26 junho 2010

MANTEIGA DE MACADÂMIAS E MANJERICÃO

Depois da letra C e da Canja de Côco Crú no Alfabeto Culinário do Delicias & Talentos, chegou a vez do M nos pôr a Magicar, o que apresentar ??

Durante dias andei com o pensamento às voltas, abria o frigorifico, a despensa, ia ao supermercado e dizia baixinho, Mê, Mmmmmmê, MMMM, e logo de seguida apareciam as palavras referentes aos ingredientes mais corriqueiros. Sistematicamente, lá as afastava eu do meu raciocínio: Não serve! Quero algo mais raro e original.

Até que numa dessas investidas à despensa recordei-me dum pacote de macadâmias que tinha adquirido há tempos no Pingo Doce para experimentar. Daqui, parti para o título do artigo, pois gosto de ser metódica e esforçar-me por rotular a receita de acordo com a letra a concurso. M...M...M de...Manteiga ;) É isso mesmo! Uma manteiga de frutos secos é o ideal para este desafio. E porque não uma manteiga de ervas?? Ervas...ervas com M...Manjericão :)

Infelizmente em Portugal não se encontram à venda, macadâmias crúas ao natural, só tostadas e salgadas. Quem tiver oportunidade de comprar macadâmia crúas pode confeccionar uma manteiga crudivora ainda mais saúdavel do que esta.

As macadâmias são nozes bastante gordurosas e calóricas. Com um teor de óleos essênciais quase 20% superior às nozes tradicionais. No entanto são consideradas anti-colesterol, fazendo baixar os niveis de mau colesterol no sangue quando incluidas na dieta diária. Em formato de manteiga é uma óptima alternativa à manteiga de origem animal.

INGREDIENTES:

  • 375 gr de Macadâmias;
  • Fio de óleo de Milho (pouco);
  • Manjericão desidratado q.b.
CONFECÇÃO:

Uma vez que usei macadâmias torradas e salgadas, demolhei-as em água, 1 minuto antes de triturar. Escorri-as da água, retirando, deste modo, o excesso de sal e triturei no copo da bimby, primeiro com uns toques de turbo, depois com progressão de velocidade 5-7-9. Juntei manjericão desidratado a meio do processo.

Como são nozes com alto teor de gordura não é praticamente necessário adicionar óleo e o facto de estarem molhadas facilita a trituração em pasta. No entanto juntei-lhes um fio de óleo de milho (pouca quantidade) para ajudar a pastificar.

Após obter a pasta homogénia guarde no frigorifico. Tem um largo prazo de conservação. Dai o proposito de utilizar ervas desidratadas e não frescas. É uma manteiga deliciosa.

ARTIGO RELACIONADO:

Manteiga de Amendoim Caseira

22 comentários:

  1. Rute, a alquimia resultou numa receita bem diferente, gostosa, saudável e muito prática!
    Mais uma vez a simplicidade impera nas tuas sugestões (aliás, em todas as sugestões do passatempo como se pode verificar) e sempre muito enriquecedoras!
    Com 3 letrinhas apenas se obteve uma manteiga única, original e tentadora!
    Um "M" de Maravilhoso!*****

    ResponderEliminar
  2. Que diferente, e super interessante...

    bjs amiga.

    ResponderEliminar
  3. MMMMMMuito original.
    Deve ser uma delicia.
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Acho que já vi no Lidl macadâmias ao natural mas custavam os olhos da cara, por isso nunca provei :) Esta manteiga deve ficar interessante!

    ResponderEliminar
  5. Costumo fazer uma outra manteiga crudívora com cajus (dos crus e não dos tostados e salgados) porque considero que são dos frutos secos mais tenros e quando demolhados amolecem muito rapidamente. Trituro com um pouco de água, azeite, sal de ervas e alho. E, depois, adiciono umas ervas frescas como cebolinho ou coentros. Fica ótimo, por exemplo, para rechear lasanhas crudívoras :)

    ResponderEliminar
  6. Rute a sua receita é, de fato, bastante criativa!
    Eu nunca provei as Macadamias, mas tenho curiosidade.
    Não sabia que eram tão calóricas.
    Aqui se encontra crua, mas são caras como todos este tipo de produtos.
    Parabéns pela participação!
    Bjs :)

    ResponderEliminar
  7. Parabéns pela participação.
    Excelente receita ♥

    ResponderEliminar
  8. RV, o título das tuas participações têm sempre a letra em triplicado...até nesse aspecto te esmeras! :)
    Eu adorei esta receita, a ideia das manteigas caseiras interessa-me profundamente e tenho um manancial de dúvidas para colocar:
    - ficará bem com outros frutos secos tais como as nozes, avelãs, pinhões, cajus (as amêndoas, acho que já algo parecido)?
    - Em alternativa ao manjericão desidratado, pode usar-se outras ervas frescas, né?
    - E substituir o óleo de milho por óleo de amendoim ( é o que tenho em casa)?
    - Que quantidade obtiveste?
    - Que utilidade lhe podemos dar em geral?

    E agora, manda lá a factura do inquérito (mas com uma "atençãozinha")! :)

    ResponderEliminar
  9. Olá olá,
    obrigada a todas pelos comentários.

    Ni, também sou fã do cajú. Então de chantilly de cajú ainda mais. Deixo o link do chantilly:

    http://publicarparapartilhar.blogspot.com/2010/03/supercalifragilisticexpialidocious-de.html

    Também uso o bechamel de cajú nas lasanhas crudivoras. Exemplo aqui:

    http://publicarparapartilhar.blogspot.com/2009/06/falsa-lasanha-de-3-molhos-crudivora.html
    ___________________________________
    Maryzita, não sei se dá com todos os frutos secos mas as manteigas que conheço e algumas que já fiz são:

    Manteiga ou pasta de amêndoa;
    Manteiga de amendoim;
    Manteiga de cajú;
    Manteiga de sêsamo (tahini);
    Manteiga de sementes de girassol;
    Manteiga de macadamias;
    e manteiga de castanha do pará.

    De nozes, avelãs ou pinhões nunca fiz, nem nunca vi, mas penso que dá. Até é capaz de dar para fazer uma manteiga mixada.

    Quanto às ervas não são absolutamente necessárias, mas podes usar outras ervas secas, como salsa, cebolinho, etc...

    O óleo pode ser um qualquer. No entanto há óleos de sabores muito forte. Por exemplo na manteiga de sêsamo não se pode usar só óleo de sêsamo porque é muito intenso. Há sempre que usar óleo mais suaves, girassol, milho ou amendoim. Ou até azeite se preferires.

    Quanto às utilizações são diversas. De momento substitui a manteiga de soja do peq almoço por esta de macadamias. Mas podes cozinhar com elas. São óptimas para saltear vegetais.

    Também já usei em iogurtes e gelados, nestes links:

    http://publicarparapartilhar.blogspot.com/2009/04/iogurte-soja-dos-4-cs-cafe-chocolate.html

    http://publicarparapartilhar.blogspot.com/2009/05/rosas-do-deserto-de-cafe-mentolado.html

    E penso que é tudo.
    Beijinhos a todas.
    Um resto de bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  10. Amiga, sempre a inovar!
    :)
    Em grande!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Tem óptimo aspecto. Também adoro macadâmias e acho que já as comi sem sal, vindas de lojas de comércio justo.

    Já agora para quem gosta de desafios culinários como tu, aqui fica a sugestão do Concurso de Menus Vegetarianos:
    http://www.centrovegetariano.org/academia

    ResponderEliminar
  12. Obrigada Gasparzinha.
    Ainda bem que gostaste ;)
    Beijinho.
    ___________________________________

    Cristina! Que bela novidade! Já me inscrevi no site e vou pensar com amor e carinho (e muita originalidade) num menu para apresentar. Vamos a ver se ainda chego dentro dos 1ºs 100 menus :)

    Obrigada pela informação.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  13. Rute, encontro facilmente macadâmia crua. Já provei, mas não me encantei. Pelas propriedades nutricionais, acho que vale a pena usá-la e sua sugestão com manjericão deve ter ficado ótima.
    Minha saúde não anda muito boa, por isso estou sumida... Estou com o laptop no colo e o jogo Argentina e México rolando na minha frente...
    Tentei participar do desafio, mas... acredita que não publiquei nenhuma receita com 2 ingredientes "m"?
    Bjs.

    ResponderEliminar
  14. Rute,
    Bela participação!
    Como sabes adoro coisas simples e essa encaixa mesmo bem na opção.
    O mangericão está num vaso na cozinha, quase sempre uso o fresco, principalmente nas saladas.
    Quanto às macadâmias, acho que nunca comi.
    Bjs

    ResponderEliminar
  15. Uma receita ao teu estilo.Mesmo original.
    Tenho que experimentar!!

    Bjs

    ResponderEliminar
  16. Olá, querida
    Sinta-se à vontade para aderir a nossa BLOGAGEM COLETIVA ESPIRITUAL a qualquer Domingo. Amanhã tem pistas no meu post, seja muito bem-vinda!
    Abraços fraternais

    ResponderEliminar
  17. Olá a todas,

    Gina, sorte a sua de encontrar macadamia crua. Por aqui já se vai encontrando amendoim crú e cajú crú mas é muito raro. A tendência é venderem sempre frutos secos torrados, fritos, salgados e apimentados. Assim lá se vai as propriedades beneficas dos frutos secos passando a serem considerados alimentos caloricos, que provocam retenção de liquidos, comidos em excesso.

    Moira, também tenho uma floreira com manjericão fresco mas neste caso para prolongar a validade da manteiga é preferível usar manjericão seco.

    Sandrinha, vais adorar amiga.

    Rosélia, obrigada pela sua visita. Vou tentar participar na blogagem colectiva. Tentar conciliar culinária com espiritualidade, ou outro tema do meu interesse. Vou ficar atenta às pistas, obrigada. Sua irmã já me encaminhou para o próximo tema. Obrigada a ambas.

    Beijinhos a todas.
    Boa semana de trabalho.

    ResponderEliminar
  18. Rute, que luxo está receita, amiga! Belíssima participaçao no desafio. Parabéns!

    ResponderEliminar
  19. Quem havia de dizer que as macadamias davam uma manteiga tao linda e atraente. Excelente participacao, como sempre com ideias novas e diferentes.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  20. Amiga linda,
    não conhecia as macadâmias, mas depois de pesquisar um pouquito e de ver imagens acho que iria gosta deste frutinho! Da tua manteiga então nem se fala: uma ideia Majestosa vinda de uma mente Maravilhosa e saída de mãos Milagrosas!!! Gostei!!

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  21. Olá, Rute.

    Encontrei um artigo sobre manteigas veganas que achei que gostaria de ler: http://www.veganbaking.net/vegan-recipes/other-vegan-treats/vegan-butter.html

    Beijinho

    ResponderEliminar
  22. Olá Clara.
    Irei visitar o link em breve.
    Desculpe só agora responder ao comentário mas estive com imenso trabalho até dia 15 NOV.
    Beijinho.
    Obrigada.
    Rute

    ResponderEliminar