23 março 2010

SOPA DE MANDIOCA À MOÇAMBICANA

ARTIGOS RELACIONADOS COM MANDIOCA:

Mandioca aos cubos frita na Actifry
Beijú Sushi Rolls ou Sushi de Tapioca

Substituir a batata por mandioca é tão óbvio, tão óbvio que fiquei com cara de palerma quando li receita semelhante a esta sopa, no livro
Sabores do Índico - receitas de cozinha moçambicana que a minha amiga Xanda me emprestou!

Porque não nos lembramos nós mais de variar!? Cingirmo-nos constantemente aos mesmos hábitos alimentares, limita-nos muito além do que podemos imaginar. Ficamos com horizontes curtos, conceitos enferrujados, aborrecidos com o tédio do "sempre o mesmo"! Bahhh!

Bom mas lá assimilei a ideia de introduzir a mandioca onde anteriormente juntava a batata (mais experiências se seguirão...). Gostei da sopinha, obtive um creme muito aveludado e descobri à posteriori, um beneficio da mandioca: contém cálcio, ferro e fósforo, para além das vitaminas do complexo B. A batata só contém B e C. E a vitamina C da batata vai diminuindo à medida que a batata envelhece. Ou então como é hidrossoluvel fica na água de cozer batatas.

A mandioca é mais calorica que a batata, mas basta não adicionar nenhum outro hidrato de carbono à sopa (como massinhas por ex) para não ter medo de engordar :) E fazer uma refeição só de sopa e fruta é saúde!
INGREDIENTES:
  • 3/4 de uma mandioca pequena;
  • 250 gr abóbora laranja;
  • 1 alho francês;
  • Água q.b.;
  • Azeite e pouco sal;
  • Couve lombarda q.b.;
  • Espinafres q.b.;
  • Coentros picados e molho de soja como substituto do sal.
CONFECÇÃO:
Cortar fatias grossas da mandioca e só depois retirar a casca de cada rodela de encontro à tábua de cortar. Não descascar a mandioca como se descasca a batata. É perigoso.
Num tacho de ferro (fica deliciosa a sopa), juntar os cubos de mandioca, os cubos de abóbora e rodelas de alho francês. Cobrir com água e deixar cozer sem sal. Coze rápido. Espete o garfo, 10 minutos depois de ferver.
Triture com a liquidificadora de mão adicionando sal (pouco) e azeite. Junte a couve e o espinafre, previamente preparados e lavados. Gosto de cortar a couve lombarda com os dedos, dá-me a sensação que fica mais saborosa do que cortando-a à faca.
Depois da couve e do espinafre estarem "al dente", pique coentros para a panela e termine com um fio de molho de soja (tamari que é mais suave). As ervas aromáticas e o molho de soja são óptimas alternativas ao cloreto de sódio (sal de cozinha).

18 comentários:

  1. Parece ser muito boa..bjcas
    http://as-receitas-da-sonia.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. Para mim uma novidade e gostei imenso x

    ResponderEliminar
  3. Pois é hoje foi dia de sopinha :-) aliás cá em casa é dia de sopinha todos os dias, também gostamos muito.
    Mandioca nunca comprei, comi no brasil e gostei bastante, e fica com optimo aspecto essa sopinha :-)
    bjs

    ResponderEliminar
  4. Amiga, já estava com saudades das tuas receitinhas.E chegaste em grande com essa sopa da minha terra. ;)
    Não utilizo a mandioca por causa do esquisitinho.

    Bjs

    ResponderEliminar
  5. A sopa não tem sabor caracteristico a mandioca notório. É muito identico ao sabor da batata.
    Se fizeres para o esquisitinho ele não vai notar.
    Bjokas.

    ResponderEliminar
  6. Só tiraria o coentro. No mais, é tudo bom demais.
    Amanhã pretendo fazer um cozido bem suculento. Não sei como vocês chamam aí, mas é como se fosse uma sopa com pouco caldo. Há anos não faço!
    Bjs.

    ResponderEliminar
  7. Rute, parei aqui atraves de outro blog e vim correndo para ver esta sopa a Moçambicana, pois nasci lá, mas moro no Brasil, parece simples de fazer e muito muito boa,se puder venha me visitar:
    www.mulheresavapor.blogspot.com
    bjs
    Paula

    ResponderEliminar
  8. Amiga, se eu te disser que já tive desse pau em casa, comprado no PD por curiosidade...depois com a falata de tempo para me debruçar sobre ele, andou imenso tempo no frigo esquecido, acabei por congelá-lo na esperança de o usar um dia, e quando descongelou, mirrou, finou, e perdi uns trocos a bem dizer...
    E pronto, sei agora que dá para a sopa, para fritar e acho que para doces, mas só investigando...:)

    ResponderEliminar
  9. Rute, esta sopa está irresistível! Amo sopa de mandioca, e com esses temperinhos deve ficar melhor ainda!
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  10. Tambem nunca me tinha passado tal coisa pela cabeca. So mesmo tu Rute, para nos abrires os olhos e nos mostrares novos horizontes.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Pode parecer incrível, mas há ingredientes que nunca utilizei na minha cozinha e a mandioca é um deles... A ver se começo a mudar este estado de coisas!
    O hábito e as tradições têm muito que se lhe diga. E por falar nisso, conheces o livro Hungry Planet? É fantástico, sobretudo quando te pões a comparar as imagens que mostram o que diferentes famílias em distintas partes do mundo comem, em média, durante uma semana. Aqui fica o link, para quem não conhecer:
    http://books.google.pt/books?id=TFCER7w_dooC&dq=%22what+the+world+eats%22&printsec=frontcover&source=bn&hl=pt-PT&ei=lCmqS42yBZG24QbnkMGbBQ&sa=X&oi=book_result&ct=result&resnum=8&ved=0CCEQ6AEwBw#v=onepage&q=&f=false

    ResponderEliminar
  12. Gina, conheço o género de sopa que vc referiu mas julgo que em Portugal não existe nome especifico para esse cozido suculento. Gosto imenso de caldo de vegetais com pedacinhos.

    Paula, já fui visitar seu blog e fiquei fã. Irei voltar concerteza.

    Mary, infelizmente, também me acontece isso com frequência. Comprar ingredientes novos para experimentar e depois deixar estragar :( Ultimamente ando mais cautelosa. Detesto deitar comida no lixo.

    Fabiana, para os brasileiros sopa de mandioca é normal, não é? Em Portugal pouca gente usa mandioca, muito menos em sopa.

    Cacahuente, mais óbvio não podia ser pois não! Também nunca me tinha lembrado da semelhança batata/mandioca e da possibilidade de incluí-la na sopa! Tal e qual como a Mary, também já deixei 1 mandioca apodrecer há uns tempos atrás :(

    Pequete, mais uma vez, obrigada pelo contributo! Fiquei super contente de ser um e-book pois já estáva a pensar perguntar-te se o tinhas e se podias emprestar. Olha, entretanto lembrei-me deste livro:

    http://publicarparapartilhar.blogspot.com/2008/12/porque-as-nossas-escolhas-alimentares.html

    Se quiseres empresto. Basta enviares-me a tua morada por email e envio-to sem custos.
    A Isabel de Matos e a Patricia já o leram e adoraram!

    Beijinhos a todas!
    Se mais alguém quiser o livro empretado é só dizer, fazemos um bookcrossing!

    ResponderEliminar
  13. Rute, que saudades!
    A sopa está fantabulástica! Vou ter que experimentar.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  14. Oh, Rute, és uma querida! Gostava muito de ler o livro, sim! Mas não sei qual é o teu e-mail, para te enviar a morada. Quanto ao Hungry Planet, não sei se está online na totalidade. Se quiseres que to empreste, é só dizeres.

    ResponderEliminar
  15. Olá Marina,
    realmente que saudades! Há qto tempo não aparecias nos blogs. Folgo em "ver-te". Daqui a nada vou ao teu cantinho.

    Pequete,
    enviei-te um email. Vamos lá então trocar livrinhos :)
    Que fixe!
    Obrigada.

    Beijinhos para ambas.

    ResponderEliminar
  16. Que maravilha! Estou super curiosa com esta experiencia!! Eu que nunca uso mandioca...!

    ResponderEliminar
  17. Adorei esta sopinha! Tem todos os ingredientes que gosto! : )

    ResponderEliminar
  18. Uma pessoa não pode virar costas que tu não páras!! Que sopa deliciosa! Eu adoro mandioca mas também fiquei com cara de idiota a ver a tua receita: como é possível nunca me ter lembrado de a colocar na sopa?! Ainda bem que existes!
    Mais uma beijoca!

    ResponderEliminar