04 julho 2010

SOPA CRUDIVORA DE ABÓBORA MANTEIGA

Finalmente rendi-me a sopas frias, mas não são aquelas que primeiro vão a altas temperaturas e depois são comidas refrigeradas, não!

São das crudivoras. Tudo crú, tudo crú, tudo nú, tudo nú. Ah pois é, porque está um calor torrido em Portugal, dai que sabe bem andar despida e comer comidas frescas. E já que são frescas porque não crúas, se trazem mais benefícios à saúde?

O Crudivorismo é uma alimentação riquissima em enzimas e vitaminas que nos dá energia, vitalidade e juventude. É uma alimentação ecológica, saudável e económica, já que os alimentos tendem a "encolher" quando são cozinhados.

Após uma refeição crudivora a pessoa não fica tipo "cobra" que comeu um animal inteiro, mas sim tipo "falcão" :) Atento à vida que passa por si, pronto para desempenhar funções cerebrais ao mesmo tempo que desempenha funções digestivas. E é disto mesmo que eu preciso! Aproveitar ao máximo o tempo, porque tenho trabalho "até às orelhas" e o fim dos prazos fiscais a aproximarem-se! Pelo que, come crú, fica nú e trabalha até mais não :) - Eu trabalho em casa, ok! Tenho escritorio no domicilio por isso posso andar com tudo ao léu!

INGREDIENTES (para 1 a 2 pessoas):

Sumo de 1 laranja;
1 rodela de abóbora manteiga descascada;
1 rodela de courgette descascada;
1 abacate pequeno (parte interior sem caroço);
1 polegar de cebola (parte interior, tenra);
1/5 de dente de alho;
1 molhinho de rebentos de alho francês;
1 colher (chá) de manteiga de macadâmias;
1 fio de azeite;
Flôr de sal;
1 colher (chá) de miso branco;
1 copo de água purificada;
Pimenta preta moida;
Folhas de segurelha fresca;
Abóbora ralada para decorar;
Sementes de abóbora para decorar.

CONFECÇÃO:

Espremer a laranja e colocar o sumo no copo da liquidificadora como base. Juntar todos os ingredientes à excepção dos que são para a decoração do prato de sopa. Programar 2 minutos, velocidade 8/9 na bimby.

Verificar se está tudo bem triturado ou se precisa de mais líquido. Se sim, junte mais água purificada. Triture de novo.

De seguida, programe 1 minuto, velocidade 2, temperatura 40º. Sirva a sopa morna.

Até 40º as enzimas não são destruidas e não há perda de vitaminas hidrossoluveis através da condensação de vapor. Pelo que é uma temperatura aceite para amornar confecções crudivoras. Deste modo a iguaria assemelhar-se-á mais facilmente a uma sopa e não a um sumo. No entanto, a consistência e o paladar é de sopa, um género de creme aveludado de legumes.

Não exagere na cebola e no alho porque estes no seu estado crú são agressivos ao paladar.

NOTA IMPORTANTE:

O blog Rawepicurean.net serviu-me de inspiração para decorar o prato. Mas a receita não é a mesma. Esta que apresento foi inventada por mim.

14 comentários:

  1. Por enquanto aqui só sopa quente...hehehehe ta frio pra danar... :)

    bjssssssssssss

    ResponderEliminar
  2. Ainda não me atrevi às sopas frias e crudívoras muito menos mas, com este calor, parece-me uma excelente alternativa :)

    ResponderEliminar
  3. As sopas frias sou grande fã, mas essa parece-me uma opção para começar nas crudívoras.

    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Rute eu nunca comi uma sopa fria. Não me apetece de jeito nenhum, mas seria uma questão de experimentar, pois a combinação dos ingredientes pode fazer toda a diferença.
    Eu gosto muito destas informações que vc passa sobre saúde.
    Eu já vi uma reportagem sobre pessoas que só comem coisas cruas. É impressionante! A visão deles voltou a ser 20/20 mesmo já tendo certa idade.
    Bjs :)

    ResponderEliminar
  5. Seria uma sopa só para mim, mas fiquei com vontade de experimentar.
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. J]a sabes que sopas frias é comigo, crudíveras ou cozidas, marcham todas!

    ResponderEliminar
  7. Sou uma grande fã das sopas frias e esta tua é bem original e deliciosa ♥

    ResponderEliminar
  8. Que rica sopinha nua e crua!
    Já passava a colher nesse belo puré... :)

    ResponderEliminar
  9. Rute, sabe que ainda não consigo provar sopa fria? É algo que não me atrai mesmo...
    Mas uma coisa devo admitir, você consegue torná-la aparentemente apetitosa, enfeitada com as sementes.
    Você acredita que raríssimas vezes deixei de colocar flor em algum post, mas todos conscientemente. Esse do filme passou batido. Depois de publicado, comentei com marido e filha que havia esquecido da flor..., pode? E não é que você sentiu falta? Que gracinha! Contagio as pessoas com a beleza das minhas flores, não é?
    Boa semana!

    ResponderEliminar
  10. Eu adoro Gaspacho, é a única sopa fria de que gosto. Agora aliando os benefícios do crudivorismo acho que me vou tentar um destes dias. Se por acaso não gostar... vai tudo para a panela! Ahahahah! Bjs

    ResponderEliminar
  11. Obrigada a todas pelos comentários.

    Estou naquela fase que o tempo não dá para tudo. Por isso sou sucinta a responder.
    Beijinhos e até breve nos vossos blogs.

    ResponderEliminar
  12. Querida Amiga,
    Esta aventuro-me a comer, está bem completa e tem um aspecto tão saudável! Gostei da decoração! Tens muito jeito para criar receitas!! Aliás...acho que tens jeito para tudo!!
    ...
    ...
    (coçar a cabeça)
    ...
    Tudo ao léu??? :DDDD
    beijoka.

    ResponderEliminar
  13. Legal! Eu moro em Chicago e sou raw (crudivora) tb! Sou Brasileira...

    Tenho umas receitas no meu blog, depois se puder passa la e me diz o que acha...

    rawvegandiva.blogspot.com

    ResponderEliminar
  14. Gracinha de texto. Adorei. A receita também. Vou fazer, obrigada!

    ResponderEliminar