03 novembro 2009

CARIL DE LENTILHAS E OUTROS LEGUMES

Confesso que ando muito sem rumo no que toca a pratos principais. A minha criatividade inclina-se exclusivamente para bolos, pães e bolachas, diariamente. Quando chega a hora de confeccionar o almoço ou jantar fico desnorteada e regra geral socorro-me das receitas já experimentadas e publicadas aqui no PPP. Preparo-as sem grande animo, rendo-me à obrigação de dar de comer à familia :(

Na semana passada lá consegui fazer algo de novo ajudada pela
Cacahuete que me serviu de inspiração na Lasanha Veggie sem placas de massa.

Esta semana é a
Gasparzinha que me dá uma ajuda com o seu Caril de Lentilhas e Batatas. E QUE AJUDA!! Pois na bimby o caril é relativamente rápido de fazer e muito prático sem ter de estar ali ao fogão a mexer o tacho e a ficar a cheirar a estufado (aquele cheirinho a sopeira que eu detesto. Aliás detesto todo e qualquer cheiro de estufados, fritos, grelhados, entranhado em nós. E logo eu que tenho cabelo comprido! O que vale é que as modernas máquinas de cozinha safam-nos desse estádo desagradável). Resumindo, quem tem bimby, programa a bichinha e sai da cozinha. Deixa a janela aberta para arejar e depois volta quando a bichinha apita a avisar que terminou o tempo.

Quanto ao caril, tem como base o caril da Gasparzinha mas juntei-lhe mais legumes e fiz com lentilhas castanhas e vermelhas que eram as que tinha cá. As lentilhas vermelhas deram corpo ao molho pois desfazem-se. Só vos digo: é de comer e chorar por mais. O meu marido vinha sem fome quando chegou do ginásio porque tinha almoçado demasiado lá no trabalho. Pediu-me que lhe servisse só um bocadinho, depois voltou à terrina para repetir a dose.

INGREDIENTES:

1 cebola grande;
3 dentes de alho;
40 gr azeite;
200 gr de água purificada;
400 gr de leite de côco (de compra, biológico);
1 chávena de lentilhas castanhas (demolhadas durante 30 minutos);
1 colher (chá) de curry em pó (ou caril);
1 colher (chá) de açafrão em pó;
1 polegar de gengibre fresco picado (ou em pó);
3 batatas médias aos cubos;
1 cenoura média às rodelas;
1/2 chávena de lentilhas vermelhas (sem demolhar, apenas lavadas);
Espinafres q.b.;
Sal q.b.

CONFECÇÃO:

Triturar cebola e alhos na bimby - 5 segundos, velocidade 5.

Juntar o azeite e gengibre picado. Programar - 5 minutos, temperatura 100º, velocidade 1.

Colocar borboleta (isto na bimby modelo antigo. Se for o modelo actual usar a velocidade de colher inversa). Adicionar a água, leite de côco, curry (ou caril), açafrão e lentilhas castanhas demolhadas. Programar - 18 minutos, temperatura 100º, velocidade 1 com borboleta.

Descascar e cortar as batatas e cenoura. Juntar ao copo quando terminar o tempo. Programar mais 18 minutos, temperatura 100º, velocidade 1 com borboleta.

Lavar as lentilhas vermelhas e as folhas de espinafre (o meu
Espinafre de Varanda continua a dar imenso). Quando faltar 10 minutos, adicionar ambos ao copo da bimby pelo bocal. E praticamente no fim do tempo, temperar de sal.

Deixar reposar um pouco numa terrina com tampa antes de servir os pratos. Acompanhar com arroz branco. No meu caso até foi um aproveitamento dum resto de arroz que tinha no frigorifico. Mas não se notou nada pois o molhinho do caril estáva tão especial que deu vida nova ao arroz "retardado".

19 comentários:

  1. Já abre o apetite para o almoço...
    Gostei de todos os ingredientes. Agora fala-me lá dessa água purificada?
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Então vamos lá, água purificada:

    Em vez de comprar água engarrafada, tenho um sistema de filtragem de água para transformar água da torneira em água purificada. Ou seja, uma água isenta de cloro e baixa em sódio.

    É uma água muito leve. Por exemplo, se beberes um copo de água da torneira ficas com um peso no estomago, se beberes esta água purificada, não pesa. Bebes o copo de água de penalty sem sentires.

    O sistema de osmose inversa fica por baixo do lava-loiça. Possui 3 filtros que têm de ser trocados (um de 6 em 6 meses, outro de 12 em 12, e outro de 24 em 24 meses). Na torneira do lava-loiça tem 2 saídas de água. Uma da água normal para lavagens. E outra para água purificada que utilizo para beber, lavar alimentos e fazer comida.

    Há mais de 4 anos que não compro 1 garrafão de água! O ambiente agradece :)

    ResponderEliminar
  3. uau...que caril tão bom de legumes!!!
    Amei :)

    Hummm....sei bem quando falas em peso no estômago, pois á dias que ao beber água parece que tenho uma pedra lá dendro.O purificador é muito caro?

    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  4. Nunca fiz caril, mas receio que o sabor e o aroma fortes, não sejam bem aceite cá em casa...
    Porém, o aspecto é tentador! :)

    ResponderEliminar
  5. Só de olhar para o caril até parece que lhe sinto o cheiro. Adorei! Ainda por cima sendo feito na bimby tem todas as vantagens que referis-te. Também me acontece o mesmo às vezes, não tenho inspiração, mas arranja-se sempre qualquer coisa para comer.

    A tua terrina é muito gira. Obrigada por me referires no teu post.

    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Sandra, o meu purificador foi um cadinho caro (cerca de 300 euros). Mas podes experimentar um purificador daqueles de jarro com filtro incorporado para começar. Embora não sei se o jarro resulta como o sistema de osmose inversa.

    Mary, este caril não ficou com sabor intenso de curry. Ou é porque coloquei pouca quantidade de pó ou é porque o curry que uso não é agressivo. A combinação de sabores é divinal: leite de coco, curry, açafrão e gengibre.

    Cacahuete, pois é. A terrina é lindissima. Sou apaixonada por este serviço de jantar da linha alentejo. Já falei sobre ele noutros posts. Não tens de agradecer eu ter-te referido. Surgiu naturalmente na "conversa".

    ResponderEliminar
  7. Desde que começei a ir para Marrocos que aprendi a gostar.

    Por isso adorei a sua receita: caril e legumes!!!

    Teresa

    ResponderEliminar
  8. Adoro caril e todo o tipo de pratos exóticos e esse com lentilhas parece-me óptimo.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Tenho que investigar esse sistema.
    Obrigada pela explicação. Bjs

    ResponderEliminar
  10. Ficou com muito bom aspecto esse caril, para além de ser um pratinho bem diferente do normal!Em relação à bimby eu tenho uma opinião um pouco diferente, não me leves a mal, mas eu gosto muito de cozinhar e acho que assim acaba por perder um pouco a piada, para além de achar um grande abuso o preço dela! Mas pronto, cada um com a sua opinião, certo? ;)
    Bjcas.

    ResponderEliminar
  11. Teresa, sou apaixonada por Marrocos. Já visitei o pais 2 vezes, numa dessas vezes percorri Marrocos de lés a lés durante 15 dias.

    SushiB. este ficou um espetálico!

    Sandraf. eu estou muito satisfeita com o meu sistema de purificação de água. O único custo de manutenção é a compra dos filtros se fores tu a trocá-los (é muito fácil).

    Piteca, claro que não levo a mal. Cada um com a sua opinião e é muito salutar trocar opiniões. Mas concordamos num ponto: O preço abusivo. Porém, já tenho a minha há cerca de 8 anos e nunca deu problemas nem levou manutenções. Custo-me 800 euros (+/-) portanto, 100 por ano não é cáro. Custa é a dar assim duma vez só. E eu sou contra prestações.

    ResponderEliminar
  12. Amiga, que bom que gostaste!!
    Eu tb me regalei com o piteu.
    Pois, como as lentilhas vermelhas cozem mais depressa, esse molho ainda deve ter ficado melhor encorpado com as borrachonas! :) :)

    E eu sou cá das tuas: adoro cozinhar, mas detesto ficar com cheiro a refogado!
    Avé Bimby! :) :)

    Beijinhos. :)

    ResponderEliminar
  13. A julgar pelo aspecto deve ser uma delícia.
    Eu também detesto o cheiro a refogado :))
    Bjs

    ResponderEliminar
  14. Que delícia deve ser esta mistura de ingredientes... e parece ser super apetitoso!

    bjssssssssssss

    ResponderEliminar
  15. Oi Rute,
    São 11h, portanto ainda não se fala em almoço, no entanto com esta sugestão olha que já marchava. Deve ser uma delícia.
    Quanto ao purificador de água, há muito que quero comprar uma coisas dessas, no entanto tenho alguma dificuldade em saber que marca escolher. Qual a marca do teu? Já percebi que mudas os filtros, fica cara a manutenção?
    Beijinhos
    Susana

    ResponderEliminar
  16. Olá Suzi R, desculpa a demora na resposta:

    Para ser franca não sei de que marca é o meu. Comprei a uma empresa minha cliente que entretanto até já fechou. E compro os filtros a outra minha empresa-cliente.

    Mas há imensas empresas no mercado, só tens de fazer uma pesquisa google com a seguinte frase: "sistema de osmose inversa" ou "purificador de água domestica".

    Depois convém contactares 2 ou 3 empresas para comparares preços. O meu sistema tem 3 filtros e uma membrana, um deposito e fica por baixo do lava-loiça. Em cima a torneira tem 2 saídas de água, normal e purificada.

    A manutenção não fica cara se fores tu a fazeres. Mas se pedires a um técnico para vir trocar os filtros já fica cara porque tens de pagar deslocação. Trocar os filtros não é nada de especial, só necessitas de alguém com força para desenroscar os compartimentos onde ficam os filtros.

    ResponderEliminar
  17. OK Rute, vou pesquisar. Obrigada pelas tuas informações és uma querida.
    Beijos
    Susana

    ResponderEliminar
  18. Rute andaste doida enquanto eu estive fora!! É so delicias no teu blog!! Explica-me lá isto!!! rsrsrs :D

    Beijokas, adoro caril!!

    ResponderEliminar