10 maio 2011

BOLO ALQUIMIA DE EREMITA

Tenho momentos assim... de Eremita.
São momentos bons, de introspeção, de solidão desejada. Retiros da agitação, isolamento das relações humanas. Só eu, dentro da minha caverna, com meus livros, minhas pesquisas, experiências, expressividade criativa...

Para mim é muito fácil ficar um par de dias sem sair de casa... trabalho por conta própria... saltito entre o escritorio e a cozinha, rego a horta de varanda, faço um bocadinho de exercicio na bicicleta fixa, leio, oiço música, vejo filmes que chegam por correio através do Cineteka...

Num desses dias, tive "desejos doces" ao lanche... pensei ir à pastelaria aqui perto. Mas como não apetecia trocar energia com ninguém, optei por confeccionar um bolo em casa (rapidinho).

Já que seria só para mim (pois nessa semana, nem filha, nem marido) dei largas à imaginação resultando num bolinho fantástico, super macio, fofo, divinal. Tudo para dentro da liquidificadora que é a versão moderna de: tudo para dentro do caldeirão! Toda a cozinheira...é uma feiticeira :)

CONFECÇÃO:
  • 2 mãos* de folhas secas de Urtiga;
  • 1 mão* de miolo de Noz;
  • 1 xicara farinha Trigo semi-integral T80;
  • 1/2 xicara fécula de Milho (Maizena);
  • 1 colher (chá) Poejo desidratado;
  • 1/2 colher (café) Erva-doce em pó;
  • 1 colher (chá) Canela em pó;
  • 1 xicara Açúcar Mascavado Claro;
  • 4 ovos M;
  • 3/4 óleo de Milho;
  • 1 iogurte de soja natural;
  • 1 colher (sopa) fermento Royal.
PARA O MOLHO:
  • 1 Abacate;
  • Sumo de 1 Laranja;
  • Açúcar q.b.
CONFECÇÃO:
Aquecer o forno a 180º.
Na liquidificadora, triturar as folhas de Urtiga (Bimby progressão 5-7-9). Juntar o miolo de noz, triturar (5-7-9). Adicionar a farinha trigo e maizena + as especiarias (5-7-9). Anexar o açúcar (5-7-9). E por fim, os ovos inteiros, o óleo e o iogurte. Programar 4 minutos, velocidade média (4).
Quando faltar apenas 15 segundos, juntar o fermento e deixar liquidificar até ao fim.
Enquanto isto, unte uma forma de bolo com óleo de milho.
Leve a massa ao forno, na forma tapada com folha de aluminio. Eu costumo usar uma tampa de vidro que permite espreitar para dentro da forma. A meio da cozedura baixe o forno para 150º. Ao fim de 40 minutos espete com um palito para ver se está cozido por dentro.
O molho é muito fácil e saboroso: Com a liquidificadora de mão triture a polpa do abacate com o sumo de laranja e o açúcar.

NOTA:
A progressão 5-7-9 não deve ser demasiado rápida. Aumente a velocidade por fases. Primeiro vel.5, deixe triturar um pouco, aumenta p/ vel.7, tritura mais um pouco, por fim vel.9 ou 10, mais uns segundos e desliga.
No máximo, o bolo demora 10 minutos a preparar. Se calhar nem tanto.

Pensei que o bolo ficasse verde à semelhança deste que fiz com ESPINAFRE, mas não! Talvez fosse por causa da noz e do açúcar mascavado.
*mão pequena

23 comentários:

  1. Eu comia uma fatia. Bem diferente com urtigas.
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. OLha, cá está uma coisa que eu nunca experimentei... urtigas e como sou mto dada a experiencias novas a nivel culinario, acho que ja marchava uma bela fatia desse teu bolinho delicioso!!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Amiga eu ás vezes também tenho momentos assim! Por vezes também sabe bem o sossego e a solidão, para desenjoar da agitação de todos os dias! :)
    Adorei o teu bolinho, ficou muito bonito e apetitoso!
    Beijinhos carinhosos.

    ResponderEliminar
  4. Bom dia Rute querida, que lindo aspecto seu bolo, a cor linda, preciso experimentar a urtiga, gosto de experimentar novos sabores, e nunca falo que não gosto disso, não gosto daquilo, sem antes provar, tem pessoas que torçem o nariz quando vê algum prato, sem ao menos provar. Deve ter ficado muito bom esse bolo,simples igual ao meu né?? combinamos mesmo. hehe. Gostei muito desse molho, abacate com laranja é uma dupla perfeita, uso muito limão com abacate, uma vez provei com a laranja, amei. Uma linda semana amiga...bjocas

    ResponderEliminar
  5. Amada que coisa linda essa sua fase eremita.
    É bem verdade poucos conhecem a fundo a mitologia africana que já se dispersou, porém na sua grandeza é simples, bonita e fundamentada.
    Paz e Luz e uma semana de graças!
    Bjus.

    ResponderEliminar
  6. Rute, nesses momentos de 'solidão', um bolo quentinho sempre conforta o estomâgo e o coração :-) Esse seu bolo com ervas e especiarias deve ter ficado um perfume só.
    obrigada pelo convite para a Teia, só não sei se dou conta de duas blogagens. Vou me concentrar na BCFV e, quando tiver alguma ideia legal nos dias 7, entro na Teia também. Fico de olho! Um beijo!

    ResponderEliminar
  7. Muito interessante essa receita, seus ingredientes devem resultar numa massa com aroma muito especial. E o molho estão...inusitadíssimo...rs!
    Bjuss!!!

    ResponderEliminar
  8. Um bolo bastante original, graças aos ingredientes escolhidos... a aspecto é fantastico, fiquei curiosa em relação ao sabor.

    bjos

    ResponderEliminar
  9. Olá Caras lindas :)
    ando de roda do trabalho pois tenho um deadline a cumprir em breve - entrega dos ivas trimestrais.

    O bolinho tem um sabor muito bom, uma consistência muito fofinha, um aroma inebriante... julgo que a urtiga terá conferido ao bolo uma "elasticidade" especial, uma leveza invulgar. As especiarias tornaram-no exótico e combinaram especialmente com a noz.

    Para saber como é, basta reproduzirem a receita. Urtigas há por aí muitas, depois de lavadas é só secar ao ar.
    Vejam os restantes artigos da label "Reino da Urtiga".
    Beijinhos,
    Rute

    ResponderEliminar
  10. Quem não tem momentos assim!? A diferença é que nem todos podem usufruir desses momentos a sós, ainda bem que podes fazer esse retiro só!
    Adorei o teu bolo e já comia uma bema duma fatia:)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Huuummmm... canela, noz, erva-doce... das minhas combinações preferidas!!!
    Tu chamas-te de eremita eu chamo-me de ursa quando me dão essas vontades de hibernar! :D
    Porque eu digo que hiberno quando me dá essa vontade de não sair de casa e ficar em introspecção+ler+escrever+ver filmes! :) Não é só dormir! :)
    Muitas beijocas, até quando te apetecer voltar a ver gente! :D
    Isabel

    ResponderEliminar
  12. Também tenho dias assim amiga e tantos...mas tenho que andar sempre com um big smilie...adorei o boleco querida...e bjokitas grande sno teu coração...

    ResponderEliminar
  13. Com urtigas e tudo só pode mesmo ser de bruxa:-) ficou com optimo aspeto :-)

    ResponderEliminar
  14. Trabalhar em casa tem dessas coisas. Por um lado, exige determinação para não se divagar ou ficar pela cama até mais tarde... Por outro lado, você pode dar uma paradinha, ter contato com a natureza, ouvir música... Isso é um privilégio!
    Comecei a ler os ingredientes do seu bolo e já comecei a rir. Claro que posso fazer sem as folhas de urtiga, mas sem elas não seria o bolo da Rute!
    Bjs.

    ResponderEliminar
  15. Que sintonia!!!
    Acabei de tecer o comentário acima, saio daqui e o que encontro no e-mail? Um comentário seu!
    As sementes de mostarda têm história, não é mesmo? Quando florirem, fotografe e nos mostre, ok?
    Bjs.

    ResponderEliminar
  16. Rute
    Marido aqui ao lado pedindo um café e eu aqui só de olho nesse bolo.
    Bem, a aparência dele está ótima. Confesso que achei um pouco estranha a receita (é claro, estou acostumada só com as coisas daqui)mas que deve estar uma delícia, isso parece. Hum.....
    um beijo

    ResponderEliminar
  17. Olá Rute.
    O aspecto do seu bolo está ótimo, convidativo.
    Achei esquisito o ingrediente, urtiga, porque quando eu era criança, os mais velhos nos ensinavam que passasse longe de um pé de urtiga, pois se tocasse em nossa pele, queimava muito e ficava marcas. Mas será que é a mesma urtiga?
    Beijo
    Maria Luiza. (Lulú)

    ResponderEliminar
  18. Viva, Rute!Mais um bom uso que deste às urtigas, esta receita está demais.Já viste o meu comentário aqui . (aprendi direitinho, hã?).As bichinhas estão aqui na minha janela a secar cheias de sementinhas prontas para ti.
    Como eu queria ter uns dias de eremita assim, precisava mesmo disso, mas os meus dias são sempre cheios de "gente". Por isso às vezes aproveito um bocadinho da noite para ficar um pouco sossegada, ou de manhã...Gosto de acordar mais cedo e tomar o pequeno almoço sozinha, calmamente, porque a seguir sei que não paro até a noite...Alguma vez leste "O Alquimista" de Paulo Coelho? Quando vi o título da postagem, veio-me logo à ideia este livro que já li há muitos anos e gostei muito...Somos todos alquimistas e a perseguir um sonho, que muitas vezes está perto de nós.
    Já estou a misturar muita coisa, tipo o teu caldeirão. Se puderes, espreita aqui , acho que vais gostar desta receita...
    Ufa, Beijocas

    ResponderEliminar
  19. Bom dia minha gente:

    ainda noutro dia uma amiga minha comentáva isso mesmo. Que nunca tem um dia só para ela. Nunca tem um dia sem filhos, sem marido, sem pais... Há pessoas que se dão bem assim, mas de fato eu preciso de dias de isolamento. Sem isso não me restabeleço do "gasto" energético. Embora adore todos os que me rodeiam, familia, amigos, colegas de trabalho...

    Quanto ao trabalhar em casa, já desde 1995, dai que estou bem disciplinada. De qq das formas nunca consigo dormir até tarde. Tanto que nem coloco despertador para acordar.

    LULÚ,
    é mesmo Urtiga dessa que pica, mas tem segredo! Deve apanhar com luvas e 24 horas depois de apanhar, não pica mais. Estas eram organicas, foram bem higienizadas e as folhas desidratadas ao sol. Para ver outros usos das folhas de Urtiga, click aqui: Reino da Urtiga
    Primeiro aparecerá esta mesma receita mas nas postagens seguintes, mais em baixo, encontra os artigos relacionados.

    LINA,
    mas que maravilha! Estás uma pró em comentários com links!!! Ainda hoje envio-te um mail ok. Só não consigo agora.
    Em relação ao Paulo Coelho li todos os livros dele, à exceção dos 2 ou 3 últimos. "O Alquimista" foi o primeirissimo! São fantásticos esses livros.
    O meu preferido de Paulo Coelho é o "Veronika decide Morrer". Já leste??
    Não faz mal nenhum misturares "n" assuntos no meu caldeirão, lido bem com várias temáticas ao mesmo tempo.

    Mil beijinhos a todas,
    desculpem não responder a todas, individualmente.
    Mas irei visitá-las em breve e retribuir a amabilidade.
    Rute

    ResponderEliminar
  20. Rute!!!
    Do comentário que deixaste lá no Pés Na Relva em relação ao que contei lá do primo do primo, parece que já leste "em sonhos" o meu próximo post, que já está escrito há alguns tempos,para a próxima Colectiva Fases da vida do dia 15! Depois quando postarmos vais perceberes o que estou a dizer...
    Muitos beijinhos! Muito boas leituras!!!
    Isabel

    ResponderEliminar
  21. Olá Rute, bom dia :)
    este bolo tem mesmo óptimo aspecto, e fiquei curiosa para provar pois assim com urtigas nunca fiz, mas deve ser uma delicia! beijinhos :)

    ResponderEliminar
  22. Oi Rute a aparência é ótima. Vc usa uns ingredientes bem originais.
    bjs

    ResponderEliminar
  23. Essa receita é muito boa eu ja havia pego numa outra vez mas tbém tenho minhas fases de Eremita e de Enforcado...mas aceito e repenso e vamos lá. Bjks de mel e me visite sempre.

    ResponderEliminar