10 janeiro 2010

ROSCA DE REYES MEXICANA

Parece igual ao nosso bolo rei mas não é. No máximo é idêntico, porém tem 2 particularidades distintas: Em vez de redondo é oval, e por cima leva umas tiras de biscoito. Foi aqui que inovei, dada a sua origem, decidi colar tiras de biscoito de polenta. Adorei!

Para além destas diferenças há ainda uma que durante muitos anos fazia parte da tradição. Enquanto que o bolo rei português continha uma fava escondida, a rosca de reis escondia pequenos bébés de porcelana, e mais tarde de plástico que simbolizavam o menino jesus nascido que se escondia do rei Herodes para evitar ser morto, quando este perseguiu todas as crianças nascidas naquele periodo por não querer perder o trono para o tão anunciado rei dos homens, filho de Deus. A quantidade de meninos no pão doce está de acordo com o tamanho da rosca e o ser oval possibilitava roscas maiores do que as redondas.

Quem encontrava o menino na rosca ficava com a obrigação de ajudar nas festividades do Dia de la Candelaria a 2 de FEV.

Em Portugal, a tradição da fava vem do tempo dos romanos que votavam nas assembleias com favas de 2 cores. A fava branca representava o sim, a fava preta representava o não. Dai vem o dito: "São favas contadas", ou seja, a vitória estáva do lado de quem dizia isto, obtendo maior número de votos a favor.

INGREDIENTES:

375 ml de água quente;

750 gr de farinha brioche Continente (descobri esta farinha a 1,74 o kilo);

3 colheres (sopa) vinho do Porto;

Azeite q.b.;

Frutos secos biológicos (nozes, cajús e amendoas laminadas);

Frutas secas biológicas (uva-pássa, pasta de figo);

Raspa de 1 laranja grande;

Raspa de 1 limão grande;

1 ovo e 1 colher (sopa) vinho Porto para pincelar;

Massa de biscoito de polenta e frutas cristalizadas para decorar;

Açúcar em pó para povilhar.


MASSA DE BISCOITO DE POLENTA:

  • 1 ovo;
  • 1 e 1/4 chávena (café) farinha T65;
  • 1 chávena (café) polenta;
  • 1/3 cháv (café) açúcar;
  • 1 cháv (café) manteiga vegetal;
  • Raspa de 1 limão pequeno.

CONFECÇÃO:

No copo da bimby colocar a água quente e a farinha para brioche do Continente. Programar 8 minutos, velocidade espiga. Logo no minuto inicial verificar se precisa de mais água já que a massa deve ficar bastante húmida mas formar bem a bola com malha elástica. Ao 3ºminuto juntar as colheres de vinho do Porto. Atar o copo da bimby com um pano à volta e outro por cima. Deixar levedar, desligada, 1 hora.


Ao fim deste tempo, aquecer o forno a 100º, enquanto se retira a massa para cima de uma bancada onde previamente se deitou uns fios de azeite (pode ser generoso com o azeite). Espalhe bem o azeite na mesa de trabalho e nas suas mãos antes de tocar na massa.


Abra a massa com as mãos em formato de lençol, sem esburacar. Não use rolo (iria retirar fofura à massa). Vire a massa para untá-la no azeite da mesa de um lado e de outro. Volte à posição inicial, deite uma chávena de frutos secos e de frutas secas partidas miúdinhas e a raspa de citrinos por cima. Enrole a massa e forme uma bola e em cima dum tapete de silicone, com as pontas da massa virada para baixo, abra buraco ao meio. Convém fazer todo este processo relativamente rápido para evitar que a massa esfrie muito.


Leve a massa no tapete de silicone ao forno préviamente aquecido, reduzindo a temperatura para 50º. Deixe ficar a levedar dentro do forno, a 50º durante 30 minutos. Enquanto isto, corte as frutas cristalizadas e demolhe-as em água fria para retirar excesso de açúcar e hidratá-las convenientemente. E junte todos os ingredientes do biscoito de polenta no copo da bimby lavado da massa de brioche. Programe 20 segundos, velocidade 6 e depois 1 minuto, velocidade espiga.


Terminados os primeiros 30 minutos, bata um ovo inteiro com 1 colher de vinho do porto e pincele a massa de bolo rei que entretanto já deve ter levedado um pouco. Após pincelar decore com as frutas cristalizadas limpas da água e faixas de massa de biscoito espalmadas com a mão. Feche o forno e aumente temperatura para 100º, durante 30 minutos.


Terminados os segundos 30 minutos, aumente temperatura para 160º durante 15 a 20 minutos. Para verificar se já está pronto pique com palito de espetada. Se sim, retire do forno e povilhe com açúcar em pó.


Muuuuito bom, especialmente na parte onde apanha biscoito!! Levei para um jantar de amigas, eramos 6 e a seguir ao jantar comeu-se metade deste bolo gigante!!

GUINESS - Maior Rosca de Reyes do Mundo:

21 comentários:

  1. Ó mulher, mas quem é que come esses bolos todos? :) Não me digas que tens tidos os reis Magos aí em casa para a ceia? :) :) :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Andas mesmo motivada com os bolos reis tradicionais de várias regiões do mundo! Muito bem! Tem optimo ar... Só me apetece fazerme convidada! lol Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Adoro as tuas lições de história. O que eu aprendo aqui !!

    Estou para ir às compras e vou procurar essa farinha Continente. Uso muito a de pão branco e a de sementes que são excelentes.
    Beijinhos e boa semana.

    ResponderEliminar
  4. Adorei a inovação do bolo. Ficou lindo.
    Hoje nao resisti e fiz um bolo rei inspirado do teu de chocolate, mas utilizei um pacote de amendoas praliné que triturei na bimby.
    Ficou tão bom.

    Bjs e bom domingo
    Teresa

    ResponderEliminar
  5. Olha que fixe com massa de biscoito. Deve ficar bem diferente :) Gostei da forma oval mas isso de colocar objectos dentro dos bolos está proibido não está? Achava que sim... Enfim, o que interessa é comer com agrado :)

    ResponderEliminar
  6. Rute, mais um bolo de reis? Mexicano! Que rico!
    Posso sugerir uma Galette des Rois? Já prováste? Eu adoro!
    Muitos beijinhos.

    ResponderEliminar
  7. Mas olha lá...tu andas metida com os Reis? tu vê-lá, ainda voltam só para comer os teus bolos.
    Só tenho pena de não me tocar nada...hehe, leva num guardanapo para a semana.
    bjsssssssssss

    ResponderEliminar
  8. Estou a ver que ai em casa o Natal é o ano todo...
    Estou adorar ver tanta variedade de bolo rei.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Eu quero uma fatia.
    Não conhecia este bolo, mas deve ser muito bom com esses biscoitos.
    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Estou a adorar a tua saga de bolos, já comia uma fatia com um chá bem quentinho!
    bjs

    ResponderEliminar
  11. Deixei um selo para ti no meu blog.
    Bjs

    ResponderEliminar
  12. Se não tivesses aqui um bolo rei inovador eu iria estranhar. Adorei este também, com as tiras de biscoito. Maravilha. Assim podemos comer bolo rei sem enjoar do sabor. ; )
    beijinho e boa semana!

    ResponderEliminar
  13. Já vi que aí em casa as festas continuam, não conhecia o bolinho nem a história, mas parece-me ser muito bom.
    Bjs

    ResponderEliminar
  14. Que espetaculo de receita, show mesmo, parabéns!
    Um abraço
    Léia

    ResponderEliminar
  15. Meu Deus "rapariga" andas mesmo a dar-lhe nos bolos!! heheh Vim aoteu blog para ver a receitinha dos tijolos e pumba, deparo-me com todas estas iguarias de Natal hhe :D

    ResponderEliminar
  16. Olá Rute, o que eu não dava neste momento, para ser um pequeno menino Jesus escondido dentro desta ESPECTACULAR rosca para degustá-la prazerosamente, e quando chegasse à parte do biscoito de polenta, visto ser esta a parte sublime do bolo, e já com a cabecinha de fora, mandava as tuas amigas ir ajudar na festa da Candelária :D e papava o resto todo sozinha!!!

    Desculpa-me o egoísmo..mas com estas fotos e a tua opinião sobre este bolinho...despertas-me sentimentos pecadores!! lol

    Um grande beijinho!

    ResponderEliminar
  17. Aprendi a história das favas contadas. Como se a receita já nao valesse o post!
    Boa semana.

    ResponderEliminar
  18. Adorei a inovação do bolo.Estou adorar ver tanta variedade de bolo.
    Boa semana.

    ResponderEliminar
  19. Olá,
    passei para informar que o Gato da Maria mudou de casa, agora está em http://ogatodamaria.blogspot.com
    conto com a tua visita.
    Bjinhos.

    ResponderEliminar
  20. Eu só gostava de saber quem é que tem a sorte de comer estes bolinhos todos!! HI HI HI... Qualquer um deles parece delícioso, acho que provava um pouco de cada um... :P
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  21. Confesso que já começo a estar um pouco enjoada de tanto brioche. Mas não temos sido só nós, cá a casa, a comer os bolos todos hein!

    Muita gente tem ajudado, desde colegas de trabalho a amigos. Mas são uns ingratos, provam, gostam, comem, mas nada de virem cá comentar no blog!!

    Bom, e já saiu mais um bolo de rei, desta vez Suiço. Apreciem lá :) Para variar é delicioso: brioche de café.

    Beijinhos a todas.

    ResponderEliminar