01 setembro 2009

RATATOUILLE LOAF WITH KÉFIR-SOJA

Ando fã destes cakes salgados, quer porque, me ajudam a gastar o iogurte de kéfir, quer porque, são óptimos, quentes ou frios, comidos dentro ou fora de casa e tanto servem de refeição principal como de lanche juntamente com um cafézinho.

Desta vez a inspiração foi a
Karen do blog Kafka na Praia.
INGREDIENTES:
1/2 beringela;
1/2 courgette;
1 pimento vermelho;
Azeite q.b.;
200 gr de farinha de trigo T65;
200 ml de Kéfir-soja;
3 ovos;
3 colheres (sopa) azeite;
2 colheres (sopa) queijo parmesão;
Mangericão fresco picado;
Urtiga em pó;
Tomilho seco q.b.;
1 colher (sobremesa) de fermento Royal;
Sementes pretas de sêsamo.
CONFECÇÃO:
Misturar o iogurte kéfir de soja com a farinha. Mexer com colher de pau e reservar na despensa ou armário, tapado, durante pelo menos 1 hora.
Cortar a beringela e deixar com sal grosso durante uns minutos para retirar amargo. Limpar o sal e saltear os vegetais na Actifry com 1 colher de azeite.
Deite 3 ovos, a massa de kéfir, o azeite e o queijo na bimby. Triture 3 minutos, velocidade 5.
Enquanto isto, com uma tesoura de cozinha, corte para uma tijela grande, o mangericão. Junte o tomilho seco e a urtiga em pó. Junte os vegetais salteados e o conteúdo do copo da bimby. Incorpore.
Forre uma forma de bolo inglês com papel vegetal, unte de azeite e deite o preparado. Povilhe com sementes de sêsamo e leve a forno médio durante 45 minutos.
Para acompanhar, um cuscuz de pimento com azeitonas.
ARTIGOS RELACIONADOS:

22 comentários:

  1. Realmente são uma óptima sugestão.. devem ser uma maravilha!.. Pena que não tenho Kefir..tenho que arranja uma outra forma de fazer esta maravilha..
    beijinhos (*.*)

    ResponderEliminar
  2. Sofia, podes substituir o kéfir por iogurte natural, ou por natas ou até por leite. Vê os artigos onde vou buscar inspiração (não são com kéfir). Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Rute, o cake ficou muito bonito, gostei da idéia da soja!

    ResponderEliminar
  4. Oi Karen, obrigada por ter vindo espreitar o resultado da adaptação da sua receita.

    Não juntei soja, juntei iogurte de soja feito através dos grãos de kéfir. Você sabe como se processa?

    ResponderEliminar
  5. ha! claro!:) estou aqui no teu blog a passear á imenso tempo, mas nao fiz a ligação a ti... que tonta!
    Obrigado pelos links, vou ver cada um!
    Muito sinceramente já estou a ficar fã das tuas mãos!! Que delicias;)
    A ver se faço muitas das tuas receitas!
    Ainda agora estava a dizer ao meu companheiro que ja estou ansiosa pelo natal para pedir muitas das tuas amigas maquinas!!;) principalmente o desidratador e o germinador!
    E tambem tenho que arranjar uma maquina de fazer gelados!!
    Só tenho a maquina de fazer pao e adoro!Mas mesmo assim não se iguala ao pão feito á mao e assado no forno a lenha...
    Tambem quero uma maquina de fazer leite de soja/arroz/aveia, etc, se é que existe uma:P
    Tens filhos?
    Se quiseres enviar antes mail está á vontade! quintanemus@gmail.com
    abraço
    sofia

    ResponderEliminar
  6. Tenho uma menina de 12 anos.

    Também adoro o pão amassado à mão e feito no forno a lenha. Quando for para a aldeia quero ver se ponho a funcionar o forno comunitário. Existe um, mesmo perto do meu terreno mas hoje em dia só serve para estacionamento dum carro que nem sei a quem pertence!

    Dizem que o tal forno comunitário tem estórias espetaculares ligadas a "ele" pois, antigamente, quando o frio apertava, o povo juntava-se no forno comunitário para se aquecerem junto ao lume. Engraçado não é?

    Beijinhos Sofia.

    ResponderEliminar
  7. Tenho pena que cá em casa seja só eu a gostar deste bolos salgados.Pois o maridinho torce o nariz, come uma fatia e depois o resto tenho que ser eu.Acabo por enjoar.

    Mas o teu tem cá um aspecto, ulálá. ;)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Sandra, estes cakes duram iemnso no frigorifico. E até já comi ao peq almoço.

    Experimenta fazer um e logo vês se o teu marido alinha. Penso que o melhor é o de tomate seco. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  9. Rute, esse também vou fazer! Sim, porque ontem fiz o smoothie e da próxima vez vou fazer com iogurte de soja.
    Recomecei a estatística das receitas de blogs amigos para o 2° ano do blog e você, minha querida, encabeçou a lista. Que venham muitas outras maravilhosas para compartilharmos!
    Bjs.

    ResponderEliminar
  10. Ficam tão bonitos estes bolos salgados :) Deve ser delicioso!

    ResponderEliminar
  11. Os loaves são excelentes sugestões, neste caso até me lembrei de uma pobre beringela esquecida no frigo...já tem destino! :)

    ResponderEliminar
  12. Ora aqui está uma bela sugestão para aproveitar os legumes ;)

    Bjocas

    ResponderEliminar
  13. Rute, querida,

    Adorei este bolo salgado. Pelos legumes e pelo aspecto!
    Delicioso!

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  14. Rute eu adoro bolos salgados, outro dia fiz um mas não deu nem tempo de fotografar pois marchou de imediato.
    Adorei o nome que lhe deste :)
    Bjs
    Moira

    ResponderEliminar
  15. Que aspecto delicioso, mas ainda não tive tempo de experimentar os teus bolos salgados. Rute fiquei curiosa onde compras-te urtiga em pó?
    Bjs

    ResponderEliminar
  16. Ai Rute....o aspecto ta bom mas Urtiga?? em pó?? Ja tou a ver a cara do J. quando eu lhe dizer!!!
    AHAHHA
    Bjs

    ResponderEliminar
  17. Bela paparoca amiga!...Era o que me apetecia almoçar hoje.
    Também podes usar urtigas frescas sabias?
    Olha pensava que a tua filha era mais nova que a minha...ainda temos que promover um encontro com as duas.
    bjs

    ResponderEliminar
  18. Olá Rute,
    Adorei todos os ingredientes, mas urtigas? ainda por cima em pó? uiiii, afinal quando apanho as urtigas do jardim devia guardá-las para comer... cheira-me a livro da madame min e da maga patalógica (que adorava). Acho que é a Moira que também come esparregado de urtigas.
    Olha também pensava que a tua filha era mais nova.
    Bjs

    ResponderEliminar
  19. Xiii tanto comentário! Estou quase como tu, Amexinha, ih ih ih (quem me dera!).

    Gina, então quer dizer que você gostou do smoothie. Já inventei outro smoothie delicioso. Em breve publico. Fico à espera das suas criações para trocarmos receitas.

    Força Mary! Ressuscita a beringela. Este loaf fica delicioso. Mas gostei mais do de tomate seco.

    É verdade Isa, excelente sugestão para aproveitar legumes. Pena não teres conseguido ir ao encontro da Expo.

    Vânia!! Ainda não tinhamos tido oportunidade de falar a seguir ao encontro. És muito simpática e sorridente. Sorte a minha que ficaste mesmo ao meu lado! Gostei de te conhecer. Ainda bem que o teu pc já veio do Doutor!

    Moira, chamei-lhe assim porque leva quase todos os ingredientes do ratatouille e conforme foi referido pela Karen podemos usar um resto de ratatouille para fazer o loaf.

    Conceição, Marina e Sandra F., a urtiga em pó comprei na BioCoop perto do aeroporto de Lisboa. É uma cooperativa de produtos biologicos. Mas...se querem que vos diga não sei ao que sabe a urtiga em pó. No frasco diz que é picante e por isso coloquei só um niquinho :-) Mas a urtiga fresca é muito boa. Tenho aqui um livro que não é de feitiçaria (ih ih ih) com receitas de sopa de urtiga, esparregado de urtiga e etc... Tem propriedades super benéficas.

    Borboleta, temos de pensar nisso. A Carolina também anda interessada em fazer comidinhas.

    Beijokas a todas.

    ResponderEliminar
  20. Sabes que eu sou fã de bolos salgados!
    Depois de ver o que publicaste inspirado num da Margarida e noutro meu, peguei no teu, inspirei-me, e saiu outro!
    Delicioso, tenho que postar. :)

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  21. Não sei se você conhece a Neide Rigo, do blog Come-se. É uma pesquisadora de alimentos, valorizadora da comida saudável, economicamente sustentável, sabe? Vou lhe deixar um post dela para conferir.
    http://come-se.blogspot.com/2009/09/sprouter-para-germinar-graos-de-feijao.html

    Bjs.

    ResponderEliminar
  22. Obrigada pelo link. Vou visitar agora. Beijo pra vc Gina.

    ResponderEliminar