29 setembro 2009

ANKO - BRIGADEIROS DE AZUKI

Anko é uma doce chinês feito apartir da pasta de feijão azuki. É muito utilizado na confecção de várias sobremesas chinesas como por exemplo, o Daifukumochi, um mochi com recheio de anko.

Para facilitar o trabalho cá de casa, fiz apenas uns brigadeiros de anko povilhados de coco ralado e não inventei nada mais complicado.

O paladar deste doce lembra o interior dos pasteis de feijão portugueses que são confeccionados com feijão branco. No entanto o recheio dos pasteis de feijão leva ovos, amêndoa e farinha. Estes não, embora a amêndoa até que lhes ficasse bem.
INGREDIENTES:
  • 1 copo de feijão azuki seco;
  • 3/4 copo de açúcar integral;
  • pitada de sal;
  • canela em pó q.b.;
  • raspa de 1 limão;
  • Coco ralado q.b. para decorar.
CONFECÇÃO:
Demolhar o feijão azuki em água de um dia para o outro. No meu caso demolhou durante 3 ou 4 dias, dentro do frigorifico pois estáva dificil de arranjar tempo para a confecção.
Cozer o feijão até ficar macio. Eu cozi no cesto da bimby com 1000 gr de água, temperatura 100º, velocidade 4 e 5.
Acabado de cozer deite o feijão dentro da água do copo e triture. Mais uma vez tive de esperar ter disponibilidade, dai que, cozi o feijão, despejei na água e guardei no frigorifico por 1 dia :-(
Finalmente, triturei, forrei o cesto da bimby com um pano de linho, prendi com molas da roupa desifectadas e despejei o batido de feijão dentro do pano. Escorrer e espremer todo o liquido até obter uma pasta sólida.
Colocar 1/3 da pasta numa panela juntamente com o açúcar. Temperar com sal fino. Mexer até incorporar completamente. Juntar a restante pasta aos poucos, a canela e a raspa de limão. Voltar a povilhar com sal (pouco). A confecção não demora muito tempo, é relativamente rápida. Retirar do tacho e deixar arrefecer num prato.
Com uma colher de sobremesa retirar porções da massa e moldar bolinhas. Passar no coco ralado e reservar no frigorifico. Fresquinhas são uma delicia. Também congelei algumas mas ainda não degustei as congeladas.
Suponho que este recheio de azuki deve ficar espetacular numas forminhas de massa folhada... (aqui fica a ideia para quem tiver coragem).

20 comentários:

  1. que optimo aspecto. ficaram mesmo lindos e perfeitinhos. adorei.beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Brigadeiros do que??? Aiaiaim isso para mim é bueda leite condensado e chiclate heheh

    mas se o sabor desses for tao "perfeitinho" como o aspecto, eu provo hehe

    ResponderEliminar
  3. Eu só uso o azuki em salgados, estamos sempre a apreender!
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Deve ser bom...vou tirar um para provar! :)

    ResponderEliminar
  5. Rute, amiga, que docinhos deliciosos!
    Como sempre, muuuito à frente. :)

    Parabéns, ficaram lindos.

    ResponderEliminar
  6. Aqui encontramos sempre ingredientes originais, nada como ser inovador :-)
    O Sabor não sei mas o aspecto é excelente :-)

    ResponderEliminar
  7. Nunca provei azuki porque esse feijão não é lá muito barato. Acho que tenho que o experimentar primeiro antes de comprar :) Não me importava de comer um destes!

    ResponderEliminar
  8. Estava mesmo a tentar decifrar o sabor desses brigadeiros e a pensar que deveriam assemelhar-se aos pateis de feijão que tanto gosto. Já estou a imaginar um brigadeiro desses com massa folhada.. yami!

    ResponderEliminar
  9. Olá a todas,

    tenho estado aqui a pensar nas potêncialidades desta massa de feijão e reparei que os brigadeiros de feijão podem ser feitos com feijão branco, encarnado, grão, e quem sabe senão podem ser feitos com a okara de soja que sobra da confecção caseira do leite!

    Por exemplo, lembrei-me das azevias que fiz há tempos por aqui:

    http://publicarparapartilhar.blogspot.com/2009/02/azevias-variacoes-batata-doce-e-avela.html

    Este recheio de batata-doce dá concerteza para fazer bolinhas!! Tenho de experimentar :)

    Gasparzinha, novo filão!!!

    ResponderEliminar
  10. Eu gosto muito! Aqui temos uma comunidade japonesa grande, embora a de São Paulo seja infinitamente maior. Por conta disso, tanto o Mercado Municipal, quanto os supermercados comuns têm muitos produtos japoneses. Preparei 2 posts falando sobre essa comunidade e serão publicados até o final de outubro.
    Olhe aí a sintonia novamente, estou com um azuki esperando para fazer manju.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  11. Que bom! Manju é bolinho japonês, muito parecido com o mochi que é bolinho chinês.

    Estive dando uma espreitada na receita de manju e achei interessante ser cozinhado ao vapor, não é?

    Fico aguardando seu post sobre a comunidade japonesa no Brasil. Só no final de Outubro!! Xiiii

    Beijinho e obrigada por vir enriquecer os comentários do PPP :)

    ResponderEliminar
  12. Rute, mais uam novidade para mim esse tal azuki.Brigadeiro sem sabor a chocolate, hummm....claro que experimentava.Até posso vir a gostar.
    Compras o azuki no celeiro?

    Bjs

    ResponderEliminar
  13. Sim compro. Mas não vás comprar de proposito.

    Assim que fiz o anko lembrei-me de ti. Tenta fazer o anko com a okara :)

    ResponderEliminar
  14. E sabes que mais!? Junta-lhe umas aparas de chocolate quando estives a mexer o tacho ;-) Ou uns pedacinhos de amêndoa.

    Depois diz-me como resultou ;-)

    ResponderEliminar
  15. Muito fixes estes brigadeiros. Já tinha provado alguns doces japoneses com feijão mas ainda não tinha tentado fazer.
    O empurrãozinho já deste.

    ResponderEliminar
  16. Rute
    Já sei o destino da embalagem de azuki que tenho na despensa e se for em caixinhas de filó, tambemdeve ser bom...
    Beijo

    ResponderEliminar
  17. Adoro brigadeiros quando é que vens cá a minha casa fazer esses para mim lol jinhos doces xxx

    ResponderEliminar
  18. Adorei a receita, tomei a liberdade de divulgar no meu Blog, da uma passada lá.
    Parabéns

    ResponderEliminar
  19. doce de azuki é tudo de bom, esse docinho ficou divino adorei.bj

    ResponderEliminar