29 abril 2010

ALMONDEGAS MISTAS (vaca e soja)

É um caso inédito, aqui no PPP, apresentar uma receita de carne (ou peixe). Assim como é uma raridade cozinhar carne ou peixe na minha cozinha.

No entanto, aqueles que me conhecem melhor sabem que não sou 100% vegetariana, já que no social não imponho o meu "vegetarianismo" a ninguém. Dai que quando vou a casa de amigos ou familiares como o que houver na mesa. Mas isto acontece no máximo 4 vezes por mês (nem tanto). De resto, por norma, não entra carne, nem peixe no meu frigorifico ou fogão.

O que me levou a cozinhar almondegas mistas de vaca e soja foi ter como objectivo mostrar às pessoas que podem muito facilmente introduzir alguns alimentos vegetarianos na culinária trivial sem chocarem os mais esquisitos lá de casa. Desta forma, aos poucos treinam o paladar a receber os sabores da soja, do seitan ou do tofú através da mistura destes, nos pratos de carne e peixe.

Tranquiliza a minha consciência pensar que pelo simples facto de eu ter confeccionado 1 única refeição carno-veggie posso "influênciar" muita gente a diminuir a carne na sua alimentação, substituindo-a parcialmente por soja, contribuindo para a saúde de muitos e para um melhor planeta. Espero estar certa! Experimentem!

INGREDIENTES:

500 gr carne vaca biologica picada (comprei na biocoop);
1 chávena de soja fina texturizada;
Água p/hidratar, cominhos, sal, pimenta e raspa gengibre;
2 claras de aproveitamento (ou 1 ovo inteiro);
3 dentes de alho picados;
Noz moscada ralada na altura (ou em pó);
Farinha de trigo branca p/ moldar as almondegas;
2 Cebolas médias;
Azeite q.b.;
3 tomates pequenos;
1/2 copo de polpa de tomate;
1/2 copo de vinho tinto;
1 copo de água;
Molho de soja q.b.;
Cerefólio em folha desidratado.

CONFECÇÃO:

Tempere a soja fina a seco com cominhos, sal, pimenta. Hidrate com água até tapar. Misture o sumo da raspa de gengibre. Reserve durante 1 hora.

Prepare o refogado de cebola com azeite. Junte o tomate partido. Deixe refogar um pouco. Enquanto isto, esprema a soja da água e num alguidar junte a carne com a soja, mais temperos: alho picado, cominhos, sal, pimenta e noz moscada. Junte as claras de ovo (usei metade das que sobraram do
fricassé). Depois de bem misturado, forme bolinhas enfarinhando-as de seguida e disponha-as num tabuleiro. Reserve.

Volte ao refogado. Junte a polpa de tomate com o vinho e a água. Deite no refogado e espere que ferva novamente. Quando ferver, triture o molho com a liquidificadora de mão. Se estiver muito grosso junte mais água e deixe voltar a ferver, já que a farinha das almondegas vai engrossá-lo.
Assim que o molho estiver no ponto introduza as almondegas na panela. Dê-lhes algum espaço umas entre as outras. Tape, reduza o lume e agite de vez em quando a panela para fazer rolar as almondegas. A meio do tempo destape para vigiar se o molho engrossou demais ou para ajudar com a colher de pau. Quase no fim, rectifique temperos com molho de soja (ou sal), cominhos em pó e cerefólio seco.
Acompanhe com arroz ou esparguette. Nós optamos por esparguette com lombarda em juliana, milho cozido e como topping das almondegas povilhamos com levedura de cerveja que dá aquele gostinho parecido ao queijo parmesão.

23 comentários:

  1. Sempre com novidades!!! Desta gostei muito, não quer dizer que tenha que ter sempre carne na mesa, pelo contrário, sinto-me muito bem quando como comidas vegetarianas. Aprecio muito. Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Rute,

    Acho que estás certissima. E tenho a certeza que esta tua dica de juntar carne com soja, ou tofu ou seitan vai ajudar a iluminar muitas cabeçinhas.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. É bom sim senhora, quando li o titulo pensei carne será? Afinal é era. Esta semana fiz com coelho e soja.
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Olha só amiga, é isso mesmo, assim dá para enganar os esquisitinhos.
    ;) :)

    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Receita nota 10, linda a apresentação, ameiii Rute! Bjokas

    ResponderEliminar
  6. Que fotos belíssimas!
    Também sou vegetariana, embora nao como carne nem no social. Sou d'acordo com a nao violência e também acho que nao devemos impor nossa escolha a ninguém.
    As tuas almôndegas ficaram maravilhosas.
    Um abraço
    Léia

    ResponderEliminar
  7. Olá Rute,

    cá em casa também "andamos nessa onda", só se como carne uma a duas vezes por semana... o resto é vegetariana e crús (a minha filha adora e não faz tanta fita para comer)...

    "Tranquiliza a minha consciência pensar que pelo simples facto de eu ter confeccionado 1 única refeição carno-veggie posso "influênciar" muita gente a diminuir a carne na sua alimentação, substituindo-a parcialmente por soja, contribuindo para a saúde de muitos e para um melhor planeta."

    Já agora também se contribui para a saúde (neste caso) das vacas... pois matam-se menos...

    ResponderEliminar
  8. Eu também faço almondegas (e hamburguers) mistos. Também acho que é uma boa forma de reduzir a quantidade de carne que consumimos. Inicialmente também usava a soja fina, mas depois de ler umas coisas perturbadoras sobre a relação entre o consumo de soja não fermentada e problemas da tiróide (que tenho), passei a substituí-la por pão, picado na 1,2,3 juntamente com alho, e embebido em leite.
    Se quiseres ler sobre a soja, é aqui (também falam de outras coisas):

    http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2009/12/29/The-7-Foods-Experts-Wont-Eat.aspx

    ResponderEliminar
  9. Concordo plenamente contigo,aliás faço muitas vezes essa mistura para o meu pessoal habituar!
    Como sempre as tuas fotos são o máximo!
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  10. estao deliciosas com esse molho!! gostava de reduzir ainda mais peixe e carne, mas estou tramada por causa da minha metade!! beijos

    ResponderEliminar
  11. Excelente apresentação e combinação de ingredientes x

    ResponderEliminar
  12. Por acaso faz-me muita impressão comentar um post teu com carnucha, mas talvez porque nos habituaste mal (ou bem)... :)
    As almôndegas ficaram perfeitinhas, o acompanhamento é o ideal...

    ResponderEliminar
  13. Carne de vaca não me agrada nada, só mesmo se for picada. A soja é sempre um prazer para mim... a combinação deve ficar excelente :)

    ResponderEliminar
  14. Olá Rute,
    De facto, não é muito fácil mudar os hábitos alimentares enraízados há alguns anitos, por muito que se queira! Acredita que há alguns anos, comprei um livro da Olívia Santos de cozinha vegetariana que contém até receitas saudáveis fáceis e práticas de preparar, mas a minha tendência é sempre ir para os outros livros em busca de receitas! Poucas foram testadas por mim mas as poucas que fiz até me agradaram muito. Tenho aprendido aqui contigo algumas lições e felicito-te pelo teu desejo e preocupação em dar-nos a conhecer alimentos e forma de os confeccionar mais saudáveis e sempre com um excelente aspecto!
    Um beijinho e um bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  15. Olá a todas,

    Susana foi a pensar em ti e noutros bloguistas que publiquei esta receita porque sinto sempre que as pessoas têm dificuldade em fazerem a transição. Pelo que nada melhor do que uma transição suave baseada na mistura das dois tipos de alimentação.

    Cacahuete, agora vamos ver se dá "frutos". Adorava ver surgir pratos de carne picada com soja texturizada misturada pelos blogs vizinhos. Não queres dar uma ajuda nesta área? Dares também tu a sugestão com um outro pratinho misto? Podiamos começar um movimento :)

    Conceição, desta vez é mesmo verdade. No dia da cabidela é que era mentirinha :) Coelho com soja nunca provei.

    Sandra G., engana lá o teu esquisitinho e depois conta-me como foi.

    Paula, obrigada. Ainda bem que vc gostou. Caprichei na apresentação é verdade.

    Léia, também partilho da não violência e de poupar os animais de tanto sofrimento para além de me preocupar com a poluição que a criação de gado origina no planeta. São vários os motivos pelos quais as pessoas optam pelo vegetarianismo, todos eles muito válidos.

    Patricia, quando começares nisso dos crús a sério deixas de comer carne definitivamente :) O crudivorismo só me faz aflição no Inverno, embora eu sei que se pode aquecer até 40º as confecções. Mas eu sou daquelas que adoro sopa a escaldar no Inverno :)

    Pequete, quando não cozinhava vegetariano também usava pão nas almondegas. Realmente há uma relação negativa, ainda não devidamente confirmada, entre a soja e a tiroide. Mas só quando se consome em excesso. O segredo está no equilibrio e a soja tem beneficios para a saúde espetaculares. Li aqui sobre isso que falaste:

    http://thyroid.about.com/cs/soyinfo/a/soy.htm

    Cinha, então vou fazer um pedido. Publica uma dessas receitas com mistura de soja, só para divulgar a utilização. Julgo que nunca vi uma no teu blog, pois não. Caso tenhas, deixa aqui o link :)

    Sónia, digo-te o que disse à Sandra G., "engana" a tua metade com estas almondegas :)

    Ana Powell, obrigada. Vindo de ti é um grande elogio apreciares a apresentação.

    Gasparzinha, obrigada. Já deves estar farta de fazer estas misturas na tua cozinha, não é?

    Mary, compreendo-te muito bem. Até eu sinto este artigo algo deslocado :) É estranho mas é necessário. Para o bem da nação ah ah ah.

    Ameixinha, carne de vaca não te agrada nada porque não é desta. A carne biologica da Biocoop não tem nada a ver com a carne dos talhos ou supermercados normais. Porque da normal também não consigo comê-la. Agora esta...é um luxo, saborosissima. Pena ter de matar para comer :(

    Isabelita, é isso mesmo que eu quero desmistificar. As fronteiras entre os livros de culinária normal e os livros de culinária veggie esbatem-se quando estabelecemos a ponte. É obvio que é tremendamente dificil saltar sem paraquedas. Há sempre aquele receio de não acertar à primeira e de não saber como tratar certos ingredientes vegetarianos. Dai que nada melhor que trazer os ingredientes vegetarianos para o habitat carnivoro. Aos poucos a tendência é diminuir carne e peixe, e aumentar vegetais e cereais. Todos lucramos com isso mas o meu objectivo é ajudar o planeta. É impossivel alimentar tanta população a carne e peixe sem comprometer a sustentabilidade. São florestas que se destroiem para serem transformadas em pastos para gado, são fezes dos animais com hormonas que destroiem cursos de água e vida aquática. Com um pequenino gesto de diminuir carne nos nossos pratos estaremos, sem saber, a ajudar MUITO.

    Mil beijinhos.
    Grata pela colaboração no debate deste artigo.

    ResponderEliminar
  16. É pena não participares desta vez, porque é a minha última intervenção no Delícias...claro que tudo o que foi feito até agora fica para a posteridade, obviamente! :)
    Amanhã sairá o post! Bjs:)

    ResponderEliminar
  17. Rute, deve ser incrível esta almôndega! Nunca tentei misturar soja e carne bovina assim, mas é uma ótima idéia! Parabéns pela bela receita!
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  18. Rute eu sou semi-vegetariana e aqui não comemos carne vermelha. Cada vez tenho menos interesse em carnes.
    Hoje comprei proteína de soja e pretendo utilizar com frequência, pq sempre gostei.
    Quanto ao evento do Delícias e Talentos podem contar com a minha cooperação.
    Um abraço! :)

    ResponderEliminar
  19. Olá Rute,
    Que aspecto delicioso!
    Eu gosto de soja,tenho alguns post de receita com soja.
    Mas o pior é que neste instante não consigo enganar os filhotes:D e não tenho feito nada com soja.

    Bjinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  20. Provaria estas almôndegas de boa vontade e acho até que gostaria. O problema aqui por casa é o chato e esquisito do meu marido, acho que nem que fizesse segredo da soja, ele concerteza iria desconfiar só pelo sabor.
    Tenho pena de não conseguir introduzir algumas coisas aqui por casa, eu vou tentanto mas fica difícil. Ficaram amgníficas as tuas almôndegas, és um génio. Beijinhos

    ResponderEliminar
  21. Rutinha querida, que linda essa apresentação, posso lhe dizer que já comi hamburguer de soja e gostei um pouco, não é tão ruim assim, gostei da sua sugestão da terça mista, mas só se for uma terça por mes rsrsrs. Ai amiga, queria ser como vc, mas eu estou com 54 anos, e exatamente a mais de 50 anos como carne de vaca, fui habituada a isso, mas claro que tive oportunidades na minha vida de mudar meu cardápio e sei que isso só depende de nós mesmas, mas aos poucos estou mudando amiga querida, com força de vontade. Quanto ao leite continuo na mesma proporção, misturo os dois, preciso só aumentar a quantidade do leite de soja. Mas vou pensar na sua sugestão das terças mistas ok ahahaha...bjos Rutinha, gosto muito de vc tbém, de coração...Tenha uma linda noite

    ResponderEliminar
  22. Ah ah ah,
    então tá, Terça Mista, 1x por mês :)

    Se vc for como eu, que penso viver até aos 100 anos, ainda vai ter 45 para se habituar a comer menos carne :)
    Mas está no bom caminho sim. Se não conseguir ir mais além, pelo menos não desiste do que já conquistou.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar