27 novembro 2010

PÃO OURIÇO DE CASTANHA

Andei a magicar na confecção deste pão durante semanas. Era até para participar com ele no Desafio de São Martinho da Ana Maria, mas o tempo não estica! Efectivamente, às vezes, até parece que encolhe (irrrrra!) e vai dai, só agora apresento o Pão Ouriço de Castanha.

Confesso que parte da inspiração provém do
Pão de Castanha e Linhaça da amiga Borboleta e os picos de sementes de girassol vi-os pela primeira vez no Pão Cacto da Moira, que sempre quis reproduzir, porém contive-me na compra dos vasinhos de barro.
A farinha de castanha utilizada por mim é totalmente caseira. Consiste em castanhas piladas (ao ar e ao sol de Outono) permitindo assim um descascar muito fácil, uma vez que a castanha interior sofre um processo de secagem (ou desidratação), encolhendo de tamanho soltando-se da casca de fora. A pele interior é que não sai com a mesma facilidade mas se restar alguma pele também não é preocupante, tritura-se tudo em farinha integral de moagem grossa.
INGREDIENTES:
  • 1 copo (medida MFP) de leite de soja;
  • 1/2 copo de água;
  • 2 colheres (sopa) manteiga de soja;
  • 2 colheres (sopa) açúcar mascavado claro;
  • 1 cubo de fermento fresco;
  • 1 colher (café) sal fino;
  • 2 colheres (sopa) farinha de linhaça;
  • 1 colher (sobremesa) canela em pó;
  • 3 copos de farinha semi-integral trigo;
  • 1 copo de farinha de castanha pilada;
  • Óleo de girassol p/trabalhar a massa;
  • Sementes de girassol p/picos.
CONFECÇÃO:
Na cuba da máquina de fazer pão coloque o leite morno, água morna (aqueça junto), a manteiga à temperatura ambiente, o açúcar, o fermento esfarelado com os dedos, e os restantes ingredientes pela ordem enumerada, à excepção do óleo e das sementes de girassol.
Seleccione programa massas na MFP e aguarde.
Quando pronta, deite a massa levedada sobre uma bancada untada com óleo de girassol enquanto pré-aquece o forno vazio. Unte bem a massa no óleo, abra-a e separe em 3 partes. Forme 3 bolas. Coloque-as em fila numa forma de bolo inglês igualmente untada com óleo. Espete as sementes de girassol e leve ao forno a 100º até dobrar de tamanho.
Aumente temperatura para 180º e pulverize o forno com água para criar atmosfera húmida. Em principio demorará 30 minutos.
Espere que arrefeça para desenformar. É delicioso. Parece bolo!
NOTA:
A farinha de linhaça é obtida pela trituração de sementes de linhaça.
A farinha de castanha é obtida pela trituração de castanhas piladas.
A função da linhaça é proporcionar uma liga fôfa, conforme faz o ovo no brioche.

24 comentários:

  1. Um pão maravilhosamente bem preparado pode ver muito bem!

    Infelizmente as castanhas por aqui só importadas, custam caríssimo e estão sempre velhas e murchas...mas que eu queria bem fazer esse pão isso eu queria!!!

    ResponderEliminar
  2. Eu tb costumo fazer a farinha de castanha em casa! :)
    E sai um pão tão bom, e o teu ficou lindo!! :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Que lindo que ficou o teu pão-ouriço! Só não me agrada o leite de soja, mas certamente não ficará mal se se utilizar leite normal, não achas? Ou de aveia, ou amêndoa (se bem que este último, acho-o doce demais).

    ResponderEliminar
  4. Ficou fantástico, o sabor deve estar óptimo :)

    ResponderEliminar
  5. Ficou com um aspecto LIndo!!
    Eu compro a farinha diz-me Rute, dás um golpe na castanha ou é só deixa-las ao sol?
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Hummm tá tá, DIVINAL!! Lanchei agora fatias com manteiga e chá :))

    Renata, quem sabe o pai natal não oferece castanhas a você :))

    Gasparzinha, então conheces perfeitamente a sensação de comer um pãozinho destes. Nunca pensei que fosse tão bom. E lá está, a nossa bimby faz milagres. É uma poupança em farinhas, impressionante!

    AnaGF, usei leite de soja biologico mas podes alterar para leite normal. Ou até se quiseres podes usar 3 colheres (sopa) de leite em pó na quantidade de água total de 1 copo e meio.

    Ameixinha, faz este que não te vais arrepender. Julgo que qualquer liquidificador potente consegue moer a castanha pilada. Estas castanhas piladas em casa não estão tão duras como aquelas de pacote. Se tiveres o 1,2,3 da moulinex também consegues obter as farinhas.

    Beijinhos a todas.
    Até os picos de girassol torradinhos são deliciosos!

    ResponderEliminar
  7. Oi Conceição, estávamos a comentar ao mesmo tempo.

    Não, não cortes as castanhas. Colocas simplesmente ao ar dentro de casa e em dias de sol, expões ao sol. Mas não deixes de noite para não ganhar humidade.

    Quando sentires que as castanhas ficam parcialmente ocas, é quando o seu interior secou.

    Boas experiências amiga.

    ResponderEliminar
  8. Oi Rute!
    Tudo bem?
    Que belo panito! ia agora uma bela fatia, ai isso ia.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  9. Rute ficou muito bonito este pão. Eu adoro castanhas, mas quase nunca compro, pq são meio caras por aqui.
    Nunca provei um pão com castanhas e fico imaginando o sabor.
    Bjs :)

    ResponderEliminar
  10. que pão bonito e diferente dos que estou habituado, não conhecia a farinha de castanha, nem me passava pela cabeça que podesse existir......sempre a aprender (¨,)

    ResponderEliminar
  11. Este pãozinho tentou-me...parece que tenho de o reproduzir!lol

    Gostei imenso do promenor da farinha de castanha. Será que se puser castanha cozida o resultado será o mesmo!?

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Olá Isabel Lopes,
    há qto tempo!
    Lá diz o ditado, quem é vivo sempre aparece. E vens mesmo a tempo do Desafio de Culinária Reciclada. Já sabes? Queres participar?

    Pois Claudia Lima, é uma pena nem todos terem acesso aos mais diversos alimentos. Tem tudo a ver com a época e as produções nacionais, em parte há que respeitar a mãe natureza. Mas não tá certo vc não saber qual o gosto, nem que seja uma única vez.

    Kombi, há farinha de tudo o que possas imaginar. Farinha é nada mais, nada menos do que reduzir algo a pó. Com a ajuda do desidratador já fiz farinha de cenoura ou de frutos. Basta desidratar para pulverizar.

    Susana, farinha de castanha cozida não deves conseguir mas substituis a quantidade de farinha de castanha por puré de castanha e diminuis a quantidade de água. Aposto que dá na mesma.

    Beijinhos meninas.
    Desejo-vos um resto de bom domingo.

    ResponderEliminar
  13. Oi, querida Renata
    Cheguei de viagem ainda em tempo de lhe dizer que desejo para o seu Domingo noturno um final bem feliz e abençoado!!!
    Tudo o que leva castanha é bem gostoso... bom demais!!!
    Bjs de paz.

    ResponderEliminar
  14. Já tinha pensado em fazer pão de castanha, mas com puré de castanha como se faz o de batata doce :)
    Ficou muito giro o teu pão.
    Bjs
    Moira

    ResponderEliminar
  15. Também já fiz um pão com farinha de castanha, fica muito bom.
    O teu está bem lindo.
    Bjs

    ResponderEliminar
  16. Bom dia gente!
    Boa semana para todas/os :)

    Orvalho, ...Renata? ah ah ah, vc tá mesmo cansada minha linda!? Não tem problema. Obrigada por ter passado por cá.

    Moira, assim com farinha de castanha pilada é mais fácil. Experimenta! E...gostaste da reprodução dos teus picos! Sabes que depois estive a ler os comentários do pão cacto e gostei muito daquela ideia do manjerico com quadra popular e tudo.

    Sandrinha, então já sabes o bom sabor que tem. E já fizeste farinha de castanha pilada?

    Beijinhos miúdas giras.
    Vou-me ao trabalhinho.

    ResponderEliminar
  17. Olá Rute
    Que bonito que ficou o teu pão. Como vês não precisas de vasos de barro para fazer o pão cacto.
    Já fiz o sorteio no meu blog do Desafio de São Martinho, mas obrigada na mesma pela menção do desafio.
    Uso muito sementes de linhaça, por causa do transito intestinal, mas em farinha (apesar de ser mais saudável) é raro utilizar.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  18. Uma ideia bem original e esse paozinho ficou com um look fantastico.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  19. Olá
    Para não variar, ficou lindo e com um aspecto excelente, adorei os picos.
    bjss

    ResponderEliminar
  20. Olá gente gira :)

    Ana Maria, eu sei que já tinhas feito o sorteio mas não foi o prémio que me levou a "participar". Esta menção ao teu desafio é apenas para mostrar-te que a minha intenção era/é verdadeira e desinteressada.

    Cacahuete, este pãozinho clama por ser reproduizdo por ti miúda :)

    Abelhinha, também adoro os picos e nunca pensei que sementes de girassol torradas fossem tão saborosas. Parecem cacahuetes torrados, ah ah ah.

    Beijinhos a todas,
    bom feriado que se aproxima de nós a passos largos.

    ResponderEliminar
  21. Olá Rute, e obrigado pelo convite que me deixaste no blog!

    Beijos.

    ResponderEliminar
  22. Ficou bem bonito este pãozinho! Muito original! :)
    Beijinhos doces e bom feriado.

    ResponderEliminar
  23. Ficou muito bonito esse pãozinho :-) o que é preciso é imaginação :-)

    ResponderEliminar
  24. Olá minhas lindas,

    Luísa Alexandra, que bom que aceitaste o convite e que participaste com tanta pompa e circunstância! Obrigada por acederes tão prontamente.

    Piteca, original e saborosissimo. Experimentem confeccioná-lo.

    Alcina, é mesmo! O que convém é alimentar a criatividade. Deixar fluir a imaginação.

    Beijinhos a todas.
    Bom restinho de semana.

    ResponderEliminar