12 março 2011

ESPARREPIZZA DE GRELOS E ALHEIRA

Esta pizza tem história... Uma história de sentimento verdadeiro.
Sexta-feira telefona-me a ex-sogra (do 1ºcasamento): - Então está tudo bem por cá? Cheguei agora de Vila Franca da Beira, trouxe grelos de couve. Biológicos. Não é como vocês lhe chamam? Estes não levaram mesmo nada, quimicos, fertilizantes, nada. São puros, queres? Passa cá para um cafézinho.
Sempre me dei bem com as sogras e antes disso com as mães dos namorados. Se vos disser que admiro mais a minha (ex)sogra do que admiro a minha mãe, claro que não vão acreditar. Mas ela é de facto tudo o que eu quero ser quando tiver a idade dela.
Enquanto bebiamos café lá me contou as novidades:
Sogra - Sabes que entrei para a Universidade da 3ªidade?
Rute - Não, não sabia. Mas deixou o voluntariado no Hospital da Parede?
Sogra- Não, isso mantenho. E também continuarei a ajudar-vos com a Carol se precisarem que eu a leve às actividades ou terapias.
Rute- Obrigada :) Gostou da sopa de urtigas que lhe dei antes de ir para cima?
Sogra- Gostei, estáva muita boa. Só disse ao teu sogro quando ele acabou de comer. Diz que se soubesse antes que eram urtigas, não tinha comido, mas gostou :)
E assim continuou a amena cavaqueira...
À noite, chego a casa com os grelos e vêm-me à ideia confeccioná-los da maneira que o Maridão gosta, em esparregado. Ligo para a actual sogra: Olá boa noite. Sabe, deram-me grelos...diga-me lá como é que faz aquele esparregado que o M. gosta tanto.
Resultado, enquanto confeccionava o esparregado a criatividade resvalou para uma pizza com uma única alheira esquecida no frigorifico, dando assim jantar para 3. Hoje de manhã, rumei a casa da (ex)sogra com uma fatia de pizza que foi recebida com entusiasmo.
É assim que apesar do divorcio, o sentimento verdadeiro perdura entre pessoas que gostam mesmo umas das outras. E sorte a minha que vou encontrando outras pessoas que vivem bem, sem ciumes, com toda esta familiaridade. Somos felizes assim, na paz saudável que nos une.
INGREDIENTES - Esparregado de grelos:
  • Grelos de couve tenros e verdinhos;
  • 4 a 5 dentes de alho picado;
  • Azeite;
  • Farinha de trigo q.b.;
  • Leite de soja q.b.;
  • Pimenta em pó;
  • Sal fino;
  • Vinagre de maçã q.b.
INGREDIENTES - Pizza:
  • Massa de pizza para base;
  • Azeite;
  • Cebola laminada em argolas finas;
  • Oregãos secos;
  • Esparregado de grelos;
  • Azeitonas;
  • Queijo mozzarella ralado.
CONFECÇÃO:
Cozer os grelos préviamente lavados e arranjados. Para os tronquinhos cozerem melhor, abra-os ao meio. Coza tudo, folhas, flores e hastes tenras, em água e sal. Enquanto isto, asse a alheira no forno ou na Actifry, picada com uma faca (para não rebentar).
Depois de cozidos, migue os grelos com uma faca. Muito picadinhos e bem escorridos. Numa frigideira refogue os alhos picados no azeite. Junte os grelos migados, salteie. Mais tarde, povilhe de farinha, incorpore. Adicione um fio de leite de soja, incorpore. Tempere de pimenta e de sal. Verifique se precisa de mais farinha e leite. Quando obter uma papa homogénia, junte vinagre aos poucos até chegar no travo que aprecia.
Forno quente, leve a massa de pizza a assar simples durante uns minutos. Quando secar suavemente, retire para fora, unte de azeite, disponha os aros de cebola, povilhe de oregãos, cubra com esparregado, disponha pedacinhos de alheira, azeitonas, pouco queijo ralado, só mesmo para dar uma graça e leve ao forno a 200º.

26 comentários:

  1. Conquistaste-me com a farinheira que bela pizza amiga adorei e bela conversa heheheehe por aqui tb só digo no fim o que têm por vezes,bjokinhas

    ResponderEliminar
  2. Que linda declaração de amor para a tua ex sogra! Com certeza ela nao é italiana - hehehe (brincadeirinha)!
    Nada melhor que alimentos biológicos. Compro sempre frutas e verduras biológicos, pois mesmo custando um pouco mais, sei que estou cuidando bem do meu templo corpo!
    Uma delicia a tua receita!
    um abraço
    Léia

    ResponderEliminar
  3. Quanto ao prato nem vou entrar em detalhes, já que alguns ingredientes não me são familiares (mas provaria numa boa, só porque foi você quem fez!)
    O bacana desse post é essa relação com a ex-sogra, que você conseguiu manter. Isso atesta grandeza de espírito de ambas as partes.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  4. Que linda história de convivência e amizade, Rute! Nem todos sabem manter um bom relacionamento com a família que adotamos quando nos casamos, muito menos com a família do ex-marido :-)
    Sem comentários para a pizza, devia estar deliciosa!
    Beijos.

    ResponderEliminar
  5. Rute fiquei emocionada com a história da tua pizza, realmente é uma hitória muito bonita e decerto que a tua ex-sogra tem espírito aberto, porque boa pessoa demonstras ser mas para isso acontecer tem de ser com duas pessoas idênticas. Excelente mulher a tua ex-sogra não admira que queiras ser como ela, já és não tens é ainda a idade dela!
    Gostei muito da tua pizza os grelos devem fazer a diferença.

    Beijinhos e um bom fds.

    ResponderEliminar
  6. Bem essa pizza é tudo que eu adoro, pizza, grelinhos e alheira huummm tenho que pensar nesse caso ;-)
    Quanto a essa relação com as sogras é uma coisa linda, não há nada mais triste que separações e brigas a amizade é a coisa melhor que temos na vida :-)
    bjs

    ResponderEliminar
  7. Olha, estou fazendo um sorteio super bacana lá no meu blog, e o prêmio é a coleção de livros da dona benta, com capa arquivo, e DVD de receitas, vai lá participar também......Vou te deixar o link:

    http://casadadonakeilla.blogspot.com/2011/03/1-sorteio-aqui-em-casa-obaaaa.html

    Te espero por lá, bjão!!!

    ResponderEliminar
  8. Deves ser fresca deves he he
    Fora de brincadeiras, adoro alheira vegetariana e grelos. Boa combinação :)

    ResponderEliminar
  9. que maravilha essa vossa relação, se formos a ver é por isso que viemos ao mundo, para interagir-mos com o outro, apesar dos tempos que vivemos que nos obrigam a esquecer o outro e mesmo tendo alguém ao nosso lado vivemos sozinhos com os bens materiais.

    humm e que bela pizza ( e mais bonito foi o vosso gesto de intercambio com os grelos :D )

    ResponderEliminar
  10. Amiga,

    Adorei a tua pizza e mais ainda a tua história!!

    Bjocas grandes


    P.S.- Obrigada pelo teu carinho!!
    Se puderes avisa-me com tempo, para eu me organizar ;)

    ResponderEliminar
  11. ... Bem ... :o)
    diria eu que, nem grelos nem sogras... :o)
    ... mas não é verdade!!! ... adoro grelos ... sejam de nabo ou couve e esparregados também ... pizzas "verdes" do melhor, são :o) .... e as sogras ... pois essas, também não ! :o)
    ... mas é impressionante, teu testemunho .... dá vontade de pedir:
    ... posso "ter um bocadinho" ? ... (da consciência e da pizza mesmo, que nem só da alma vive o Homem :o)

    Abraço Forte :o)

    ResponderEliminar
  12. Queridas amigas,
    fui acompanhando os vossos comentários pelo telemóvel mas sem oportunidade de publicar resposta. Mal sabia eu que a pizza com historia ia tocar-vos no coração :)

    Agora em casa posso também eu retribuir um pouco do vosso carinho.

    Belinha, foste a primeirissima a comentar e peço desculpa por ter-te trocado as voltas, é que inicialmente enganei-me e escrevi farinheira mas a esparrepizza é de alheira :)

    Léia, vc me fez rir imenso com essa "de certeza não é italiana" ah ah ah. Concordo contigo, prefiro tratar meu corpo com alimentos do que com medicamentos. Por isso opto por biológicos.

    Gina, sem duvida que sim. Tanto na separação como na união são sempre necessários, dois! A culpa e a virtude nunca morrem solteiras :)

    Adri, não posso negar que por vezes temos as nossas divergências mas um pouco de tolerância faz ultrapassar tudo. Tenho muita sorte, sou tratada como filha quer pela ex-sogra, quer pela sogra actual. E o mesmo em relaçãos aos homens, quer o ex-sogro, quer o actual, ou algum pai de ex-namorados, sempre fui tratada como filha (e não como nora).

    Susana, só visto! A minha sogra é um exemplo para todas as mulheres. Mãe de 4 filhos, actualmente reformada, mas sempre trabalhou e há 3 anos que é voluntaria no hospital. Vai lá fazer companhia a pessoas acamadas, geralmente velhotas mais abandonadas pelos familiares. Este ano entrou para a Universidade da 3ªidade, está a aprender Inglês, Informatica, Pintura, etc...

    Alcina, tens de testar esta pizza, é magnifica. Eu sei que és apreciadora de grelos e alheira. O esparregado fica 5 estrelas. Podes fazer com leite de vaca.

    Keilla, obrigada pelo convite. Vou passar lá assim que possivel. Mas olha que eu estou em Portugal, provavelmente não dá para concorrer ao prémio.

    Ameixinha, tu e eu já passamos pela desvirtualização. Portanto dizes-me tu? Sou fresca? :)

    Kombi, só esquece quem tem memória curta. Por enquanto nós ainda mantemos a memória viva.

    Isa, aviso-te de? Da próxima fase da BCFV? A 1ªfase é dia 15 MAR e a 2ªfase é dia 15 ABR. Sempre a dia 15 de cada mês.

    Isabelinha C., esta pizza faria sucesso no teu restaurante :) Se podes ter um bocadinho? Podes concerteza, da pizza e da consciência alargada que nós colhemos o que semeamos (aliás tens!). Embora por vezes me pergunte porque é que certas pessoas são tão egoistas e mal-agradecidas. Bom, mas podemos estar a ser postos à prova, não é? A depurar...através da injustiça.

    Beijinhos e abraços fortes a todas,
    gostei muito da pizza mas ainda gostei mais do feedback deste post. Obrigada.
    Rute

    ResponderEliminar
  13. Rute querida,

    As imagens que você coloca são Fantásticas! já começamos a comer com os olhos.
    E sua história é um belo exemplo de Amizade e respeito.
    Parabéns querida.
    Um grande beijo em seu coração!!!

    ResponderEliminar
  14. Ola, Rute. Mais uma coisa que temos em comum, gosto muito da minha sogra e digo-te, mais depressa vivia com ela do que com a minha mãe...Para mim, os laços do espírito são mais fortes que os laços de sangue.Linda a tua historia.
    Publiquei uma mensagem com azedas, mas respondendo à tua pergunta, a azeda que eu usei não é aquela das florzinhas amarelas, tipo trevo,mas também é uma espontânea, tem lá uma fotografia das folhas, para tu veres.
    Pois é, com a crise que estamos, temos que comer umas ervinhas do campo;)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Rute, voltei para comentar sobre a sogra atual. Sim, ela também merece registro especial, por ser tão atuante e dedicada! Parabéns!
    Por falar em sogra, a minha é muito bacana também. Está agora numa cadeira de rodas, totalmente dependente, mas não deixa de rir muito, algo que sempre foi uma marca registrada dela.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  16. Rute adorei tudo a conversa a pizza que vou fazer. E temos mais uma coisa em comum a relação com a sogra, gosto muito da minha e quando invento na cozinha tb lhe mando um bocadinho para ela provar.
    Bjs

    ResponderEliminar
  17. Aahhhh, adoro a pizza! A ideia de a fazer com esparregado é fantástica xD e agora que a senhora da padaria me deu um bocado de massa para fazer uma pizza.... yuumi!

    E gostei muito a historia, a tua sogra parece ser uma mulher e peras, como se diz ;) é bom manterem-se esses laços!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  18. Rute, minha querida, vc é realmente uma pessoa iluminada. Se dá bem com a ex-sogra! rsss.
    A pizza ficou linda!

    ResponderEliminar
  19. Amiga, acho muito bem que se dêm todos assim tão bem, assim mesmo é que tem de ser!!! Já existem guerras suficientes neste mundo para quê arranjar mais, certo?!! ;)
    Adorei esta tua esparrepizza eh eh eh, muito original e apetitosa aposto!! :)
    Beijinhos carinhosos!!

    ResponderEliminar
  20. OLá ... :o)
    .. sim, é uma óptima sugestão, eu de fazer esta pizza para uma "multidão" :o)
    curioso que, por brincadeira ontem, fiz-me um desafio para esta próxima semana ... criar/e ou apresentar um prato novo todos os dias até sábado ... e este poderá constar da lista ... (claro que, e desculpa, farei, de certo, alguma "mudança" .... sou "péssima copista" ... estou sempre a inventar :I)
    há uma 3 semanas fiz uma pizza verde ... com diversas alfaces :o) um toque de rebentos de soja e algumas passas demolhadas e amêndoa torrada ..... e um creme branco com tofu por cima .... Vegano e Todos adoraram .... Pizza sem o vermelho ...... héee ... c´est a la vie en vert .... como diria Édith Piaf ... se estivesse viva e de boa saúde !!! (e não está? ) (ou diria rose ? ... Bem, pouco importa ... importa mesmo "o gosto da coisa" ... e a coisa tem GOSTO BOM :o)

    Beijinho ... Obrigada pelo Cuidado com Tudo e com Todos :o)

    ResponderEliminar
  21. Adorei as história das sogras !
    Você deve ser uma pessoa muito especial, já que se dá bem com sogra, ex-sogra, etc !

    Saber conviver com os demais é uma prática muito saudável, apesar de nem sempre ser fácil.

    Quanto à receita parece deliciosa e fiquem "aguada" a essa hora da noite !

    Beijo

    ResponderEliminar
  22. É tão bom quando as pessoas se dão bem e continuam a ter uma relação de amizade mesmo quando as relações terminam.

    Mas essa pizza está divinal.

    Bjs

    ResponderEliminar
  23. Olá amiguitas,

    Lú, nem sabe o que me aconteceu noutro dia! Estáva comentando no seu blog, um comentário eeeenorme e quase no fim o pc saltou de página de internet e puf perdi tudo. Fiquei tão irritada que não tive coragem de recomeçar o comentário novamente :( Me perdoa. Tenho de voltar lá...

    Lina, já vivi com a minha ex-sogra :) Quando mudamos para uma casa maior nos primordios do casamento, eu vivi 4 meses com os meus sogros e cunhados (2 rapazes e 1 rapariga). Não posso dizer que foram tempos maravilhosos...cada um tem o seu feitio e como lhes devia o favor, trabalhei arduamente para merecer. Gastei muito dinheiro pois quando ia às compras não podia pensar só em nós os 3, pensava em 8! Não foi fácil porque quem casa quer casa, quer privacidade, porém ninguém morreu por isso, nem as relações se deterioraram. Continuamos a manter a amizade e principalmente o respeito.

    Gina, ainda bem que vc falou na minha sogra actual, também é muito minha amiga. Porém, hoje em dia, acho que sou mais ligada no sogro actual, pois temos a agricultura em comum, a paixão pela terra. Passo a vida a defender ele :) Porque todo o mundo é contra o facto dele investir dinheiro no terreno da aldeia onde nasceu. E eu sou super a favor! As pessoas precisam concretizar seus sonhos e ele tem concretizado poucos pessoais, em vantagem dos sonhos da familia.

    Conceição, somos mesmo parecidas, mulher! Os sogros actuais também são as minhas cobaias :) Não se importam nada de provar as experiências culinárias.

    Marta, tenho a certeza absoluta que vais adorar esta esparrepizza. Então com a massa de pão que publicaste!!!

    Mónica, pois é, ao que parece sogra costuma ser pessoa que nora alguma se dá bem, né! O mesmo dizem minhas amigas: -Sogra é intrometida, sempre dando palpite (dizem elas!).
    Bom, esta sogra também não é excepção mas como a vejo como 2ªmãe, não levo assim tão a mal. Sinto que ela só quer meu bem, dai que tenho de ser flexivel. E mais, ela me ajuda pra caramba com a Carol, coisa que a minha mãe não faz. A Carol chega a ir de férias com os avós paternos quase 1 mês!! Confio-lhe a filha desde tenra idade.

    Piteca, é verdade, já existem guerras a mais por este mundo fora. E muitas dessas guerras não são mais que divergências entre familiares. Nós nunca nos podemos esquecer que pelo bem dos nosso filhos temos de dar-nos todos bem, se não houver outro motivo forte, pelo menos que seja esse o motivo, o bem estar dos nossos filhos. Por isso temos de esforçar-nos para darmo-nos bem com os ex-sogros, ex-cunhados e ex-marido, embora para mim seja mais fácil porque são pessoas muito humanas e nada materialistas.

    Isabel C., achei esse teu desafio espetacular. Os restaurantes estão mesmo a precisar de novidade e tu estás a precisar de deixar fluir a tua criatividade latente. Depois conta-me como fizeste as alterações. Ainda bem que és péssima copista :) Eu é que lucro!

    Flora, é veridico sim senhora, dou-me bem com todas elas. Inclusive quando casei e fiquei grávida, ao visitar a mãe do meu ex-namorado, disse para ela que aquela seria sua netinha também, pois ela se chorava que o filho jamais iria casar e ter filhos. Custa-me muito afastar-me das pessoas de quem gosto mas a vida se encarrega disso direitinho, rssss.

    Sandrinha, tem de ser. Lá podia perder uma conselheira como a minha ex-sogra. Apesar de ter um pensar algo antigo, tem umas ideias muito iluminadas e uma força muito grande de vida, uma noção poderosa de colectivo, de como viver bem em sociedade e pró-sociedade. Ela e o meu ex-sogro vivenciaram, no terreno, o libertador 25 Abril de 74.

    Beijinhos a todas,
    Rute

    ResponderEliminar
  24. Rute querida,
    Não esquenta não, comigo já aconteceu tanto isto.
    E realmente dá um nervoso, porque ás vezes você entra tanto na Energia do que você leu e o comentário vai fluindo de forma espontânea.
    E quando você perde tudo, não é mais a mesma coisa.
    Eu também te confesso que não consigo comentar novamente, porque perde a ligação.
    Mas fique tranqüila, numa próxima oportunidade estaremos conversando, com certeza!
    Um beijão em seu coração!!!

    ResponderEliminar
  25. Rute,
    voltei e agradeço o teu carinho querida,queria muito seguir teu blogue pois achei de um astral otimo,mas não consigo achar os seguidore..
    quando tiver um tempinho conheça meu outro blogue
    Mari Amorim Brincando com a rima
    http:/felinodamadrugada1.blogspot.com/
    vc é uma fofa.
    Boas energias,paz,saúde e muito amor.
    Mari

    ResponderEliminar
  26. Mari,
    vou sim, conhecer a pormenor todos os blogs. Quero muito. Só está faltando tempo no momento. Meus seguidores coloquei lá na lateral direita pra vc se ligar.
    Obrigada. Boas energias tb pra vc.
    Rute

    ResponderEliminar