03 julho 2009

NAAN BREAD OF COCONUT MILK KEFIR

Conheço os grãos de kéfir há muitos anos, mas pelos vistos não tinha conhecimento suficiente para perceber a importância desta colónia de lactobacilos e leveduras.

Sempre achei que ter grãos de kéfir era como ter um animal doméstico que nos limita um pouco a vida na altura de ir de férias ou quando não temos tempo, nem paciência para tomar conta "dele". Dai que nunca tive kéfir em casa.

Mais uma vez vou referir o livro que abriu os meus horizontes:
WILD FERMENTATION. Onde mostra que a flôr de kéfir é adaptável a tudo e não limita ninguém, uma vez que pode ser congelado ou desidratado podendo esquecê-lo durante uns meses, até haver vontade de voltar à descoberta.

Claro que não me entusiasmou fazer kéfir de leite de vaca, nem kéfir de leite de soja (nããã... muito trivial) mas saber que posso fazer kéfir de outros leites, sumos e águas... é outra atracção! Atracção fatal !

Dai que comecei pelo leite de côco (referido no tal livro). Coloquei os grãos de kéfir em leite de côco, durante 2 dias, dentro dum pote de vidro tapado com pelicula aderente e obtive um "iogurte" de côco (bastante intenso). Achei-o enjoativo para comer só por só mas quando o utilizei para confeccionar Naan Bread, rendi-me.

INGREDIENTES do Pão Naan (Indiano):

250 gr farinha de trigo branca;
1 colher (sobremesa) sal fino;
1 chávena (chá) kéfir de côco;
1 colher de óleo (qualquer).

CONFECÇÃO:

Colocar a farinha e o sal numa tijela. Misturar. Juntar o iogurte e o óleo. Amassar.

Para ser mais fácil de amassar coloque um pouco de óleo na mão. Não junte mais farinha!

Forme a bola, tape a terrina com pelicula aderente e deixe a levedar durante uma noite, dentro de um armário. O kéfir é que vai servir de fermento ao pão.

Na manhã seguinte, divida a massa em 6 porções e com o rolo da massa estique as bolas (c/ ajuda de pouca farinha). Entretanto, coloque uma frigideira ao lume, de preferência de ferro ou anti-aderente, unte com óleo e leve cada bola achatada de pão a cozer na frigideira. Sirva barrado com manteiga.


Pode ainda, assar o pão Naan no forno conforme o video que se segue:

Atenção que a receita do video não é a mesma deste artigo.
O pão Naan de kéfir de côco fica super especial. Um pão achatado, ligeiramente insuflado a saber extraordináriamente bem a côco.
Foi o nosso pequeno almoço mas é um óptimo acompanhamento para receitas indianas.

18 comentários:

  1. O dia castanho já começou? :)

    Esse pão deve ser bom, hein? De aspecto é semelhante ao que se come nos restaurantes de comida indiana, mas com sabor a côco, deve ser nhami, nhami

    fica + achatado depois de preparado, não é? pq na frigideira está bem gordinho!

    qto ao kefir, sabes que eu "estou mto atrás", e ainda me faz um bocado de "comichão". Tens que me dar umas aulinhas... :)

    ResponderEliminar
  2. Rute sempre com novidades.
    Eu gosto muito desse pãozinho, mas com kefir nunca provei.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. ADOROOOO NAAN... ESPECIALMENTEGARLIC NAAN
    BJINHOS***

    ResponderEliminar
  4. Eu e o kefir ainda não fomos apresentados. Já ouvi falar muito das sementinhas mas nunca as vi :)
    Adoro coisas que levam leite de coco, esse naan deve ficar estupendo :)

    ResponderEliminar
  5. Hei-de experimentar este pão, com coco já comi num restaurante indiano, mas assim caseiro não deve ter nada a ver! :)
    Minha amiga ciêntista, tenho recebido emails a perguntar por ti...estou a imaginar-te no teu laboratório, de bata branca, óculos de vidro grossos, rodeada de tubos de ensaio de todas a formas e feitios, rodeada de fumo por todo o lado! Até já!:)

    ResponderEliminar
  6. Posso dizer que adorei?
    É porque adorei mesmo. :) :)

    Mas tb nunca me entusiasmou muito a ideia do kefir...

    Vamos lá pensar no caso.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  7. Eu já tive esse senhor em minha casa, mas para além de me sentir "presa" não sabia destas inovações e não lhe soube dar o devido valor e foi para o Lixo!!!:-( enfim pode ser que volte cá :-)
    Esse pão tem muito bom aspecto.
    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Rute,
    Simplemente delicioso.
    nunca experimentei,kefir mas gostava de experimentar,nei sei a qie sabe??!! mas gostei muito .



    bjs

    ResponderEliminar
  9. Os teus posts são sempre surpreendentes. Nunca tinha ouvido falar de omelete de cola-cao. :D Adorei a ideia.
    Parabéns pela sugestão.
    Susana B.

    ResponderEliminar
  10. Rute,
    Essa coisa do kefir é o mesmo que dá para transformar leite em iogurte? Isto parece uma coisa disparatada, mas acho que já tive disso em casa há muitos anos, mas na altura ainda não me dava muito bem com as culinárias hehehe
    Onde é que se compra?
    Eu adoro pão naan com coentros e estava capaz de experimentar a tua receita, sem o kefir de coco será que resulta com iogurte natural?
    Desculpa isto hoje é só perguntas hehehe
    Beijocas
    Moira

    ResponderEliminar
  11. Olá Moira,

    sim esta coisa do kéfir é o que transforma leite em iogurte.

    Não se compra porque não há à venda. Geralmente como é um "bichinho" que cresce, as pessoas dividem e dão uma parte.

    Penso que resulta com iogurte normal. Vê a receita do video. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  12. Rute já fui ver o video e depois perdi-me no site da Manjula, fiquei fascinada. É que da comida indiana o que mais gosto são exactamente os pratos vegetarianos, e ela tem tanta coisa que eu já tive o previlégio de provar feito por um amigo indiano do meu marido quando estivemos na Alemanha. Quando eu voltar de férias vou fazer um montão de coisas e se não for muito atrevimento peço-te um pouco de kefir quando isso crescer, porque gosto muito de iogurtes feitos com kefir.
    Beijocas e obrigado pela partilha
    Moira

    ResponderEliminar
  13. Rute, já ouvi falar no kéfir, mas não faço idéia de como posso conseguir. Você sabe de que é feito? Eu e meu esposo temos muita vontade de fazer pão sem fermento e o kéfir seria uma ótima maneira.

    Bjus e obrigada desde já

    ResponderEliminar
  14. Moira e Ana,

    quando o meu Kéfir crescer eu posso partilhar convosco. Mas ele vai demorar a crescer pois segundo sei, o kéfir cresce mais em leite de vaca do que noutros líquidos.

    No seu caso, Ana, vou ter de desidratar ele para enviar por correio. Vai demorar mas não falho. Eu envio não se preocupe.

    O ideial seria você conseguir que alguém no Brasil lhe desse um pouquinho. Pergunta para as amigas se elas têm.

    Bjinhos para ambas.

    ResponderEliminar
  15. Oi Rute, conheci o quefir na faculdade sou fomada em tcnologia em alimentos...então trabalhei muito com ele...e não consegui ainda as sementes pra mim...já entrei em contato com os doadores, mas ninguém me respondeu snif snif...

    Fiz aquela sua receita de ratatouille mas vou ter que repetir...porque não deu tempo nem de tirar foto...o povo atacou de uma maneira que só sobrou a minha parte mesmo...vou fazer de novo e aviso você.
    Bjinhus!!!

    ResponderEliminar
  16. Oi Rose, desculpe o atraso na resposta.

    Que experiências você fez com quefir na faculdade??? Quer ensinar pra mim :-))

    Eu também ando em experiências sucessivas. Descobri o mundo do quefir há pouco tempo.

    Minhas "sementinhas" ainda estão pequenas mas assim que crescer posso partilhar com você! Segundo sei, dá para desidratar. Posso enviar seco para o Brasil não?

    Ainda bem que gostou do ratatouille. Não esquece de me avisar quando publicar para eu colocar link na receita ;-) Beijinho.

    ResponderEliminar
  17. Olá minha amiga Rute!

    Irei procurar aqui em Natal se tem alguém que tenha. Acho um pouco difícil de conseguir por aqui, mas vou tentar até porque para você mandar daí de Portugal ficará muito oneroso. Muito obrigada pela gentileza da resposta.

    Grande beijo

    ResponderEliminar
  18. Olá sou a Elsa
    Achei interessante os vossos comentarios sobre o kéfir. agora já temos também cosméticos e produtos de higiene corporal a base de kéfir.
    informações em; kefigel@hotmail.com

    bjs

    ResponderEliminar