28 dezembro 2009

CREME HIDRATANTE CASEIRO COR-DE-ROSA

Sempre tive o hábito de oferecer presentes caseiros e originais aos meus familiares mais directos. É assim que eu entendo o Natal. Não faço compras e só dou oferendas se tudo se proporcionar a isso. Não stresso com o ter ou não um presente para cada um. Em contra partida, aviso logo que também não quero prendas nenhumas, especialmente não quero que ninguém gaste dinheiro comigo. Remato todas as conversas a dizer: Obrigada mas não há necessidade. Eu já tenho tudo. Não há nada que me faça falta.
Este ano, optei, à última da hora, por oferecer à minha mãe, avó e tia, conjuntos com os seguintes itens:
1 garrafa de litro e meio de azeite da aldeia;
1 pote com azeitonas apanhadas e curadas por mim;
1 potinho de creme de mãos e pés, caseiro;
1 pão-de-forma semi-integral (confeccionado por mim).
Fiz umas etiquetas em computador com a região demarcada :) e todas ficaram satisfeitas. Desde pequena que sou assim, pelo que já ninguém estranha. Ainda este Natal o meu tio-avó estáva a beber duma garrafa de bagaço com uma etiqueta feita por mim no ano 2000. Nesse ano comprei bagaço numa aldeia em garrafão e engarrafei com rótulos engraçados: "Olha a bela pinguinha de Vila Franca da Beira :) Natal de 2000".
O creme de mãos e pés pensava que já não conseguiria confeccionar a tempo mas no fim da véspera de natal ainda arranjei um tempinho para inovar. As etiquetas é que já tiveram de ser manuais.
INGREDIENTES (para 3 potes pequenos):
150 gr azeite;
60 gr cera de abelhas;
65 ml água de rosas;
1 colher e meia (café) de Borato de Sódio (vende-se em farmácias);
2 colheres (café) essência em óleo de rosa (vende-se no celeiro);
Sumo de beterraba e limão q.b. (vende-se no Continente).
CONFECÇÃO:
Esterilizar 3 boiões e respectivas tampas com água a ferver.
Colocar uma panela baixa ao lume com um dedo de água. Dentro dum púcaro, colocar o azeite e a cera partida aos pedacinhos, a derreter em banho-maria na água da panela. Aquecer a água de rosas no micro-ondas. Diluir o borato de sódio quando a água de rosas estiver quente. Quando a cera estiver derretida no azeite, retire para fora do lume e comece a bater com uma liquidificadora de mão ou com uma vara de arames e deite aos poucos a água de rosas com borato. De seguida adicione a essência em óleo. Continue sempre a bater como se fosse uma maionese. Para terminar junte sumo de beterraba para dar cor rosa bébé ao creme. Deite nos potes esterilizados e bata com o pauzinho de madeira até arrefecer.A função da cera e do borato é ligarem o azeite com a água. Caso contrário aconteceria o mesmo que acontece com o azeite e o vinagre, após serem misturados, separavam-se :)
Não se preocupe com o facto do sumo de beterraba poder deteriorar. O azeite conservará o sumo natural durante um tempo.
NOTA:
Experimentei o creme nos lábios e descobri que é um excelente protector labial contra o frio, já que a cera dá-lhe uma textura fina que não desaparece com facilidade. Obtém-se um filme protector durável.
ARTIGOS RELACIONADOS:

17 comentários:

  1. Eu cá sou 100% a favor dos antigos cabazes de Natal, e um presente oferecido feito pela própria pessoa é muito bom, e esse creme é uma exclente ideia :*

    ResponderEliminar
  2. Olá Rute!
    Também fiz uns cabazes e fiquei feliz porque também recebi! Adoro estas coisinhas e acho muito mais úteis do que algumas coisas meramente comerciais... Além de que a prenda também é o nosso tempo, dedicação e carinho!
    Este creme ficou um espetáculo! Que coisa mais amorosa! Ficou um cabaz e pêras! lol
    Muitos beijinhos.
    Feliz 2010!

    ResponderEliminar
  3. Rute, não me consegues irritar! Nem coisa que se pareça! lol
    Boa que o cheiro da tangerina não me chega através do teu blog!!!! Hi, hi, hi!

    Também utilizei muito os citrinos nesta quandra - mais a laranja admito! Mas para mim a laranja tem tudo a ver com o Natal!
    E a vitamina C vem mesmo a calhar porque eu ando sempre constipada...

    Muitos beijinhos.

    ResponderEliminar
  4. Samma, eu e os cabazes também nos "damos" muito bem. Já fiz e ofereci vários. Houve um ano que fiz cabazes com produtos à base de mel: Mel, vinagre de mel e poejo, hidromel, creme de mel (mais foi tudo comprado pois AINDA não sei fazer).

    Marina, andas sempre constipada! Eh lá! Tens de ver o que se pássa com o teu sistema imunitário. Provavelmente tens as defesas em baixo. Toma suplemento natural de equinácea. Resulta mesmo!

    ResponderEliminar
  5. Existe em comprimidos naturais (homeopatia) à venda em ervanárias (Celeiro por ex.). Eu tomei no inicio do Outono.

    ResponderEliminar
  6. Rute, os presentes feitos pela própria pessoa são muito melhores, sem dúvida. A gente sabe que tem o carinho de quem faz.
    E como você é prendada, imagino que sugestões não faltem.
    Para a minha amiga secreta comprei alguns objetos, mas fiz questão de enviar também outros feitos por mim. O lamentável é que não esperava que os Correios demorassem tanto a entregar e penso que um dos produtos já não chegará tão saboroso, estou chateada por isso... Hoje está com 19 dias de remessa, acredita?
    Confesso que não me animo a fazer creme para as mãos, mas com você já nada me surpreende.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  7. Tu não existes....realmente fico sempre impressionada como o que tu fazes.
    Não há prendas com maior valor do que aquelas que saem das nossas mãos.
    Beijocas

    ResponderEliminar
  8. Querida Rute, obrigada pela dica!
    ;)
    Bj.

    ResponderEliminar
  9. Amiga, estás em força com os cremes.Queres ver que ainda te vou encomendar!! :) :)

    Que bela prenda, feita por ti tem outro valor.

    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Olha li o teu artigo e comentei com o J. que tava aqui ao meu lado reacção:

    - Fogo,se alguem de outro planeta a descobre ainda a Leva para dar aulas!!!!

    Foi so rir, o moço não se esquece da "erva verde"!!! Que lho oferi na salada!

    FELICIDADES! (deixei-te um desafio)

    ResponderEliminar
  11. Tu realmente, és uma bela caixinha de surpresas :) Fazes muito bem. Natal é muito mais que consumismo!

    ResponderEliminar
  12. Gina, pois é, a distância entre Portugal e Brasil ainda é bastante. Que pena estar a demorar tanto. Imagino as coisas boas que vc enviou para a sua amiga secreta :)

    Abelhinha e Sandra G. depois com mais tempo faço 1 potinho de creme para cada uma de vocês experimentar. É a minha prenda de natal atrasada :)

    Nós os 5, o J. passa-se com o que ouve acerca de mim! Mais ET é impossivel, pensa ele :) Depois levas creme para ele ver para crer!

    Ameixinha, como vês não é preciso dinheiro. É preciso imaginação e alguma habilidade ;) Eu também dou mais valor a este tipo de prendas. Da minha ex-cunhada recebi uns bombons caseiros magnificos. Ando a poupá-los!

    Beijinhos a todas.

    ResponderEliminar
  13. Nós tambem fazemos assim no natal!=) é muito mais pessoal!Mais eco e feito com muito amor!!
    Os nossos cabazes este ano levavam doces, mistura para panquecas, azeite da quinta, licores caseiros, bombons, etc... Para o ano acho que vou incluir cremes tb!!hihi
    *****

    ResponderEliminar
  14. Parece que temos várias coisas em comum...
    Eu também não dou presentes nos aniversários e, quando dou, são plantas.
    No Natal fazemos troca de presentes e eles, os meus e os da minha filha, normalmente são confeccionados por nós.
    Já dei azeite e vinagre aromatizados, manteiga de ervas, pão integral, ou artesanato.
    Nos últimos 2 anos também dei presentes de $1,99, aqueles bem baratinhos, e conseguimos encontrar coisas muito interessantes e úteis.
    Dá um bom trabalho pesquisar...

    Parece que a Teia Ambiental está se fortalecendo !

    Beijo

    ResponderEliminar
  15. Flora,
    desde pequena que confecciono artigos para oferecer.
    Por isso acho muito estranho quando vejo crianças comprando presentes para dar no Natal aos adultos. É tudo sem sentido pois inclusivamente o dinheiro das crianças vem dos pais e no fundo são os pais que custeiam toda essa tradição.

    Um Natal quando minha filha ainda era pequena, perguntaram-me: E a Carolina vai dar o quê ao avô?

    E eu respondi: O quê? Como assim? Um desenho...um abraço...?

    Responderam-me: Então tu não compras algo à criança para ela dar ao avô? Um lenço, umas meias...

    Às vezes julgo que sou mesmo um ET mas de facto não entendo estas tradições consumistas!
    Beijo além-mar.

    ResponderEliminar
  16. Onde compras a cera ?

    Radioovelha.blogspot.pt
    Oqueserveparatieparamim.blogspot.pt

    ResponderEliminar