04 dezembro 2009

JULIE & JULIA versus ABELHINHA & RUTE

Este filme é duma actualidade impressionante. Cai-nos, a nós blogueiras/cozinheiras que nem uma luva feita à medida.

Julie Powell é a nossa sósia. Uma rapariga comum, aborrecida com o dia a dia, com um trabalho enfandonho que só lhe traz frustação, um apartamento minúsculo e um marido dedicado, super amoroso (o meu também já foi assim!).

Julia Child é a fonte de inspiração, uma chef de cozinha que nos anos 50/60 introduz as técnicas de cozinha francesa na América. Uma mulher muito viajada que prestou serviço militar durante a 2ª guerra mundial nos serviços secretos como datilógrafa, casando mais tarde com Paul Child um membro dos serviços estrangeiros americanos.

Num dado periodo da sua vida, por imposição da carreira de Paul, Julia viveu alguns anos na capital francesa (París) e foi aí que desenvolveu o gosto pela culinária. Tirou um curso e escreveu um livro para mulheres que não tivessem cozinheiras em casa. Mais ainda, escreveu-o em americano, sobre culinária francesa. Algo raro na época.

Livro esse que passa a ser a biblia de Julie Powell, no dia em que decide aceitar e completar um desafio na sua vida, mais precisamente Agosto 2002. Cozinhar 524 receitas em 365 dias, publicando o desenrolar desses dias no
seu blog (julgava eu que ia encontrar receitas aqui, mas é só blá blá blá).

O blog, o livro e o filme são um documentário sobre esta aventura. Uma rapariga banal, uma história banal mas muito divertida. Ao revermo-nos em cada cena da história de Julie Powell é-nos dificil não esboçar um sorriso, não deixar soltar uma gargalhada.

Por falar em gargalhada, vem agora a parte de Abelhinha & Rute. Na sala de cinema a assistir ao Julie & Julia, já depois de uma enorme cavaqueira no café, a acharmos o máximo toda aquela fotocópia das nossas vidas com blog, marido a reclamar do blog, etc etc e ambas, achando que eramos a companhia ideal uma para a outra, já que não temos qualquer problema de rir a bandeiras despregadas quando nos apetece.

Ainda estavamos nas apresentações de outros filmes e já a Abelhinha punha toda a plateia a rir com uma simples gargalhada sentida :)) Bem!!! gostámos tanto, mas tanto, que amanhã, vamos ao cinema outra vez, ver o filme "
Terapia para Casais", porque rir é mesmo uma terapia. E se é para casais...vamos os 4, nós as duas e os maridos!! Será que eles vão aguentar ouvirem duas a rir alto??
No youtube encontrei o programa televisivo da verdadeira Julia Child (reparem que é algo muito básico mas provavelmente nessa altura existiam muitas mulheres que nem sabiam fazer uma omolete):

Aqui, em 1987, a receita já é mais elaborada. Uma apetitosa Mousaka!

Parabéns à actriz Meril Streep pela excelente parecença com a verdadeira Julia Child.

18 comentários:

  1. Fiquei imaginando vocês duas gargalhando na platéia e eu rindo aqui.
    Identificação total com as personagens. Meu marido também assistiu e ele também está muito bem representado pelo marido da Julie auxiliando no começo do blog.
    Esse filme será sucesso de público entre os blogueiros, naturalmente. E não só... porque Merryl Strep é uma atriz excelente.
    Comédias são terapias para mim. Pena que uma comédia de boa qualidade raramente apareça.
    Bom final de semana!

    ResponderEliminar
  2. Olá Rute! Gostei imenso do teu blogue. Está muito giro. E também adorámos conhecer-vos.
    Estava ansiosa por ver este filme mas já não está aqui em Loures, agora tenho de o ir ver a Lisboa o que me dá um bocadinho de preguiça mas enfim...
    Beijocas
    Lara

    ResponderEliminar
  3. Olha que duas :)
    Os maridos ainda se vão sentar na fila da frente e fingir que não vos conhecem he he
    Divirtam-se!

    ResponderEliminar
  4. Rute, que maravilha, já me deixás-te mais entusiasmada do que já estava. Vou ver este filme hoje.
    Estou a imaginar a vossa figura no cinema, mas olha, se não fôr assim, também não tem graça. vivam as gargalhadas sentidas, altas e reais. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. A curiosidade que eu tinha em ver o filme aumentou consideravelmente. Mas infelizmente Leiria ainda está atrasada em cinemas.
    Acho que concordo com a Ameixinha, os vossos maridos vão sentar-se noutra fila e fingir que não vos conhecem (pior para eles), lol.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. A Rute não podia ter descrito da melhor forma a nossa ida ao cinema e os sentimentos que nos assolam quando estamos a ver este filme, ainda por cima é uma pessoa afável, calma e que "acalma" o vulção que há em mim....hehe.
    Em relação ao filme, até me portei bem...o Abelhão já sabe o que a casa gasta...hehe.
    Muito obrigado pela companhia, são uns queridos.
    bejsssssssssssssss

    ResponderEliminar
  7. Eu cá arrastei o Esparguete a meio da mudança para o cinema! :) :)

    Há um episódio hilariante do programa da Julia da tarte tatin em que aquilo sai tudo ao lado e ela na boa, a dizer que quando isto acontece basta compor a coisa e servir sem nunca pedir desculpa! :)

    Ainda bem que se divertiram - o filme é mesmo muito bom. :)

    ResponderEliminar
  8. Pois esse eu perdi, assim como o de hoje. :( :( .
    Faltava lá mais uma para a gargalhada, eh!eh!, pois eu para me rir não é preciso muito.
    Ainda me que se divertiram.

    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Já vi que gostaste...
    Tinha ou não que me lembrar de ti quando estava a ver o filme? :)
    Eu também gostei, por várias razões... ;)
    Beijocas
    Isabel

    ResponderEliminar
  10. A verdade é que a nossa vida dava um filme...um livro...um bestseller! :)
    Por acaso desisti um pouco do cinema, vou adquirindo os dvds que que saem com os jornais e promoções da Fnac....
    E como colecciono o Crime Disse Ela (da planeta agostini), tenho uma galeria de episódios para ver aos quais ainda não consegui dar vazão! Mas tenho saudades do cinema, das pipocas calóricas e dos bate-papos...fazem vocês muito bem! :)

    ResponderEliminar
  11. Olá a todas,

    Gina, concordo com você. É uma pena raramente aparecer uma comédia de qualidade. O humor já está um pouco gasto. Eu adoro rir. Faz tão bem!

    Lara, obrigada pela visita ao meu blog. Ainda bem que gostaste. Quanto ao filme em breve estará nos clubes de video.

    Ameixinha, não chegou a ser necessário eles mudarem de fila. Mas nós rimos tanto que eu até chorei a rir!

    Elisabete, então que tal? Sempre foste ver o filme ontem???

    Ana Maria, quando o filme chegar aí, chega. Não há pressa. Eu também ouvi falar do filme ainda ele não tinha estreado na América :)) Mas valeu a pena a espera.

    Abelhinha "vulcão", tu precisas é de ir à minha aldeia. Lá é uma calma que até te vai deixar ZEN.

    Gasparzinha, tu também deves ser boa companhia para rir. Temos de combinar um cineminha.

    Sandra G., pois é, perdeste o 1º, perdeste o 2º, agora vê lá senão perdes o 3ºfilme. Só não prometo é que consiga levar o marido outra vez.

    Isabel M., tinhas toda a razão em te lembrares de mim enquanto estávas a ver o filme no cinema. És uma querida por teres enviado uma sms para mim a meio do filme. Só tu! Olha, vai ver o terapia para casais que também é muito giro.

    Mary, se dáva! A nossa vida dáva mesmo um filme, uma longa metragem. Bom, o que é certo é que as nossas vidas já dão blogs :))
    Bons episódios do Crime disse ela ;)

    Beijinhos a todas.

    ResponderEliminar
  12. Olá Rute, voltei cá, só pra te dizer que ainda estou em completo extâse com o filme. Chegeui a casa já passava da meia noite e tive vontade de ir para cozinha tentar desossar o pato ahhhhh.
    Amei, amei, amei, lindo, ilariantes as cenas em que nada corre bem, Meryl Streep simplesmente fabulosas e olha..."Bon Apetit".
    Beijocas Rute, só faltava lá vocês para em acompanhar nas gargalhadas, confesso que me senti um pouco sozinha nessas alturas(o meu marido não ri assim, só ri de mim), digamos que também n sou propriamente discreta a rir quando estou envolvida no filme.
    Beijocas Rute.

    ResponderEliminar
  13. Que bom Elisabete! Ainda bem que voltaste para relatares o teu entusiasmo. Temos de combinar um cinema com a Abelhinha. Assim rimos as 3 até o cinema desabar :))

    ResponderEliminar
  14. Obrigada pela dica! Vou ver... (adoro cinema!)

    Muitos beijinhos, até ao próximo "encontro"... :)

    Isabel

    ResponderEliminar
  15. Oi Rute,

    Acreditas que ganhei 1 bilhete para ir ver o filme e no dia nao pude ir. Tenho mesmo de ir ao cinema, este filme e quase que obrigatorio para quem tem blog de culinaria. Nem sabes o que ja me ri a imaginar voces no cinema, lol!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Também vi esse filme com o meu marido e ele achou que era a minha cara mas que eu era muito mais criativa que a "nova" Júlia...(ó pra mim toda inchada e a brilhar...ih ih ih)...mas ele , tal como os vossos também tem uma pontinha de ciúmes do tempo que dedicamos ao blogue.
    bjocas

    ResponderEliminar
  17. Vi esse filme na tv e adorei !
    Gosto de filmes que mostram a feitura de alimentos. Chocolate, A festa de Babete (apesar do "massacre" dos animais", Sem Reserva, e outros muitos.

    A Merryl Strep deu um show, coisa que não é de se estranhar, pois ela é ótima atriz !

    Beijo

    ResponderEliminar