06 janeiro 2010

BOLO REI MAGO GASPAR

E assim termina o trio de coroas, ou de bolos-rei, conforme lhes queiram chamar:

O 1º bolo rei que publiquei vou alterar para
Bolo Rei Mago Belchior (o europeu);
O 2º bolo rei titulei-o como
Bolo Rei Mago Baltasar (o africano);
E este 3º é o Bolo Rei Mago Gaspar (o asiático).
Mas a história do bolo rei não acaba aqui. Pois fiquem sabendo que o bolo rei deu muito que falar quando terminou a Monarquia em Portugal. Há precisamente 100 anos atrás, em 1910, os republicanos depunham o último rei português (D.Manuel II) e implantavam a República com o 1º presidente português, Manuel José de Arriaga.
E foi nesta altura que a existência de um bolo chamado rei levantou celeuma, obrigando a renomear o dito. A República necessitava impor-se com pompa e circunstância reduzindo a cinzas tudo o que restava da Monarquia e do seu simbolismo, pelo que, rebaptizaram o bolo rei de bolo presidente e mais tarde de bolo arriaga (atendendo ao nome do 1ºpresindente).
Quando é que recuperou a identidade original? Isso é que já não sei. Se alguém souber que se levante agora ou se cale para sempre (ah ah ah).
INGREDIENTES:
  • 250 ml de água quente;
  • 1 colher (café) sementes de cardamomo;
  • 500 gr de farinha de brioche (1 pacote);
  • 1 colher e meia (chá) de açafrão em pó;
  • 1 colher (café) de canela em pó;
  • 2 colheres (sopa) de vinho do porto;
  • 1 colher (chá) aroma de baunilha liquido;
  • Azeite q.b.;
  • Frutos secos biologicos (cajús, amendoas e nozes);
  • Frutas secas biológicas (uva-pássa e pasta de figo);
  • Raspa de 1 laranja;
  • Raspa de 1 limão;
  • 1 ovo e 1 colher (sopa) vinho do porto para pincelar;
  • Bagas goji demolhadas para decorar;
  • Sementes de girassol, linhaça, sêsamo e de abóbora para decorar.
CONFECÇÃO:
No copo da bimby colocar a água quente e as sementes de cardamomo. Triturar 1 minuto na velocidade 5. Depois juntar a farinha de brioche, o açafrão e a canela. Programar 5 minutos, velocidade espiga. Ao 3ºminuto juntar as colheres de vinho do Porto e a baunilha liquida. Se necessário juntar um pouco de farinha branca para enxugar. Atar o copo da bimby com um pano à volta e outro por cima. Deixar levedar, desligada, 1 hora.
Ao fim deste tempo, aquecer o forno a 100º, enquanto se retira a massa para cima de uma bancada onde previamente se deitou uns fios de azeite. Espalhe bem o azeite na mesa de trabalho e nas suas mãos antes de tocar na massa.
Abra a massa com as mãos em formato de lençol, sem esburacar. Não use rolo (iria retirar fofura à massa). Vire a massa para untá-la no azeite da mesa de um lado e de outro. Volte à posição inicial, deite uma chávena de frutos secos e de frutas secas partidas miúdinhas e raspa de citrinos por cima. Enrole a massa como se fosse uma torta. Forme uma bola e em cima dum tapete de silicone, com as pontas da massa virada para baixo, abra buraco ao meio. Convém fazer todo este processo relativamente rápido para evitar que a massa esfrie muito.
Leve a massa no tapete de silicone ao forno préviamente aquecido, reduzindo a temperatura para 50º. Deixe ficar a levedar dentro do forno, a 50º durante 30 minutos.
Terminados os primeiros 30 minutos, bata um ovo inteiro com 1 colher de vinho do porto e pincele a massa de bolo rei que entretanto já deve ter levedado um pouco. Após pincelar decore com as bagas goji demolhadas em água durante 15 minutos, seguidas das sementes. Feche o forno, aumente temperatura para 100º durante 30 minutos.
Terminados os segundos 30 minutos, aumente temperatura para 160º durante 15 a 20 minutos. Para verificar se já está pronto pique com palito de espetada. O açafrão não dá sabor, só cor. Mas o cardamomo sobresai imenso, pelo que senão está muito acostumada ao sabor do cardamomo, diminua a quantidade de sementes.

18 comentários:

  1. Rute, expectativas superadas!
    Assim os Reis não se chateiam!

    Dorme bem!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. Rute, já imaginou se fossem mais de 3 Reis....
    Estão todos aprovadissimos, eu como uma fatia grande de cada um. Parabéns!.
    Como sabe, eu venho de uma cultura mais do tipo Panettone (hum hummm!!!), por isso não posso ajuda-la com a sua questão.
    Uma beijoca
    Márcia

    ResponderEliminar
  3. Tu estás a ficar perita em enfeitar os bolos!
    Fazes cada coisa mais linda!
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  4. qual o mais bonito??? é dificil decidir!! que lindos que eles estao!! se os fosses vender ficavas rica!! eu nunca vi bolos tao lindos !! parabens!!! beijao grande

    ResponderEliminar
  5. Isto é o que se chama uma pasteleira integradora...
    Adorei esta ideia e até fiquei com os olhos "em bico" com a decoração deste último.
    bjs

    ResponderEliminar
  6. Olha nem sei que te diga...gosto de todos...adorei ...mais um post brilhante :*

    ResponderEliminar
  7. Coitadinho do bolo-rei, o que ele padeceu...Mas à parte todo esse interessante vendaval político que acabou na recuperação (felizmente) da identidade do bolo, e como coroa é sempre uma coroa devendo ser atribuída a reis ou raínhas,eu acho que a Rute merece ser coroada pela paciência que teve na LINDÍSSIMA decoração deste bolo magnífico e assim também evitou uma querela (desta vez entre reis pois cada um ficou lindamente e deliciosamente coroado),Parabéns Rute: tens um dom fantástico!

    ResponderEliminar
  8. Para o ano abres um negócio de confeitaria natalícia!
    :)

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  9. Adoro bolo rei.
    Dos três bolos não sei qual é que gosto mais, estão todos fantásticos.
    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Os teus bolos ficaram lindos.
    Acho que ainda vou experimentar a receita com a farinha brioche no próximo fim de semana.

    Gosto de todos... mas atraem-me os frutos do Bolo Rei Mago Baltasar.

    Beijinho e Bom Ano 2010!!!

    Lídia

    ResponderEliminar
  11. Primeiramente, obrigada pelas mensagens no meu blog, um ótimoooooooooooooooooooooooo... 2010, cheio de boas novas, muita saúde, muito sucesso pois vc merece Rute :D
    Que Deus te abençoe e te conserve assim!
    Seu bolo ficou fantástico como tudo que eu vejo aqui! Bjoooooooooooooo... enorme!

    ResponderEliminar
  12. Eu nem tenho palavras para a tua imaginação, está excelente, e assim ficam todos amigos com as suas coroas.
    bjsssss

    ResponderEliminar
  13. E esses bolos-rei todos não te têm trazido mais uns quilitos? E ainda por cima ficaram irresistíveis!!! Eu já ando de dieta outra vez! Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Não é que fiquei mesmo com os olhos em bico! :):)
    Já não deve haver nenhuma fatia, claro, gulosa.

    Gabo-te a paciência para a decoração!! :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Gostei imenso das tuas variações dos bolos rei!!!! Que máximo!!!
    Beijocas*

    ResponderEliminar
  16. Virgem Maria! Ainda não tinha me recuperado da visão do Baltazar, já vem o Gaspar...
    Ai, Rute, que inspirador seu blog!
    Bjs.

    ResponderEliminar
  17. ih ih ih não senhora! Estes bolos-rei não têm trazidos mais uns quilinhos, não senhora!

    As confecções são espaçadas e como gosto muito de partilhar, levo para as empresas-clientes onde vou trabalhar.

    A rosca mexicana levei para um jantar de amigas e o que sobrou foi dividido entre elas, eu não trouxe nada de restos para casa :) Há que ter cobaias comilonas não é verdade?!

    A saga dos bolos rei vai continuar. Me aguardem!

    ResponderEliminar