêndoa integral? Ervanária?

    ResponderEliminar
  4. Amiga Mary,

    A palavra integral vem da utilização integral do grão ou da amêndoa.

    Ou seja, na receita do forum bimby, dizem para descascar o grão depois de cozinho. Mas eu não fiz isso porque dá trabalho e é desperdicio. Triturei o grão cozido na integra (daí a palavra integral).

    A amêndoa costumo comprar no Mercado biológico de Oeiras. Mas já vi em vários supermercados amêndoa com casca a granel. Claro que a casca grossa não utilizei, essa foi para a compostagem. Agora a pele castanho escura que a amêndoa tem, não tirei. Ou seja, triturei a amêndoa sem pelar.

    Também encontras no mercado amêndoa já descascada mas com pele. O pingo doce tem, por ex.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. Credo, afinal era isso...também achei estranho...ai que lerdazita que eu ando!
    Pronto, integral é igual a inteiro.
    Certo, obg. (até corei)!

    ResponderEliminar
  6. Não há necessidade disso (de corar)!

    É natural que não tenhas apreendido à primeira pois não estás familarizada com estes termos mais "vegetarianos".

    Se tiveres tempo, lê este artigo:
    http://publicarparapartilhar.blogspot.com/2008/12/os-6-rs-artigo-do-jornal-gora-sobre-o-3.html

    Podes ir pelo link, ou podes descer até ao fim da página do blog.

    Lá falo sobre essa questão da integralidade dos alimentos. A importância que tem para o ambiente e não só.

    ResponderEliminar
  7. Já li o teu artigo, é muito pedagógico! Gostei da dica das embalagens familiares!
    E (agora fora do contexto), se aquela rapariga és tu, és bem diferente do que eu imaginava! Imaginava-te tipo dondoca (daquelas que vão ao cabeleireiro todos os dias) com o cabelo armado cheio de laca! Não sei porquê...afinal pareces uma pessoa normal, que alívio! Ha,ha,ha! Desculpa mas tive de reinar! Beijinhos e obrigada pela tua paciência (e sabedoria)! :)

    ResponderEliminar
  8. Ah Ah Ah Ah Ah Ah Ah Ah Ah!
    Não consigo parar de rir! Eu, dondoca!!!

    Raramente vou ao cabeleireiro (só mesmo para cortar). O meu cabelo é liso, super comprido e não aguenta penteado algum (nem com laca, nem sem laca).

    Sou a pessoa mais simples que existe ao cimo da terra. A minha casa então é super minimalista.

    E tu como és? Bota lá uma foto no teu blog para eu ver ;-)

    ResponderEliminar
  9. Então, um dia encontramo-nos todas para uma visita guiada a esses locais de produtos biológicos que tu e borboleta tanto referem! É só marcar! Eu tb sou simples, nãem uso maquilhagem, sou vulgar (acho eu). Enfim...
    Gostei da sandes de tofu, ideal para levar para o trabalho. Bj :)

    ResponderEliminar
  10. Adoro as tuas invenções na Actifry!!
    Essas azevias ficaram um espanto, é coisa que adoro!!

    ResponderEliminar
  11. Isabel,

    acabei de fazer azevias de abóbora com côco! Mais cedo ou mais tarde publico.

    "Eu tenho 2 amores, mas não tenho a certeza de qual eu gosto mais, se de azevias de grão, se de azevias de abóbora" ah ah ah ah :-))))))))))

    Toca a experimentar na tua Actifry!
    ___________________________________

    Mary,

    acho uma excelente ideia, essa dum encontro de bloguers.

    Até amanhã, boa noite ;-))

    ResponderEliminar
  12. Ai... rapariga o que foste fazer!!!

    Azevias... de grão!!!

    Mas que maravilha...

    E feitos na actifry ainda melhor!

    ResponderEliminar
  13. Nunca pensei que este post tivesse tanto sucesso!!

    Mas já me apercebi que vocês comentam mais as coisas doces (gulosas!!!!!).

    Beijinho CSS.

    ResponderEliminar
  14. Como eu não tenho essa maravilhosa máquina,como as deverei cozer?

    ResponderEliminar
  15. Lurdes, bem-vinda.

    Estas azevias podem ser confeccionadas no forno a 220 graus.

    ResponderEliminar