05 abril 2011

IRS e CENTRO COMUNITÁRIO DE CARCAVELOS

Lembram-se do Projeto Reciclar na Cozinha organizado por 4 dedicadas meninas (incluindo eu) que teve lugar entre Nov e Dez de 2010?
Lembram-se da parceria com o Centro Comunitário que ainda está a decorrer, na qual o centro comprometeu-se a publicar 1 participação por mês no seu Jornal Ágora, durante 1 ano?
Quem não lembra ou desconhece pode acessar aos links incluidos nas palavras coloridas.

Pois bem, ainda não é a 2ªvolta do Projeto Reciclar, mas é possivel que volte mais dia, menos dia com outro desafio colectivo.
Para já o que vos peço em nome dessa grande instituição
SEM FINS LUCRATIVOS e que ajuda muita gente que precisa, especialmente neste momento de crise que vivemos em Portugal, é que AJUDE A AJUDAR!

E nem precisa de desembolsar nada de seu. Simplesmente pode preencher um campo da sua declaração de rendimento (IRS) em que pré-destina que 0,5% do imposto cobrado pelo Estado vá diretamente para a mão do Centro Comunitário. Não pága mais por isso, mas manda no que é seu!! Diz ao Governo, eu quero que 0,5% do dinheiro que o Estado me cobrou seja entrega a esta instituição de solidariedade social. Direcione os seus impostos para o que considera mais importante. Para o TGV ou para a solidariedade?

Basta assinalar o quadradinho e preencher com o contribuinte 502 127 600.

O CCC agradece e apela à contribuição desta forma:

« Ajude-nos a terminar o novo edifício e a creche para 60 crianças, contribua para a nossa acção em favor das famílias mais carenciadas, dos idosos mais desprotegidos, das crianças com menos condições, da comunidade com mais dificuldades.
Ajude-nos a fazer mais e melhor! Agradecemos a sua ajuda na divulgação desta informação junto dos seus familiares, amigos e conhecidos.»

9 comentários:

  1. Rute,
    Ações como essa devem ser reforçadas sempre.
    É bom saber para onde vai nossa contribuição, sobretudo sendo direcionada para instituições sérias, que se preocupam em ajudar os mais necessitados.
    Você é uma pessoa engajada e o mundo precisa de gente assim!
    Bjs.

    ResponderEliminar
  2. Amiga ai está algo com o qual eu concordo plenamente!! E podes crer que o vou fazer!!
    Muito obrigada pela informação! ;)
    Beijinhos doces.

    ResponderEliminar
  3. Rute a tua sensibilização é deveras pura e justa, mas com muita pena minha não posso contribuir para esse efeito porque já preenchi o meu IRS deste ano! Mas concordo com a tua sensibilização!
    Por falar no projecto reciclar, ainda não saiu mais receitas nenhumas? Porque pelas minhas contas ainda só saiu uma receita, estou em pulgas para ver qual o mês que me saiu:)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Que boa iniciativa, Rute. Nem sempre todos sabem que ajudar pode ser mais fácil que parece, nem que seja destinando o imposto recolhido. No Brasil, temos algo similar, mas pouco divulgado! Parabéns pela bela dica! Beijos.

    ResponderEliminar
  5. Rute!!!

    Eu consigno todos os anos os meus 0,5 % aos Bombeiros Voluntários da localidade onde vivo...

    É uma bela iniciativa. Também foi através da net (e-mails) que soube dessa possibilidade. Estamos aí, todos "em rede"!!!

    Muitos beijinhos
    Isabel

    ResponderEliminar
  6. Bom dia amigas,

    Gina,
    é mesmo. Há que divulgar as boas iniciativas. Mais ainda quando conhecemos de perto o trabalho dessas organizações não gorvernamentais. Dá gosto ajudar a ajudar!

    Piteca,
    obrigada! Julgo que tens acompanhado as obras do novo edificio publicadas no jornal Ágora que eu vos envio mensalmente. Sem infraestruturas não é possivel apoiar a comunidade. O Centro tem várias valências importantissimas, quer de apoio à infância, idosos, toxicodependentes, familias desfavorecidas, luta contra a pobreza, contra o desemprego, reciclagem... Um trabalho admirável.

    Susana,
    estás ligeiramente desatualizada. Já vamos no 2ºartigo publicado no Jornal Ágora. Enviei a todas. Não viste!? De qualquer forma está no Delicias e Talentos. Vai lá espreitar ;)

    Adri,
    em Portugal, anteriormente, também era pouco divulgado e usado. Aos poucos vai-se difundindo. Mas se vc soubesse a burocracia que é necessária para a instituição cadastrar-se como beneficiária... é um esforço e tanto!

    Beijinhos a todas,
    obrigada pelos simpáticos comentários.
    Rute

    ResponderEliminar
  7. Olá amiga Isabel,
    pelos vistos estavamos a comentar ao mesmo tempo!
    Pois eu, também já destino os 0,5% há muito tempo. Todos anos mudo a entidade beneficiaria.
    Já ajudei a AMI, a fundação Montepio Geral, a Abraço, a liga contra o Cancro da Mama, e não me lembro de mais entidades :)
    Nunca ajudei os bombeiros, nem sabia que existia alguma corporação que tivesse aderido.
    Faz a tua parte, nunca se sabe quando chega a nossa vez de colher o que semeamos, não é mesmo!
    Beijinhos,
    Saudades,
    Rute

    ResponderEliminar
  8. Olá, Rute
    Sempre interventiva, sempre a exercer a cidadania! :)
    Eu confesso a minha ignorância, só este ano fiquei a saber que se podia fazer essa "retenção" do IRS para uma instituição à nossa escolha, e fiquei a saber quando a Fundação à qual pertence a escola da Carolina enviou uma cartinha a pedir para fazermos isso. Acho excelente podermos ter essa oportunidade de enviar o dinheiro para uma instituição à nossa escolha.
    Quanto à BCFV, desta vez conto chegar a tempo, o meu horário de trabalho sofreu uma redução, estou em part-time, assim posso dedicar a outra "part" ao que me apetece :)

    bjs

    ResponderEliminar
  9. Cláudia,
    por um lado é bom teres a outra "part" para ti e para nós...o pior é a "part" monetária né?
    Fico a torcer para que rapidamente voltes ao time completo se é isso que queres e precisas.
    Beijinhos,
    Obrigada.
    Rute

    ResponderEliminar