14 março 2009

CONTABILOMETRIA DOMÉSTICA


Se há coisa que me preocupa, cada vez que compro uma máquina nova, é o aumento do consumo de electricidade. Como sou contabilista e os números correm-me nas veias... é-me inevitável elaborar uma certa estatistica de evolução dos valores com análise do impacto das soluções escolhidas, por mim, para evitar o aumento dos Quilowatts-hora (Kwh).

Isto até é relativamente fácil porque tenho factura anual, com mensalidades iguais todos os meses e acerto de total de ano na factura final.

DADOS ESTATÍSTICOS:
  • Ano 2006 - Consumo 2058 Kwh - Vl Anual Págo 310,93 €
  • Ano 2007 - Consumo 1963 Kwh - Vl Anual Págo 307,75 €
  • Ano 2008 - Consumo 2132 Kwh - Vl Anual Págo 303,50 €

EXPLICAÇÃO:

De 2006 para 2007 e de 2007 para 2008 era esperada um subida considerável no nosso consumo uma vez que passámos a estar mais em casa à noite em 2007, e em 2008, adquiri o desidratador em JULHO, a actifry e o esquentador eléctrico em NOVEMBRO.

No entanto graças a algumas soluções ecológicas (entre outras) foi possivel equilibrar o consumo anual sem notar grandes oscilações quer a nível de Kwh, quer a nível monetário.

SOLUÇÕES:

  • Colocação de Vidros Duplos e Estóres Térmicos com estirador
  • Congelador desligado há 2 anos que se mantém até agora
  • Forno Solar utilizado na Primavera e Verão
  • Substituição de lâmpadas normais por lâmpadas economizadoras
  • Mudança para tarifa bi-horária apartir de JUL/08

Os vidros duplos aumentaram o isolamento da casa em termos de ar e ruído. Mas foram os estores térmicos que trouxeram uma climatização mais amena à habitação. Este é um sistema de climatização passiva que não utiliza energia para refrigerar ou aquecer a casa.

Optei ainda por estores de estirador que são projectáveis para a frente, premitindo à janela ter luz tendo sombra ao mesmo tempo.Resultado, no Verão não há necessidade de ventoinhas ou ar condicionado, no Inverno dispensa-se o aquecedor.

Quanto ao congelador constatei que pelo facto de ter-me tornado maioritáriamente vegetariana, não necessitava de produtos congelados, até porque frutas e vegetais prefiro-os frescos. Tudo o resto utilizo produtos secos (desidratados).

O forno solar é óptimo para cozer leguminosas, por ex. Algo que demora tempo ao lume ou na bimby (menos gás/electricidade).

Tarifa bi-horária ver aqui . Horas de vazio mais baratas em Kwh mas mais caro o aluguer de contador. Ou seja, paga-se mais 2,58 euros por mês de aluguer mas cada kwh dentro das horas de vazio é 50% mais barato.

CONSIDERAÇÕES FINAIS:
  • Bimby - Potência 1.000 w a 1.500 w (1,5 Kw)
  • Desidratador Excalibur - Potência 400 w (0,4 Kw)
  • Actifry - Potência 1.400 w (1,4 Kw)
  • Esquentador Eléctrico - Potência 3.000 w (3 Kw)

A ver vamos como corre o ano 2009! O que vale é que o esquentador eléctrico é para desligar daqui a uns meses. No tempo quente basta-me o esquentador a gás.

O que tenho programado para este ano é trocar de frigorifico e máq de lavar roupa. Vou optar por electrodomésticos A++.

7 comentários:

  1. Pois é...sem congelador é que não consigo passar...ainda. Forno solar ainda estou a pensar na melhor localização.

    Dá trabalho ser "ecológicamente correcto" não é amiga?...

    ResponderEliminar
  2. Se é Borboleta! Mas é gratificante ao mesmo tempo que é trabalhoso.

    Acabei de chegar da aldeia. Andei a "cavar" de enchada na mão, a retirar as ervas das plantas da batata.

    E lá as deixei liiiindas que até dá gosto ver.

    ResponderEliminar
  3. Pois é..os numeros correm mesmo nas tuas veias!!
    Por acaso quando comprei a Bimby a minha 1ªpergunta á demonstradora foi sobre o consumo de electricidade...!

    ResponderEliminar
  4. Na minha situação cheguei à conclusão que o bi-horário não rentabilizava o suficiente porque tenho que me deitar cedo porque me levanto também muito cedo, depois também depende dos anos, aquecedores não preciso, a minha casa é quentinha, mas este ano gastei mais porque utilizei a máquina de secar roupa muitas vezes porque houve muita chuva. São duas crianças, é impossível diminuir a roupa! No final do ano quando vier o acerto logo se vê...

    ResponderEliminar
  5. Pois é Marina, convém mesmo estar atenta aos consumos porque rapidamente nos habituamos a ter tudo electrico e depois é que são elas!
    __________________________________

    Suzi,

    eu tento maximizar o bi-horário mais ao fds (lavar roupas, secar,...).

    Mas só comecei a ter bi-horário apartir do momento que comprei o desidratador. Uma vez que para desidratar são necessárias várias horas e geralmente deixo a trabalhar durante a noite.

    E agora tenho o germinador que também liga automáticamente de x horas em x horas, apanhado o horário noturno.

    Caso contrário também não compensava. No entanto, há 2 ciclos no bi-horário. E podias ter optado pelo ciclo diário no qual as horas de vazio começam às 22h e terminam às 8 h.

    Eu optei pelo ciclo semanal.

    ResponderEliminar
  6. Uau!

    Isto é que é poupar o ambiente e na carteira!

    Lá em casa, também fazemos um pouco para se poupar na electricidade,com as diferentes máquinas, e com as lâmpadas económicas.

    Adorei a tua contabilidade ecológica!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Obrigada Claúdia.

    Se visses o meu forno solar então é que dizias UAUUUUUUUUUUUUUUU!

    Pena não conseguir utilizar durante todo o ano. Aí é que era poupar electricidade!

    ResponderEliminar