02 setembro 2009

ELECTRÃO - Artigo Jornal Ágora - Rubrica SOS Terra

Para ler o texto basta fazer duplo click na imagem:

Este é o 11º artigo que escrevo para o Jornal Ágora do Centro Comunitário de Carcavelos.

Aqui têm acesso aos artigos anteriores.

CAMPANHA PUBLICITÁRIA




6 comentários:

  1. Aqui temos ao pé de casa um ecocentro e tudo que é "monstro" vai lá parar!
    Sabes que mais, gostei muito de te ver de óculos :) Ficam-te super bem!

    ResponderEliminar
  2. Rute, é sempre bom sabermos onde podemos colocar esses objectos.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Ruteeeee

    Tivesse eu visto essa tua foto antes, e não te teria imaginado de cabelo à Joãozinho... :))) não me perguntes porquê, deve ser pq tenho o raio de uma imaginação mesmo muito fértil!

    Sabes que mais, nunca saio daqui sem aprender alguma coisa, é impressionante! Nunca vi esses vermelhões, acho que aqui em Alverca não há. Tenho aqui em frente aqueles 3 habituais, mas esses nunca lhes pus a vista em cima. Ainda não tinha pensado nessa questão das lâmpadas, tenho duas mas ainda não morreram...

    bjs

    ResponderEliminar
  4. Rute, aqui em casa temos quase 100% das lâmpadas do tipo econômicas.
    Pena que a coleta desse material ainda deixa a desejar por aqui. Vemos alguns programas que falam de iniciativas de empresas de reciclagem, mas a iniciativa pública ainda não está disseminada nesse aspecto.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  5. Bom artigo rute!:)
    Não fazia a minima ideia que não se devia ter as lampadas tao perto, ate porque tenho nas mesas de cabeceira.. já sabia do mercurio, mas disso não:S Obrigado:)
    Eu sou colaboradora do centro vegetariano. Vou agora escrever um artigo sobre flores comestives, estava aqui a pensar, não queres criar uma destas tuas receitas deleciosas para eu por no artigo?:)
    bijinhos**
    sofia

    ResponderEliminar
  6. Ameixinha, essa agora! Gostaste de me ver de óculos? Ainda por cima, estão tortos! Olha, também não estáva à espera de te ver de óculos. Ficam-te bem ;-)

    Sandra G. e Claudia M. quando as vossas lampadas economizadoras "morrerem" não as coloquem no lixo normal, por favor. Guardem-nas inteiras e marcamos um encontro de blogueiras no Centro Comercial Colombo para vocês as deixarem lá.

    Gina, mais cedo ou mais tarde a recolha destas lâmpadas vai ser imperativa. Eu só acho que está a demorar porque estão a confiar na durabilidade das economizadoras. Daqui a uns 4 anos já deve estar a funcionar em pleno. Vamos torcer para que assim seja.

    Sofia, eu tenho um amigo que é muito dedicado à electrónica e ele mediu a frequência emitida por essas lâmpadas. Chegou a valores brutais para estarem tão perto do ser humano (como na cabeceira). No entanto há humanos mais sensiveis que outros e até pode acontecer que tu não sintas efeitos secundários. Ou até se pode dar o caso de teres a lampada pouco tempo ligada.

    Beijinhos a todas.

    ResponderEliminar