03 janeiro 2010

BOLO REI DA NACIONAL ou MAGO BELCHIOR

Esta foi a minha última confecção de 2009, o famoso bolo rei com farinha da Nacional. Sim, mas esperem! Não desistam já de ler o artigo! Apesar do bolo rei da Nacional já ter aparecido em milhares de blogues, eu quis inovar como é hábito e em vez de usar a MFP, usei apenas a Bimby para amassar.

Mais ainda, após levedação juntei-lhe azeite conforme tinha feito o ano passado quando segui a receita da Irebelo do forum bimby. Aqui fica a minha homenagem a uma grande senhora, uma cozinheira de mão cheia que infelizmente já não se encontra entre nós. Soube da triste noticia há relativamente pouco tempo quando comentava o
Bolo Rainha da amiga Abelhinha. Como não conhecia a Irebelo e apenas via as suas magnificas receitas na internet, julgava-a viva e de boa saúde :(

INGREDIENTES:

250 ml de água quente;
500 gr farinha nacional brioche (1 pacote);
2 colheres (sopa) vinho do porto;
Azeite das minhas azeitonas da aldeia q.b.;
Frutos secos biológicos (cajús, amêndoas e nozes ao natural);
Frutas secas biológicas (
uva-passa da aldeia e pasta de figo);
Raspa de 1 laranja biológica;
1 ovo e vinho porto para pincelar;
Frutas cristalizadas demolhadas em água purificada;
Açúcar em pó para povilhar.
CONFECÇÃO:
No copo da bimby colocar a água quente e a farinha da nacional. Programar 5 minutos, velocidade espiga. Logo no minuto inicial verificar se precisa de mais água já que a massa deve ficar bastante húmida mas formar bem a bola com malha elástica. Inclusivamente a quantidade de água inicial é 250 e não 220 ml como diz no pacote da nacional. Ao 3ºminuto juntar as colheres de vinho do Porto. Atar o copo da bimby com um pano à volta e outro por cima. Deixar levedar, desligada, 1 hora.
Ao fim deste tempo, aquecer o forno a 100º, enquanto se retira a massa para cima de uma bancada onde previamente se deitou uns fios de azeite (pode ser generoso com o azeite). Espalhe bem o azeite na mesa de trabalho e nas suas mãos antes de tocar na massa.
Abra a massa com as mãos em formato de lençol, sem esburacar. Não use rolo (iria retirar fofura à massa). Vire a massa para untá-la no azeite da mesa de um lado e de outro. Volte à posição inicial, deite uma chávena de frutos secos e de frutas secas partidas miúdinhas e raspe 1 laranja lavada e seca por cima. Enrole a massa como se fosse uma torta. Forme uma bola e em cima dum tapete de silicone, com as pontas da massa virada para baixo, abra buraco ao meio. Convém fazer todo este processo relativamente rápido para evitar que a massa esfrie muito.
Leve a massa no tapete de silicone ao forno préviamente aquecido, reduzindo a temperatura para 50º. Deixe ficar a levedar dentro do forno, a 50º durante 30 minutos. Enquanto isto, corte as frutas cristalizadas e demolhe-as em água fria para retirar excesso de açúcar e hidratá-las convenientemente.
Terminados os primeiros 30 minutos, bata um ovo inteiro com 1 colher de vinho do porto e pincele a massa de bolo rei que entretanto já deve ter levedado um pouco. Após pincelar decore com as frutas cristalizadas limpas da água. Feche o forno e aumente temperatura para 100º, durante 30 minutos.
Terminados os segundos 30 minutos, aumente temperatura para 160º durante 15 a 20 minutos. Para verificar se já está pronto pique com palito de espetada. Se sim, retire do forno e povilhe com açúcar em pó.
Fica mesmo um espetáculo! Fiz um para levar comigo para o fim-de-ano no Algarve e outro para oferecer à minha mãe. Rápido, fácil e incomparável aos de compra.
ARTIGO RELACIONADO:

20 comentários:

  1. Pois é fui das pessoas que tive o previlegio de privar da companhia da Irebelo, e da sua generosidade em ensinar.
    Tb tenho feito sempre a versão
    o dela, este ano fiz na MFP. mas gostei muito da tua adaptação-
    Está excelente, cor linda.
    P.S, espero que tenhas aproveitado bem.
    Bjssssssss

    ResponderEliminar
  2. É sempre uma delícia quando recordamos alguém como a Irebelo.
    Foi com ela que aprendi a fazer pão, sempre generosa a partilhar o que sabia com quem quisesse aprender.
    Que belo pão!

    Beijinhos e um 2010 cheio de alegria. E bom pão. :)

    ResponderEliminar
  3. Que lindo bolo rei! Eu também fiz mas do modo tradicional! O teu está magnífico! Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Como não gosto de passas nem de frutas cristalizadas fiz bolo raínha mas fiz sem essa farinha. Usei da tipo 65 e ficou espectacular mas passou por três levedações :) O teu ficou bem bonito!

    ResponderEliminar
  5. Não conheci a Irebelo, mas as suas receitas são uma maravilha.
    Tenho que experimentar.
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Eu fiz o bol orei mas o original e gostei, agora o teu nao tem mesmo nada a ver com o meu. PArabens ficou lindo.

    Bom Ano
    Bjs Teresa

    ResponderEliminar
  7. O meu bolo rei ficou assim:

    http://saboresaberes.blogspot.com/2009/12/bolo-rei-mfp.html

    Bjs
    Teresa

    ResponderEliminar
  8. Na próxima vez que fizer experimento com azeite. : )Também fiz este com farinha preparada para pão brioche mas Branca de Neve. Ficou mesmo fofinho..
    um beijinho e um optimo 2010 para ti, cheio de energia (de preferência renovável)!

    ResponderEliminar
  9. Rute, se fizeres as tuas proprias frutas cristalizadas, conta como ficou, eu gosto muito de frutas cristalizadas é uma excelente ideia.

    Bjs
    Teres

    ResponderEliminar
  10. Olá Rute!
    Um bolo-rei espectacularmente bonito para homenagear um ser humano lindíssimo que partilhava tão generosamente os seus dotes culinários!
    Beijinho grande.

    ResponderEliminar
  11. Amiga espero que tenhas descansado muito estes dias.
    O teu bolo rei está lindo, a primeira vez que fiz bolo rei( no meu caso rainha) segui essa receita da Irebelo.Foi o ano passado, ainda não tinha abimby, mas ia ao forum bimby buscar receitas para a MFP.E aprendi a fazer o pão com as receitas dela.Mais tarde é que soube que já não estava entre nós. :)

    E claro tinhas que inovar.

    Bjs

    ResponderEliminar
  12. pois eu também uso muito mais a bimby para bolo rei do que a MFP :)

    Também ca tenho essa farinha mas como encomendei farinha da casa januario foi essa que usei! Depois tenho que postar :)

    Beijocas e bom ano!!

    Ah... e claro está, que lindo bolo rei heheh :)

    ResponderEliminar
  13. Ola Querida!
    Um 2010 cheio de brindes, mas daqueles inesqueciveis!!!
    Com muitas receita divina como sempre nós habituou.
    Muitos beijos, para si, para sua filhota e para quem mais voce achar que deve distribuir.
    Márcia

    ResponderEliminar
  14. Que lindo ficou este teu bolo, com uma cor mesmo apetitosa!

    Bom Ano Novo, tudo de bom aí para casa!

    ResponderEliminar
  15. Tirando as frutas cristalizadas (estou como a nossa ameixinha) parece ter ficado óptimo.

    Tens que experimentar fazer também a minha versão vegan...vai lá dar uma espreitadela...
    bjs

    ResponderEliminar
  16. Olá,Rute,
    A Irebelo,estava sempre pronta para ajundar o proximo,ajudou-me sempre que eu tinhas duvidas, lá estava a Irebelo pronta a ajudar.
    Rute esse bolinho lindo e claro deve estar muito bom:Tb já fiz o bolo rei da farinha parão brioche da nacional,o fã de bolo rei que tenho cá em casa gostou bastante, amanhã dia de Reis vai sair outro bolinho.

    Rute,desejo-te a ti e toda tua familia um Bom Ano de 2010 repleto de sáude,amor e que realizes todos os teus sonhos.

    Bjinhos,
    Bom ano

    ResponderEliminar
  17. Olááá Rute!!
    Um bolo rei fantástico, feito por mãos lindas e um espírito único.
    Bjs (MR)

    ResponderEliminar
  18. Boa noite a todos.

    Ando com o tempo muito limitado, dai que faço tudo às prestações :(

    1º publiquei artigo do bolo rei baltasar;
    2º agora vim responder aos vossos comentários;
    3º mais tarde irei visitar os vossos blogs;
    4º comentar alguns porque não devo ter tempo de comentar todos duma vez só;
    5º comentar os restantes!

    Isto às vezes é tramado. Agradeço e retribuo os desejos de bom ano novo. Próspero 2010 é o que vos desejo a todos.

    Verdinha, na Casa Januário fica mais barata a farinha de brioche? Também já pensei em comprar na Puratos, só ainda não sei o preço do kilo.

    Quanto à Irebelo que Deus tenha a sua alma em descanso. Todas nós temos um pouco da Irebelo, da sua generosidade em partilhar, da sua prontidão em esclarecer, da sua habilidade em confeccionar delicias. Acredito que nunca será esquecida. Tenho pena de não a ter conhecido pessoalmente. Espero que a sua obra continue a ser preservada e admirada.

    MR, obrigada pelo elogio e pela visita. É sempre bom ver-te por aqui.

    Beijinhos a todos.

    ResponderEliminar
  19. É tão bom saber que as pessoas continuam a utilizar as receitas da minha mãe. Fico muito muito feliz e aposto que ela também, onde quer que esteja. Muitos beijinhos,
    Patrícia Rebelo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Patricia,
      a blogosfera perpetua memórias. A sua mãe dificilmente será esquecida no mundo da culinária para além da simpatia e dedicação. Publicar para compartilhar sem objectivos económicos é generosidade.
      Muitos beijinhos também para si.
      Rute

      Eliminar