24 maio 2011

AI QUE RICA, A FAVA FRITA !!

O céu é o limite! Sigam-me!
Muito se tem falado por aqui, de fava.
Ela tem sido musa de inspiração e de descoberta para novos caminhos de sucesso :)

Desta feita, a fava frita não foge à regra. É o acompanhamento ideal para um drink e uma boa conversa.
Interessante mesmo, foi, mais uma vez experimentar os diferentes estados dum mesmo alimento. A desidratação é uma técnica antiquissima e ecológica, uma vez que foram secas ao sol, em tabuleiros de rede.
Posso conservá-las assim, anos! Ou simplesmente, até à próxima sementeira em Nov.2011...
Mas como a curiosidade é incontrolável, hidratei-as logo de seguida, só para perceber se são saborosas como o feijão demolhado (foto 3).
E são! São!

INGREDIENTES:
  • Favas hidratadas;
  • 1 a 2 colheres (sopa) óleo milho;
  • Sal fino.
PREPARAÇÃO:
Depois de hidratadas, retira-se a pele exterior.
Frita-se na Actifry, com as 2 colheres de óleo, durante 30 minutos.
Povilha-se de sal quando terminar de fritar.

Quem não tem Actifry, frita em fritadeira normal como se fossem batatas fritas. Mas como dessa forma leva mais óleo, terá de escorrer em cima de papel absorvente.

23 comentários:

  1. Oi, Rute! Essas favas, bem salgadinhas, devem ter dado um bom petisco (acompanhando uma cervejinha, para quem gosta). Já comi uns snacks de soja parecidos. E a técnica da desidratação faz maravilhas! Tenho pouco espaço e medo de queimar as coisas no forno, mas um dia eu arrisco. Obrigada por sempre compartilhar suas descobertas :-)
    Beijos!

    ResponderEliminar
  2. Adoro favas, mas fritas numca comi fiquei curiosa...

    bjs,felismin.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Rute que delícia já comi sim mas já vieram prontas (foram compradas assim numa casa que vende diversos petiscos) e é uma delícia, eu to amiga das favas agora sempre to fazendo dum jeito ou de outro se bem que as daqui talvez sejam um pouco diferentes....beijokas paz e luz!

    ResponderEliminar
  4. Rute querida adorei essa favas, crocantes e salgadinhas acompanhada de uma cervejinha gelada era tudo o que eu queria agora!! Que tristeza!! Estão do outro lado do Atlântico, assim fica difícil...bjocas minha amiga

    ResponderEliminar
  5. Oi lindas!

    ADRI,
    também já comi snack de soja que me trouxeram do Brasil. Estou pensando experimentar confeccionar caseiro.

    FELISMINA,
    eu já tinha comido fava frita de compra, mas são algo duras e frias. Estas ainda mornas e bem crocantes...ai ai, são divinais!

    SUN FLOWER,
    que bom que vc sabe o gosto delas. São deliciosas de qualquer jeito, embora as caseiras sejam mais viciantes.

    JOSY,
    a gente ainda vai dar um jeito nisso aí...
    Um dia vc prova minhas favas!!!
    Te prometo :)

    E estou como vocês, com cerveja geladinha não dá pra negar!!!!
    Beijinhos,
    Rute

    ResponderEliminar
  6. Olá, Rute, tu estás sempre a inventar...e a informar... Gostei muito de ler sobre a secagem de alimentos ao sol, já sequei marmelada, nunca me lembrei de secar figos ou sementes como fizeste e eu tenho uma marquise virada a Sul que é uma autêntica estufa...Costumo ter figos no verão, da horta da família, vou experimentar seca-los! E as favas fritas, devem ser viciantes, muito melhores que os snacks comprados, bem imagino!
    Beijocas

    ResponderEliminar
  7. Rutinha, vc chegou a ver minhas tentações leguminosas? Publiquei ontem, minhas queridas amigas Dona Beringela e Dona Abóbrinha, aliás amiga, adoro o nome dela ai em Portugal: Courgete é isso?? Gosto muito do jeito que os portugueses falam, já disse isso uma vez para alguém não me lembro quem, e como vcs costumam dizer: Gosto "imenso" de vc tbém...bjocas querida, obrigada pelo carinho.

    ResponderEliminar
  8. As coisas que eu aprendo por aqui...não sabia que as favas poderiam dar um óptimo aperitivo para os drinks com os amigos... Bela ideia! Sai favas este fds!!
    Beijocas
    Graça

    ResponderEliminar
  9. Tenho favas secas, costumo hidrata-las e fazer em guisados, mas vou experimentar esta receitinha.
    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Rute,

    Vivendo e aprendendo. Melhor ainda sendo uma forma ecológica.
    Beijos

    ResponderEliminar
  11. Olá amigas,

    LINA,
    ai está algo que nunca pensei fazer! Secar marmelada! Agora deixaste-me um "bichinho carpinteiro" na cabeça...

    JOSY,
    ainda não! Ainda não vi suas tentações leguminosas. Vou ver de seguida! Mal posso esperar.
    Em relação às diferenças linguisticas entre Portugal e Brasil, também acho a maior graça. E sinto grande atração por Brasileiro. É uma lingua com muita musicalidade e doçura.

    GRAÇA,
    fico a aguardar o resultado das suas favas fritas!

    CONCEIÇÃO,
    e eu, hei-de experimentar guisados de favas secas que nunca fiz!

    LUCINHA,
    vivendo e aprendendo sem cessar. Ainda há muito conhecimento por desbravar...

    Beijokas a todas.
    Obrigada pela visita.
    Rute

    ResponderEliminar
  12. Olá,Rute!
    deve ficar uma delicia!
    Aproveito,e agradeço sua presença,carinhosa,e interação,na homenagem,oferecida ao amigo,Elcio do Blog Verseiro.blogspot.com/
    Deixo-lhe meu abraço,cheio de boas energias!
    Mari

    ResponderEliminar
  13. As fotos do seu blog sao deliciosas :-)

    ResponderEliminar
  14. Gostei da idéia, Rute.Nunca usei as favas desta maneira.Já as utilizei no acompanhamento do cozido português, muito apreciado aqui em casa.
    Vou inovar o uso com a tua sugestão.
    Mil beijokas,
    Calu

    ResponderEliminar
  15. Que boa sugestão. Deve ficar saboroso. As imagens apetecem.
    bjs

    ResponderEliminar
  16. Já vi à venda como snack mas nunca comprei. Tenho curiosidade :)

    ResponderEliminar
  17. Olá a todas,
    infelizmente, ando numa maré de muito trabalho, daí a ausência no blog.
    Obrigada por todos os comentários e elogios às fotos!
    Prometo voltar em breve com mais novidades.
    Por agora tenho de me dedicar ao trabalho :S
    Beijinhos,
    Rute

    ResponderEliminar
  18. Olá Rute.
    Eu adoro fava, mas frita ñ conhecia, deve ser uma delícia! Um abraço.

    ResponderEliminar
  19. Muito bom, gosto muito! :)
    qdo fiz aquelas "famosas" favas sem pele, achei curioso que o sabor era idêntico ao das favas fritas, que a minha mãe costuma fazer. Claro que aquilo é um bocado gordurento, e tal, mas é tão bom... talvez ofereça uma actifry à minha mãe no próximo aniversário :)
    bjs

    ResponderEliminar
  20. Adoro fava! Sempre comi cozidas e nunca as imaginei fritas.
    Segui o link e esse actifry parece ótimo - vou tentar achar para comprar pela internet - mas se por este aparelho demora 30 minutos, na panela normal vai demorar muito mais tempo. Não será muito tempo de fritura?

    Quero agradecer a sua ajuda com a Aline. O tempo todo ela acompanhou os comentários e como o seu veio depois em outro dia, encaminhei por email. Ela está mais tranquila, pediu para lhe agradecer e aqui estou ;) Obrigada!!

    Bom fim de semana! Beijus,

    ResponderEliminar
  21. Serão "favas contadas" ?

    Parece que ainda sinto o gosto do guisado de favas que minha mãe fazia... Agradava-me aquele sabor diferente, exótico. Quando comerei favas novamente ?

    E a menina Rute sempre inventando novidades, não é mesmo ?

    Beijo

    ResponderEliminar
  22. Olá minha gente,
    lamento a ausência forçada.
    Nestes últimos dias só tenho tido tempo para a familia, trabalho e curso. Nada mais!

    A Actifry é ótima! No entanto, a observação da Luma não está correta. A fritadeira normal demora MENOS. Porque a Actifry é lenta, frita como se fosse no forno, girando de vagar para o calor cozinhar tudo por igual.

    Flora, um dia vc come favas novamente. Prometo!
    Beijos,
    Rute

    ResponderEliminar
  23. Agora entendi o processo. Em geral compro batatas pré-fritas e coloco no forno para dourar, não uso fritar.
    Obrigada pela informação, Rute!

    ResponderEliminar