25 março 2009

SCIENTIFIC EXPERIENCE REPORT EPISODE 4:

OBJECTIVE: Wheat Grass and WG Juice

(Relva de Trigo e Sumo de Clorofila)


ARTIGO RELACIONADO:

Sumo de Frutas e Vegetais com Clorofila

Desde os anos 60 que a relva de trigo é considerada um SUPER ALIMENTO. Também chamada de:

  • grama ou capim de trigo (Brasileiro),
  • wheatgrass (Inglês);
  • e herbe de blé (Francês).

Os beneficios do sumo (suco/juice/jus) de clorofila ou do pó de clorofila são imensos. Deixo um link para os mais curiosos se instruirem (aqui).

O meu objectivo foi atingido. Consegui germinar trigo até relva, tendo a preocupação de nos últimos dias de germinação colocá-lo várias vezes na claridade (sol indirecto) por forma a obter mais clorofila (capacidade que as plantas têm de transformar a luz do sol em alimento).

Para iniciar, o trigo esteve de molho durante 1 noite (8 horas). De seguida foi escolhido e colocado no Easygreen. Demorou bastantes dias a ficar com uma relva desta altura (talvez mais de 12 dias - perdi a conta).

Hoje de manhã, foi cortar a relva com a faca electrica (quase parecia um lenhador com motoserra) e preparei um sumo de laranja, maçã e relva de trigo. Tomei em jejum. Convém não deixar oxidar a fruta antes de centrifugar. Assim como é importante não deixar oxidar o sumo após centrifugação. Portanto, nada de guardar sumo no frigorifico!!

Gostei imenso do sabor. Vou repetir mais vezes este elixir da juventude. Para já não há efeitos secundários :-)) Nem sequer me transformei no HULK nem nada :-)) Tá-se bem!!

A última foto é o tapete de relva cortada que ficou. É interessante verificar as raizes de trigo limpinhas. Vou contactar os clubes de futebol para ver se precisam de relvado nos estádios (ah ah ah). Nunca se sabe se não faço negócio (relvado biologico)!

33 comentários:

  1. Adorava testar esse suminho, mas só dá com relva proveniente do germinador? Há alternativas?

    ResponderEliminar
  2. Sim, há alternativas. Vê o artigo relacionado.

    Todos os legumes de folha verde têm clorofila. Eu por vezes faço com couve, outras vezes faço com espinafres ou acelgas...

    Mas a clorofila real é a da relva de trigo germinada assim em estufa.

    Um dia, até aqui em Portugal, isto vai-se generalizar. Em muitos países já há locais de venda de sumo de clorifila acaba de "espremer".

    ResponderEliminar
  3. Bom não sei se já sabes mas eu sou do sporting :-)
    Adorei o sumo. Provaste a relva de trigo antes de fazeres o sumo? Sabe a trigo?
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Bem tu não paras!!!!
    Já sabes que adoro sumos,e esse está demais! Beijocas.

    ResponderEliminar
  5. Este post só seria possível nest blog! :)

    Que sumo fantástico. :) :) :)

    ResponderEliminar
  6. Sandra...provar a relva de trigo, humm...tu és um perigo a dar ideias :-))

    Por acaso não lembrei de provar a relva, mas deve ser amarga. O que adocicou foi a maçã e a laranja. O sumo fica muito saboroso (agridoce).
    ___________________________________

    Cinha,

    se tivesses um germinador automático Easygreen ias ver como ficava a tua cozinha! A minha está apertadíssima :-(((

    Mas sabe-me tão bem estas experiências. Sem elas a vida seria SO BORING!!!

    Não consigo ter o cerebro quieto!

    ResponderEliminar
  7. Gasparzinha,

    Vai um suminho de clorofila?
    Faz com espinafres, também dá! Se tens centrifugadora, tudo é possivel.

    ResponderEliminar
  8. E se este trigo for colocado numa estufazinha pequenina? Será que funciona? Ou é só mesmo no Easygreen? Bjs

    ResponderEliminar
  9. Uau!!!
    O que tu descobres!

    Olha, desculpa voltar ao tema do outro dia aqui neste post, mas acho que vais gostar do conteúdo deste post da Paula
    http://aprendersemescola.blogspot.com/2009/03/ensino-domestico-economia-solidaria-e.html

    Que tal começarmos a implementar algo assim por cá?

    Outro assunto: em relação ao desafio da foto, ainda não respondi até agora, porque eu acho muito interessante todas estas formas de promovermos a divulgação de outros blogs, mas como os que eu conheço de alguma forma já os nomeei noutros prémios e selos, cada vez se torna mais difícil para mim não ser repetitiva e arranjar mais outros 8 blogs a quem passar os desafios, selos, etc. Os últimos 4 que nomeei já nem me ligaram nenhuma!
    Ainda vou ver o que fazer, para já muito obrigada por teres pensado em mim!!!

    Beijinhos
    Isabel

    ResponderEliminar
  10. Sim dá, Suzi. Dá numa estufa. Assim como dá num terreno. O único problema é a contaminação.

    Uma vez que esta relva de trigo tem de estar livre de bactérias e etc...

    Não quer dizer q a minha relva de trigo esteja imaculada mas pelo menos o ar que entra dentro do EasyGreen é filtrado, a água é purificada (máquina de osmose), o trigo é biológico...

    Mas já vi fotos de pessoas que cultivam o trigo num pedacinho de terreno e depois apanham para fazer sumo. Procura na net em várias linguas e no google imagem.
    ___________________________________

    Isabel,

    eu já li esse artigo da Paula!!! 2 vezes!! Só ainda não tive oportunidade de comentar. Fiquei maravilhada com a existência de sistemas assim. E com vontade de ter um sistema desses por perto.

    Por cá, só temos mesmo os centros comunitários mas não funcionam deste modo. Temos de falar sobre isto no tal almocinho a combinar brevemente.

    Quanto ao desafio, não és obrigada a nada. E nem precisas de nomear ninguém (percebo a tua dificuldade).

    Podes fazer como a Pequete, ou então deixar para mais tarde. Para quando conheceres mais blogs interessantes.

    Beijinhos a ambas, Suzi e Isabel.

    ResponderEliminar
  11. Rute, quando ouvimos/lemos sumo de relva, hummmmmmmmm, não soa lá muito bem.

    Acredito, que seja bom, algo me diz, que brevemente num almoço irei provar, tenho cá um bichinho.

    Já agora, outra máquina mulher, qualquer dia, deitas a parede da sala para teres mais espaço.
    Bjcas

    ResponderEliminar
  12. Boa noite...
    Eu até estou de boca aberta...só a tua cabeça para pensar num sumo destes!!!
    De qualquer maneira vou por uma cunha la no futebol dos miudos....para seres tu a fornecer o proximo tapete!!!AHAHAHHA
    Beijos

    ResponderEliminar
  13. Impressionante, as coisas que eu aprendo por aqui :) Há quem fume/coma relva e há quem a beba he he

    ResponderEliminar
  14. Boa noite a todas,

    andava eu a visitar blogs quando vi chegar os vossos comments!

    Claro que me ri com eles né!

    Nani, fui conhecer o teu blog. Apeteceu-me umas fatias daqueles bolos...(deliciosos). Um bolo ia bem, com cházinho de clorofila :-)

    Margarida, tens coragem de testar um suminho destes??? Págo para ver!

    Marina, se conseguires vender o tapete de relva, dou-te comissão ;-)

    Ameixa, juro que não sou a única que bebo "relva". Há mais malucos pelo mundo fora. Ao que parece esta "cena" faz mesmo bem. A mim ainda não fez bem, nem mal, a ver vamos se amanhã cá estou para publicar (ah ah ah).

    Good night, sleep tight, don´t let the bedbugs bite you tonight ;-)

    ResponderEliminar
  15. Rute,
    Agora deixaste com uma pulga atrás da orelha, já me estas a pedir coragem, hummmmmmmmm.

    Posso pedir um favor a todas as pessoas que vistam o teu blog, uma receita de folar da pascoa, rápida de fazer e bastante gostosa.

    ResponderEliminar
  16. Bom dia,

    vai ao blog da Belinha, ela publicou um folar de Páscoa há pouco tempo:

    http://receitinhasdabelinhagulosa.blogspot.com/2009/03/folar-na-mfp-passo-passo.html

    Beijinhos Corajosa :-))

    ResponderEliminar
  17. Rute, já está publicada a 6ª foto, seguindo os teus conselhos, podes ir ver! :)
    Beijinhos!!!

    ResponderEliminar
  18. Gosto imenso de vir aqui, mas é a primeira vez que comento.
    Vivo num apartamento e infeliamente existem muitas coisas que não posso fazer, mas tenho esperança que um dia que tenha o meu jardim, possa comprar um aproveitador de águas pluviais ( e ficaria a falar disto eternamente) e uma caixa de compostagem.
    Até lá faço os possíveis para levar a minha vidinh, mais ou menos saudável, até porque tenho 2 filhos que são o mais importante para mim.
    Compro quase sempre legumes de origem biológica, até encontrei uma marca de comida de bebé pronta que usa produtos certificados ( às vezes dá jeito ter em casa). Infelizmente em Portugal, muito pouco se faz pela nossa saúde e custa tão pouco mudar 1 ou 2 hábitos e a longo prazo o resultado e fantástico.
    Enfim, isto já vai longo, yudo para lhe dizer que comprei numa ervanária, linhaça em pó, para começar a colocar na sopa. Já usei uma vez farelo, nas sopas da minha filha, quando ela andava obstipada e evitei muitas vezes clisteres e supositórios.
    Continue com este excelente blog, que eu virei visitar mais vezes.

    ResponderEliminar
  19. Isabel,

    já lá fui e deixei 3 comentários/testamentos. Vou ao teu blog e perco-me no tempo...

    Amei a ideia de pintar uma árvore dentro de casa. Vou responder-te a esta ideia com um post (talvez hoje).
    ___________________________________

    RJ,

    fico tão contente quando as visitas silenciosas comentam no blog.

    Obrigada por ter partilhado connosco qual o estilo de vida que tem, o que ambiciona em termos ambientais, e por aí fora...

    Como já deve ter visto, também eu vivo limitada ao meu apartamento. Mas mesmo assim, é possivel fazer muito. Ter uma horta de varanda, porque não? Tem varanda?

    Chegada a Primavera é natural que os artigos deste blog mudem um bocadinho de rumo (deixando a culinária). Espero nesta altura poder contar com ideias suas (ideias partilhadas).

    Obrigada mais uma vez.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  20. A varanda que tenho está fechada e ocupada pela minha cadela de 25 kilos :)

    ResponderEliminar
  21. Pois...assim é mais complicado :-)

    E um EasyGreen? É uma MikroFarm :-)

    Eu tenho andado seriamente a pensar numa solução ecologica para o meu apartamento: Um painel solar no telhado do prédio.

    Tive uma reunião com uma empresa q coloca paineis e disseram-me que é possivel. Só preciso de pedir autorização à Câmara e ao Condominio.

    Mas fica bastante cáro!

    ResponderEliminar
  22. Fica caro e nem toda a gente está para isso infelizmente.
    Cá no prédio é igual, somos um prédio de 3º andar com esq e drt, mas muitos inquilinos são já pessoas de idade a quem estas coisas do ambiente não passam de "modernices".
    O plano era, mesmo que não conseguissemos instalar este ano, aumentava-se um pouco mais a mensalidade do condomínio e no ano seguinte podia ser com conseguissemos. Nada feito...
    Num país com tantas horas de sol é um verdadeiro desperdício, já para não falar da utilização de água doce e potável para o autoclismo ( lá vem a minha ideia dos reservatórios de águas pluviais).
    Easygreen não conhecia.
    É com alguma vergonha que digo que só depois do nascimento do meu segundo filho é que a minha veia ambientalista veio mais ao de cima, pois nem fazia grande reciclagem. Mas mais vale tarde do que nunca.
    Ainda utilizo as fraldas descartáveis por uma questão de higiene, é que o meu piolhito consegue sempre fazer xixi para fora em todas as fraldas que não sejam dodot, mas já aboli as toalhitas descartáveis cá de casa e utilizamos agora toalhitas de pano.
    Para a lavagem de roupa já ouvi falar da okoball, não sei se será boa.

    ResponderEliminar
  23. Ok...

    Fiquei muito intrigada quando li o título do post e mesmo quando vi as fotos...

    Hei-de ver no vegan aqui perto se têm algum sumo que leve a erva de trigo.

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  24. Olha, no meu prédio colocar painéis solares.. ahahahaha... só gostam de investir em coisas que dêem nas vistas aos outros vizinhos como abertura de porta com código, por exemplo, mas isso de poupar e da ecologia está fora daquelas mentalidadezinhas... E acredita que não vivem com dificuldades, pelo contrário... Mas é mesmo assim, ainda estou pra ver um prédio onde todos estejam de acordo!

    ResponderEliminar
  25. Nem me falem em administração de condominio porque é mesmo o meu calcanhar de Aquiles!

    Há 3 anos atrás, calhou-me ser administradora de condominio...

    Eu toda satisfeita porque como tenho grande consciência comunitária julguei ser possivel utilizar aquela máxima: A união faz a força!

    Foi a pior experiência da minha vida:

    1º As pessoas começaram a exigir imenso de mim como se eu fosse pága para servir o prédio (não recebi um tostão);

    2º Depois batiam à minha porta para informar sobre qualquer avaria ou efectuar pagamento, mas aproveitavam para ficar horas a dizer mal uns dos outros;

    3º As reuniões de condominio eram e continuam a ser um tormento. Só estão bem em conflito permanente!

    Por várias vezes tive de apelar à consciência de cada um, com circulares e alguns discursos (sempre com muita diplomacia).

    Uns porque não apareciam nas reuniões, outros porque não págavam as mensalidades, outros porque eram incapazes de mudar uma lâmpada (era mais prático bater à minha porta), outros porque exortavam-se mutuamente com escritos em mau português afixados por toda a escada.

    É surreal o número de pessoas que não tem, absolutamente, nenhuma consciência do que é uma administração de condominio!!

    Os condóminos entram, saem do prédio, utilizam o elevador, gostam de ter a escada limpa, se houver um sinistro gostam q o seguro pague mas não sabem que:

    Tudo isto se pága com o dinheiro das mensalidades;

    Que se ninguém for às reuniões anuais e ninguém tomar decisões, nada se faz;

    Que se todos deixarem de pagar ou pagarem tarde e a más horas, é possivel que a EDP e a SMAS cortem os consumos. Assim como a empresa q limpa a escada, por não ser pága, deixa de efectuar o serviço;

    E que os administradores internos, gratuitos, não são criados de ninguém. Todos têm uma familia para cuidar, para além dum trabalho diário. Não são págos para administrar o condominio e ainda gastam telefonemas do próprio bolso.

    Enfim, já desabafei! Pronto!
    Desculpem lá.
    Como é um trauma recente ainda estou a sarar as feridas ;-)

    ResponderEliminar
  26. Este ano somos nós os administradores...

    ResponderEliminar
  27. É impressionante as coisas que tu descobres, mas suminho de relva é um pouco estranho, se não visse nem acreditava.
    Bjos

    ResponderEliminar
  28. RJ, até é provavel que tenhas sorte e que ser Administradora do teu condominio não seja tão penoso como foi para mim. Visto ser um prédio pequeno.

    O prédio onde vivo tem 6 andares, 4 apartamentos por andar. Em cada reunião lutamos para conseguir pelo menos 50% das presenças.

    Nos 2 anos que fui administradora, fartei-me de avisar que mesmo que o condómino não pudesse vir à reunião anual, pelo menos, que nomeasse representante para contar para voto.

    Depois aconteceu-me um caso inacreditável. Uma vizinha por duas vezes veio falar comigo, à noite, durante 1 hora cada vez, a dizer que como não podia estar na reunião que me ia nomear a mim para a representar no voto, mas que tinha um pedido a fazer: Se eu não me importava de lhe fazer a carta de representação.

    Ok, fiz, deixei no correio dela para ser assinada e devolvida... Estou à espera da carta assinada até hoje.

    Depois da reunião, quando eu lhe perguntei, disse-me: Eu e o meu marido, depois de termos o papel achámos melhor não deixar representante!!

    Estas pessoas andam a gozar com a tropa (só pode)! São totalmente inconsequentes e inconscientes. O ser humano desilude-me muito...

    ResponderEliminar
  29. Isabelocas,

    mas até é estranho que na Alemanha nunca tenhas ouvido falar de Sumo de clorofila ou de clorofila em pó.

    É um sumo bastante divulgado além fronteiras. Mas penso que tem origem asiática... Medicina chinesa ou algo do género. Procura no Youtube: Wheatgrass Juice.

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  30. Eu sou mais maternal em relação ao ser humano: pobres de nós, andámos na escola :), em pequenos acham-nos muita piada, mas não ligam nenhuma ao que nós sabemos, gostamos, queremos, e a partir daí é só a somar um sem número de descréditos; apesar de tudo, muitos ainda acabam por sair da filinha e pensar por si próprios e fazer algumas coisas e mudar algo! Muitos com ajuda, não interessa, o que interessa é fazermos algo em direcção à redescoberta da criança que somos. Mas se nos viramos uns contra os outros, isto nunca vai ser nuito fácil. No entanto, realmente às vezes, haja paciência, já não se sabe como lidar com certas pessoas. A técnica que eu aprendi e que me dá mais jeito usar (porque é a que melhor funciona para mim), é: um bocadinho de firmeza para não alimentar desequilíbrios (tipo espíritos de vítima, chantagens e coisas que tal) e ao mesmo tempo um bocadinho de suavidade e um sentimento de que todos somos uma vida única muito multifacetada, o que me ajuda a distanciar um pouco e não cair no "coitadinho, precisa de ajuda" e ao mesmo tempo perceber qual a melhor ajuda que posso oferecer. Embora quando consigo aplicar isto funcione mesmo é um pouco difícil para mim a parte da firmeza, porque às vezes não tenho a necessária (é um dos meus pontos fracos, com um certo choradinho ou esperteza levam-me à certa :) ); vá, mas já estou melhor e já tenho uns casos de sucesso! :)
    Beijinhos (estas tuas reflexões são muito motivantes para me pôr aqui à conversa...)
    Isabel

    ResponderEliminar
  31. Eu para me pôr à conversa também não preciso de muito, desde que seja com pessoas com conteúdo.

    Ainda agora fui almoçar com uma amiga... falámos tanto que venho cansada de falar. Mas também ouvi hein. Ela é cá das minhas, fala fala fala...

    Mas foram sobre outros temas...

    Pegando na tua deixa "coitadinho, precisa de ajuda", tudo tem o seu limite. Gosto de ajudar mas quando vejo que a pessoa não se ajuda a si própria/o, grito ALTO!

    Voltando ao condominio, uma vez q sou contabilista não me custava nada continuar a ser administradora, caso se tratasse só de números, pagamentos e manutenção.

    Agora págam (ou pagamos) 100 euros por mês a uma empresa mais uma data de despesas que eles inventam entre fotocopias, correio, telefonemas e etc... para verem o que é bom para a tosse.

    Gostava muito de contribuir para a comunidade, pois gostava, mas assim não.

    Tal como a RJ e a Suzi, gostava de implementar cá várias soluções ecologicas. O dinheiro q se pága à empresa de administração em 2 ou 3 anos pagava o painel solar para termos electricidade à borla.

    Já estou como SARAMAGO: Estão cegos? Não vêem o óbvio! Recomendo um Ensaio sobre a Cegueira!!!! Por falar nisto vou deixar um link para a Isabel Matos:

    http://publicarparapartilhar.blogspot.com/2008/11/ensaio-sobre-cegueira-onde-saramago.html

    (quem me viu e quem me vê, aqui toda activista a discursar sobre problemas sociológicos ah ah ah)

    ResponderEliminar
  32. Eu já li o Ensaio Sobre a Cegueira (confesso que o meu preferido é o Memorial do Convento...), mas vou já ver o teu post...
    Beijinhos
    Isabel

    ResponderEliminar