02 julho 2009

STARTER DE SORO PARA IOGURTE DE SOJA

Incrivel como é possivel evitar o desperdicio e aumentar o rendimento. Este é um exemplo extraordinário de aproveitamento e food recycling:

A maior parte das pessoas que faz iogurtes (com iogurteira ou pelo método tradicional) utiliza 1 iogurte (da produção anterior) como starter para um novo litro de iogurte. Até há pouco tempo também eu seguia esse processo. Não fosse o livro
WILD FERMENTATION (que não canso de referir) e continuaria a desperdiçar 1 iogurte como starter quando posso utilizar apenas o soro!

Pois é, está aqui a prova documentada! A 1ªfoto é um resto de iogurte a "nadar" em soro. Imagem tipica do fim de 1 litro de iogurte já com 4 dias. A cada dia que passa vai ganhando soro no frigorifico.

Como queria fazer gelado de morango para a
Cassata Tricolor e só tinha este resto de iogurte, pensei assim: -tenho de optar, entre fazer mais iogurte ou fazer gelado. Porém, imediatamente lembrei-me do livro e respondi ao meu pensamento: - não tenho nada de optar. Posso fazer os 2 (iogurte e gelado). Porque para o novo iogurte basta-me o soro!
INGREDIENTES:
  • 1 litro de leite de soja (natural, sem aromas e sem açúcar);
  • 1 copo de soro;
  • 1 colher (sopa) frutose.
CONFECÇÃO:
Aquecer o leite até 40º, juntar a frutose e o soro. Mexer.
Deitar num recipiente de litro (ou em frascos pequenos) previamente escaldados com água a ferver. Incubar durante 10 horas.
De seguida guardar no frigorifico durante 4 horas no minino.
CONSIDERAÇÕES FINAIS:
No meu entender fazer iogurte em recipientes de litro é muito mais prático e rápido. Só tem vantagens, especialmente para aproveitar o soro ;-)
A foto 2 e 3 são do litro de iogurte feito apartir do soro.

24 comentários:

  1. Eu bem digo Rute não páras isso é que inovar! quem diria aproveitar o soro.
    :) bjs

    ResponderEliminar
  2. Nunca me lembraria de tal, mas temos-te a ti para nos dar a conhecer mais uma novidade.Muito obrigada.
    Sem desperdicios, como se quer.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Rute, sempre a aproveitar!

    Eu recomendo sempre que se faça os iogurtes em recipientes de vidro e não de plástico principalmente por motivos de segurança alimentar.
    O processo de fermentação dos iogurtes ocorre num ambiente muito rico em bactérias, pelo que se o fizermos num recipiente de plástico nunca se sabe o que poderá acontecer.

    Não sei se é por fazer sempre em copinhos individuais, se por usar leite de vaca, os meus iogurtes nunca criam assim tanto soro.
    Sò obtenho esse soro todo quando dreno o iogurte para as tofubremesas ou outro fim e aí, como tb sou muito dada a aproveitamentos :), uso o soro para fazer pão, em substituição da água.

    Enfim, mais ideias...

    P.S - Estou neste preciso momento a decidir se é desta que compro o desidratador! :) :) :)

    ResponderEliminar
  4. Olá!
    Eu vou experimentar também a aproveitar o soro para o novo iogurte ;)
    Os meus iogurtes ficam sempre com muito soro... o que sinceramente me desagrada, normalmente antes de os colocar no frio escorro o soro que criaram.

    Achas que guardar esse soro no frigorífico por uns dias (1 semana) não lhe retira a capacidade de criar o novo iogurte?

    ResponderEliminar
  5. Olá a todas!

    Gasparzinha, é uma excelente ideia, utilizar o soro para fazer pão. Nunca me tinha lembrado.

    Mas devo confessar que ando a ler umas coisas sobre substituição do fermento de pão por outros fermentos, incluindo iogurte (de kefir). Em breve já saberei mais sobre esta matéria.

    Quanto ao desidratador... gosto muito dele mas tem estado parado. Embora, seja uma ferramenta muito útil para crudivorismo, pois o meu tem uma função que desidrata até 45º (temperatura que não mata as enzimas).

    Preciso de disponibilidade temporal para me dedicar a todas as máquinas.

    Beijokas e obrigada pela partilha. Entretanto, se tiveres tempo vai mais a baixo ao artigo do Oleão pois anexei lá uns videos, hoje, muito interessantes. Vais (vão todas) gostar bastante.

    ResponderEliminar
  6. Olá Lidia,

    não não retira. O frigorifico a única coisa que faz é desacelerar o processo de fermentação.

    Ou seja, se o iogurte e o soro estivessem cá fora, fermentavam demasiado até ao ponto de azedar.

    Dentro do frigorifico as bactérias entram num estado de dermência como se estivessem a dormir, porém ainda ficam um bocadinho activas.

    Assim quando precisares de fazer mais iogurte, retira o soro para fora um tempinho antes para chegar à temperatura ambiente. No entanto, como o leite é aquecido a 40º... cria um bom ambiente para as bactérias :-)).

    Beijinhos e obrigada pela visita.

    ResponderEliminar
  7. *Ups, enganei-me: Dormência e não dermência!

    ResponderEliminar
  8. Os meus iogurtes por usar o leite de vaca, não ficam com esse soro, e tb só os coloco em recepientes de vidro devidamente esterelizados.
    Mas contigo é sempre a aprender.
    Agora outro assunto que li num comentário teu acerca da Actifry, se está dentro da garantia, mexe-te porque o problema das patilhas que partem são uma deficiencia que as primeiras actifrys trouxeram de fabrico, eu estou á espera de uma e usei a garantia, liquei para a Tefal, falei na Deco e eles mexereram-se logo, a liga de plastica agora é diferente.
    Bjssss

    ResponderEliminar
  9. Cada vez que chego aqui, o meu queixo cai... Ideias inovadoras não faltam.
    Preciso fazer mais iogurte e sua sugestão é bem-vinda.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  10. Olá novamente!
    Obrigada pela tua informação. Vou tentar ;)

    Eu tenho grãos de kefir mas utilizo-os em leite de vaca (não sei se consomes). Se quiseres posso partilhar contigo.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  11. Lídia agradeço na mesma mas no Domingo uma amiga já me deu uns grãozinhos.

    Depois de ler o livro Wild Fermentation comecei a entusiasmar-me com o Kefir e lembrei-me que esta amiga tinha.

    Ando em experiências com o kefir, em breve publico resultados :-) Bjinhos.

    ResponderEliminar
  12. Abelhinha,

    o meu problema é que comprei na pixmania. Tenho de ver onde pára a garantia mas agradeço-te imenso a informação. Sempre pensei que fosse do uso excessivo, mas realmente foi só uma única patilha, a outra ainda fecha bem.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  13. Bem, este é daqueles assuntos que vou acompanhando com bastante interesse...quero adquirir a iogurteira o quanto antes!
    Cá em casa consumimos iogurtes todos os dias e é definitivamente uma máquina que me faz falta, poupa-se tempo, euritos e podemos inovar! Já me estou a ver de volta do teu blog, do da Gasparzinha e da Suzi, e outros que tal, em busca de orientação... hehehe:)

    ResponderEliminar
  14. Maryzita, não compres a iogurteira!!

    Faz pelo método tradicional que ficam bem melhores. Os da Suzi são pelo método tradicional. E vê no blog da Marina:

    http://mae-aocubo.blogspot.com/2009/05/1experiencia-iogurtes.html

    Ela comprou uma iogurteira e agora que conseguiu sem iogurteira, não quer outra coisa.

    Basta aproveitares o calor do forno num dia que tenhas assado lá qualquer coisa. Se precisares de ajuda, email-me. Jokas.

    ResponderEliminar
  15. Os meus iogurtes não ganham soro nenhum mas é uma boa ideia aproveitá-lo :)

    ResponderEliminar
  16. Rute, talvez me possas ajudar, com esse livro do Wild Fermentation. Ando a querer testar uma receita de queijo-creme cujo original (ingles) me pede umas junket rennet tablet. Dá-me impressão de ser um tipo de coalho, mas não consigo entender qual o possivel substituto. Lá fora parecem ser bastante conhecidas, mas cá nunca vi ou ouvi falar. Se puderes ver no tal livro se há alguma informação sobre isso agradecia!

    ResponderEliminar
  17. Ameixinha,

    é natural que o teu iogurte e o iogurtes das outras meninas não ganhem soro porque vocês colocam leite em pó (acredito que seja por isso).

    O meu iogurte não leva leite em pó. Tenho de perguntar à Lídia se ela coloca leite em pó, para comprovar a minha teoria.

    O meu objectivo é confeccionar iogurtes o mais natural possivel pelo que podendo evitar o leite em pó e o fermento de iogurte, evito com satisfação. O leite em pó é caro e é um produto desidratado que utiliza imensa energia na sua produção. Já para não falar nas embalagens que vão para o lixo.

    Resumindo:

    Fazer iogurte caseiro é vantajoso de vários pontos de vista. Nutricional, Ecologico e Economico. Mas para isso é necessário utilizar o menor número de ingredientes e tentar manter o processo o mais artesanal possivel.

    ResponderEliminar
  18. Cristina,

    graças à tua pergunta descobri informações interessantes sobre o assunto.

    Links:

    http://www.junketdesserts.com/junketrennettablets.aspx

    http://en.wikipedia.org/wiki/Rennet

    Rennet é um coalho animal, feito do 4ºestomago dos bovinos. Junket Rennet Tablets tem nos seus ingredientes: Rennet, extra cálcio e corn starch.

    Dependendo do queijo que queres fazer podes utilizar outros coalhos (ou fermentos):

    http://roctaviani.multiply.com/journal/item/31

    Coalhos microbianos ou vegetais (ex.cardo).

    Eu costumo fazer queijo creme de soja a partir de iogurte salgado. Por favor, vê a etiqueta IOGURTES na qual, se andares os artigos mais para baixo encontras os queijos.

    Fico ao dispor para mais "debate" sobre o assunto. Desta forma também aprendo sempre qq "coisa". Beijinhos.

    ResponderEliminar
  19. Olá!

    Os meus iogurtes ficam sempre com soro. A minha iogurteira foi reciclada -era a da minha mãe, deve ter mais de 25 anos. Já experimentei juntar o leite em pó... mas fica sempre. Acho que a iogurteira aquece muito.

    Das últimas vezes, coloco 3h na iogurteira ligada, depois desligo e deixo ficar tapada com uns panos. De manhã, lá estão os potinhos sólidos mas com soro... Quer seja com leite magro (ganha mais soro) ou meio gordo de vaca.

    A próxima vez não vou utilizar a iogurteira e deixar mais horas a ver se consigo um iogurte sólido sem soro.

    ResponderEliminar
  20. Olá...acho seus iogurtes lindos!!!! eles parecem ficar bem consistentes...ao contrario dos meus que alem de um aspecto feio fica mais da metade, do frasco de 1 litro,de soro. Queria mto uma ajuda. Como faço para ele ficar como os seus? sempre faço com leite de soja Ades original. já coloquei fermento lactéo e já fiz com soro mas não deu certo. sempre fiz na iogurteira izumi já deixei 8h, já deixei 10h. gostaria muito que eles ficassem mais consistentes como os seus. se puder me ajudar lhe agradeço.

    ResponderEliminar
  21. Olá Helen,

    nunca experimentei o leite ADES pois não existe à venda aqui em Portugal.

    Estive pesquisando e parece-me que o problema é a percentagem de gão em cada litro de água. Veja a lateral do pacote e procure % de grão. O leite que eu uso tem 10% de grão. Ou seja é bastante proteico comparado com os outros leites do mercado que no máximo costuma ter 3 a 7%.

    Além do leite, uso 1 iogurte de soja natural como starter ou fermento seco para iogurte.

    Além destas dicas, deixo uma última: prefiro fazer iogurte pelo método tradicional do que através da iogurteira.

    Especialmente se vc vive num pais quente (Brasil?), não necessita de incubadora electrica para seu iogurte.

    Beijinho.
    Experimente e depois me diga o resultado. Terei o maior prazer em ajudá-la de futuro.

    ResponderEliminar
  22. Obrigada Rute pela atenção. Vou tentar novamente com suas dicas depois te conto como ficou.
    Beijos

    ResponderEliminar
  23. já experimentou fazer iogurte com leite de aveia?

    ResponderEliminar
  24. Olá Carina,

    não, nunca fiz iogurte de aveia (com 100% leite de aveia). Apenas experimentei confeccionar iogurte de espelta que é uma variante de trigo.

    Mas creio que não dê para fazer iogurte de aveia como deve de ser, pois a aveia é dos cereais com menos proteína. Veja esta Tabela Comparativa. Foi a melhor que consegui arranjar.

    Mesmo a Espelta só deu um iogurte liquido. A Espelta possui mais proteína que o trigo normal.

    A única solução para um iogurte de aveia talvez fosse juntar lecitina de soja em pó. Mas cuidado com a aveia, é um carbohidrato potente. Bastante calórica.

    Espero ter ajudado.
    Abraço,
    Rute

    ResponderEliminar