28 abril 2011

PIZZA VIOLETA PROFUNDO - DEEP PURPLE PIZZA

O post de hoje é para irradiar LUZ VIOLETA.
Aquela que vejo quando fecho os olhos... não é forçada, é espontânea. Inata.
Transmutação mental da Consciência Individualizada para Consciência Universal.
Porque «Nenhum homem é uma ilha, sozinho em si mesmo;
cada homem é parte do continente, parte do todo;
se uma pequena pedra for levada pelo mar, a Europa fica menor,
como se fosse um promontório,
assim como se fosse uma parte de seus amigos ou mesmo sua;
a morte (e o sofrimento) de qualquer homem me diminui,
porque eu sou parte da humanidade;

e por isso, nunca procure saber por quem os sinos dobram, eles dobram por si»
John Donne in Meditações XVII
Today´s post is to irradiate PURPLE LIGHT.
That one I see when I close my eyes... is not forced, is spontaneous. Innate.
Mental transmutation of Individualized Consciousness into Universal Consciousness.
Because «No man is an island, entire of itself;
every man is a piece of the continent, a part of the main.
If a clod be washed away by the sea, Europe is the less,
as well as if promontory were,
as well as if a manor of thy friend’s or of thine own were.
Any man’s death (and suffering) diminishes me,
because I am involved in mankind;
and therefore never send to know for whom the bell tolls, it tolls for thee».

John Donne in Meditation XVII
INGREDIENTES:
  • Massa de Pizza caseira;
  • Azeite;
  • Oregãos secos;
  • 2 Cebolas Roxas;
  • Manjericão fresco picado;
  • 2 Beterrabas cozidas;
  • Vinagre de arroz;
  • 4 dentes de alho;
  • 1/2 Repolho Roxo;
  • 1 Maçã verde;
  • Molho de soja (Shoyu);
  • 2 queijos Mozzarella fresca de Bufala;
  • Gergelim torrado (Sêsamo).
CONFECÇÃO:
Num tacho colocar azeite, laminas de alho, repolho roxo cortado e refogar durante 10 minutos. Regar de molho de soja, juntar a maçã, refogar até o repolho ficar al-dente.
Laminar a beterraba e temperar com vinagre de arroz (convém ser este porque é muito suave).
Aquecer o forno a 150º, estender a massa de pizza caseira, levar ao forno por 5 minutos.
Untar com azeite, espalhar folhas de oregãos secos, dispor rodelas finas de cebola roxa, terminar com manjericão fresco picado.
Decorar com a beterraba escorrida do vinagre, sobrepor o refogado de repolho e maçã, as fatias de mozarella fresca de búfala, terminar com gergelim (sêsamo) préviamente torrado na frigideira. Levar ao forno a 180º. No fim aumentar temperatura para tostar com o grill.

INGREDIENTS:
  • Homemade pizza dough;
  • Olive Oil;
  • Dried Oregano;
  • 2 red Onions;
  • Chopped fresh Basil;
  • 2 cooked Beet roots;
  • Rice vinegar;
  • 4 garlic gloves;
  • 1/2 red Cabbage;
  • 1 green Apple;
  • Soy sauce (Shoyu);
  • 2 fresh Mozzarella cheese;
  • Toasted sesame seeds.
MAKING:
In a pot heat olive oil, garlic slices, chopped cabbage, sauté for 10 minutes. Sprinkle soy sauce, add apple pieces and sauté until the cabbage becomes al dente.
Slice beet roots and season with rice vinegar (this one is better because it's softer).
Preheat oven to 150 degrees, extending the homemade pizza dough, bake for 5 minutes.
Oiled pizza pan, sprinkle herbs (dried and fresh) , add thin slices of red onion.
Garnish with drained beets in vinegar, overlapping the stewed cabbage and apple, slices of fresh mozzarella, finished with sesame previously roasted in a pan. Bake at 180 º.
At the end, increase temperature for toasting with the grill.

27 abril 2011

GERGELIM BRONZEADO SOBRE FITAS DE URTIGA

Olhei para ele e pensei... Hummm estás tão branco... se calhar ponho do preto...
Mas como o branco era mais "adulto" (perto do prazo de validade)... levei-o à frigideira e dei-lhe um leve bronzeado.
Ficou um prato tão especial que tenho de lhe dar protagonismo!!
Srs e Sras, o óscar de mérito vai para... (tchan tchan tchan tchammmm):
O único, o famoso, o inigualável....GERGELIM torrado!! (Sêsamo para as amigas Portuguesas).

INGREDIENTES (para 2 pessoas):
  • Azeite;
  • 1 Cebola em meias luas;
  • 1/2 Repolho branco ripado grosso (Lombarda);
  • 1 cenoura grande em meias luas;
  • Molho de soja (Shoyu);
  • 1/4 copo água;
  • Massa caseira de Urtiga cozida;
  • Esparguette cozido;
  • Óleo de milho;
  • 3 a 4 dentes de alho;
  • 2 salsichas de soja;
  • Sementes de Gergelim (Sêsamo).
CONFECÇÃO:
Num tacho anti-aderente, coloque azeite (seja generoso mas não exagere), junte a cebola, o repolho branco e a cenoura. Deite refogar um pouco, regue com molho de soja (bastante), refogue mais um pouco e junte água para cozinhar. Não tape para poder evaporar os liquidos.

Usei 2 sobras de massa cozida. Numa frigideira ou wok, coloque o óleo de milho e os alhos laminados. Deixe fritar para largar sabor. Adicione a massa e envolva bem durante um tempo.

Numa frigideira mais pequena, deite sementes de gergelim e torre em lume brando, sacudindo frequentemente para não queimar. Quando começar a sentir o cheirinho, apague o lume e reserve.

Agora que o repolho já está al-dente, junte as salsichas partidas, mexa, anexe a massa, incorpe bem. Sirva com o gergelim ON TOP!

NOTA: não usei sal porque o molho de soja confere "salgado" à comida. É uma alternativa muito saudável.

26 abril 2011

BOLO ABENÇOADO DE VÁRIAS AMÊNDOAS

Que benção comer uma fatia desse bolo.
Cozinhar com os anjos, depositar todo o sentimento que enche o nosso coração, numa confecção que será saboreada, em convivio, por toda a familia: avós, tios-avós, pais, irmãos, filhos...
Novos e velhos em plena comunhão uns com os outros, revivendo memórias...
O Amor está na mesa, tomai e comei todos, este é o meu carinho por vós...

INGREDIENTES para o bolo:
  • 100 gr Amêndoa sem pele;
  • 2 medidas* de Açúcar;
  • 5 ovos M;
  • 1 iogurte natural de Soja (o copinho servirá de medida*);
  • 1 medida* de Óleo Milho;
  • 2 medidas* farinha (usei semi-integral T80 biológica);
  • 1 colher (sopa) fermento ROYAL;
  • Leite creme;
  • Chocolate derretido com leite soja;
  • Amêndoas de chocolate branco (c/coco);
  • Amêndoas de chocolate semi-amargo;
  • Amêndoas crúa aos pedacinhos.
INGREDIENTES para o Leite Creme:
  • 600 gr Leite de soja natural;
  • 4 ovos M;
  • 100 gr Açúcar;
  • 45 gr Farinha Maizena (fécula de milho);
  • 40 gr Manteiga Vegetal PLANTA;
  • Raspa de Limão amarelo;
  • Pitada de Açafrão para dar cor.
CONFECÇÃO:

LEITE CREME: Optei por fazer o Leite Creme no dia anterior à noite. Num liquidificador juntar tudo. Se for na Bimby, programar 10 minutos, velocidade 4, temperatura 90º. Se não tiver a Bimby, leve ao bico do fogão após liquidificar, mexendo sempre até engrossar. No dia seguinte voltei a bater ele antes de colocar no bolo.

BOLO: a receita pesquisei na net e adaptei a da Sónia A.
Aquecer o forno a 150º.
Triturar Amêndoas até obter farinha - 30 segundos, progressão 5-7-9.
Juntar Açúcar, voltar a triturar - 30 segundos, progressão 5-7-9.
Colocar borboleta no copo, adicionar ovos inteiros - 5 minutos, temperatura 37º, velocidade 4.
Enquanto a liquidificadora trabalha sozinha, unte uma forma com óleo.
Terminado o tempo, voltar a programar 5 minutos, temperatura 37º, velocidade 4.
Quando faltar 3 minutos para terminar, comece a introduzir pelo bucal e sem parar a máquina os seguintes ingredientes:
Óleo, depois o iogurte batido com colher, e por fim farinha.
A 10 segundos de terminar, junte o fermento.
Encha a forma e leve ao forno a 180º. Tapado com folha de aluminio para não queimar por cima. Ao fim de 30 minutos diminua para 150º e aos 45 minutos verifique com palito se já está cozido. Retire apenas só quando estiver cozido mesmo que demore bastante.
Quem não tem Bimby, utiliza todos os ingredientes à temperatura ambiente. Retire um tempo antes do frigorifico (1 hora antes talvez).

DECORAR:
Espere que o bolo esteja frio para decorar. Para arrefecer mais rápido, abra ao meio na horizontal, até porque será recheado com leite creme.
Depois de recheado, feche e sele à volta com chocolate derretido em leite de soja. Deixe o topo do bolo sem chocolate.
No cimo faça uma coroa com amêndoas em pedacinhos, para travar o leite creme de escorrer.
Termine com o leite creme derramado por cima, enfeite com as amêndoas de 2 chocolates e sirva com tacinhas de leite creme à parte para as pessoas regarem a sua fatia conforme o gosto. É um bolo extremamente fofinho e bem húmido do leite creme.

23 abril 2011

REUNIÃO INUSITADA DE FRUTAS

As frutas reuniram... apesar de parecer que não tinham nada em comum!
A Pêra-rocha do Oeste, armada em pistoleira, segredava à Laranja do Algarve: -Xiiii onde é que já se viu pôr Pêra-abacate na salada!!!
Mas a Laranja, juntamente com a Banana da Madeira, tentavam acalmá-la: -Olha que pode não parecer mas esta é nacional e biológica!!
Porém a Pêra-rocha não se conformava: -Pois, pois, só falta dizeres que as groselhas também já se fixaram em território nacional !!
E eis que lhe responde o Ananás dos Açores: - É verdade sim senhora! Somos todos frutos portugueses e biológicos, portanto, vamos dar inicio à sessão e defender o produto nacional nesta reunião inusitada!!

INGREDIENTES:
  • 1/4 Ananás Biologico;
  • 1 Pêra-rocha Biológica;
  • 1 Banana Biológico;
  • 1 Abacate Biológico;
  • 1 Laranja Biológica;
  • 250 gr Groselhas;
  • 1 pacote sumo Bongo;
  • 1 calice Licor de Uva Caseiro;
  • Açúcar q.b.;
  • Panquecas, Waffles ou Crepes;
  • Chocolate quente derretido em leite de soja.
CONFECÇÃO:
Na mandolina, laminar as frutas, ananás, pêra com casca, banana, abacate, laranja pequena.
Especialmente a pêra e banana mergulhá-las logo no sumo para não enegrecerem. Regar com o licor de uva, juntar as groselhas e povilhar de açúcar. Reservar enquanto faz as panquecas.
Derreter cubinhos de chocolate em leite de soja.
Servir cada panqueca com salada de frutas ao meio e chocolate quente.

NOTA:
Fiz a salada de frutas sem pensar no acompanhamento, mas logo após, visitei o blog Coco Crú da querida Mary. Trazendo de lá a dica do casamento perfeito: panquecas e salada de frutas.

ARTIGOS RELACIONADOS:
Panquecas de Iogurte
Waffles de Iogurte
Crepes de Iogurte

22 abril 2011

MASSA FRESCA DE URTIGA - CASEIRA!

ARTIGOS RELACIONADOS:
Sopa de Urtiga Biologica
Chá de Urtigas com Especiarias
Gnocchi caseiro de Espinafre desidratado
Massa Fresca Cor-de-Rosa
Massa Fresca de Milho

Palavras para quê! É uma massa dum verdinho lindo, agradável sabor, textura al-dente, frescura sem igual. É portanto, mais uma experiência bem sucedida.

INGREDIENTES:
  • 2 "mãos" de folhas secas de urtiga;
  • 190 gr farinha trigo semi-completa T80;
  • 2 ovos M;
  • 2 colheres (sopa) azeite;
  • Pitada de sal;
  • água q.b. e farinha q.b.
CONFECÇÃO:
Num liquidificador reduza as folhas de urtigas (secas) em pó. Junte a farinha e volte a triturar para obter um pó mais fino.
Adicione os ovos, azeite e sal fino. Triturar 15 segundos em velocidade 6.
Sinta a massa nos dedos se achar que está muito seca e separada, junte uns salpicos de água. Programe 4 minutos, velocidade Espiga. E vá povilhando com farinha para retificar humidade da massa.
Se não tem a Bimby, pelo que não terá a velocidade Espiga, retire a massa para fora e trabalhe-a à mão com equilibrio de água e farinha para retificar.
De seguida leve a massa ao frigorifico para descansar durante 2 horas.
Após isto, estique com rolo ou na maquineta, povilhe de farinha, e corte. Tendo a maquina manual, corta-se no acessório de fettuccini. Caso contrário, corte com faca afiada.
Coza em água fervente e quando retirar do caldo de cozedura, passe por água fria.
Serviu de acompanhamento a um bife de tofú, frito em azeite e com muito alho. Após fritar os bifes, salteei a massa nesse azeite com alho terminando com uma pitada de pimenta.

18 abril 2011

SALAME DE SOYPPUCCINO

Após o salame de alfarroba que serviu de receita à Blogagem Coletiva Fases da Vida, seguem-se as variações.
Por enquanto é só este salame de cappuccino de soja, mas já outras versões povoam o meu cérebro...

INGREDIENTES:
  • 170 gr bolacha torrada;
  • 1 ovo M;
  • 70 gr açúcar mascavado claro (integral);
  • 130 gr margarina vegetal PLANTA;
  • 3 carteirinhas de Soyppuccino (equivale a 45 gr);
  • 1 colher de pó de café (usei alternativo de 5 cereais);
  • 15 bolinhas de Pasta de Amêndoa.
CONFECÇÃO:
Triturar a bolacha em pedaços médios. Retirar do copo do liquidificador e reservar.
Deitar os restantes ingredientes no copo da Bimby à exceção das bolinhas de amêndoa. Programar temperatura 70º, 3 minutos, velocidade 1. Adicionar a bolacha, envolver na velocidade 1 a 2. Deixar arrefecer.
Para formar o rolo usei o SUSHIZI.

16 abril 2011

BCFV - 3ªFASE - ADOLESCÊNCIA - 15_MAI_2011

Ontem vivemos um dia bem light... mas, ao mesmo tempo, nada diet... pois doçura foi o que não nos faltou...
Falar da INFÂNCIA querida e já ida...
Que tempo encantador!!! Cheio de sonhos e magia...

Cada qual contribuindo com sua melhor roupagem em forma de palavras...
Dizer MUITO OBRIGADA é pouco, em nome da equipa de organização da nossa Coletiva Fases da Vida:
Cada um de nós tem fases de alegria... de aprendizado... de perdas e ganhos... enfim, cada sentimento distinto vem permeando a nossa vida em suas várias etapas...
Primeiramente, nós fomos gerados e nascemos... em seguida, vamos crescendo em sabedoria e graça DIANTE DE DEUS E DOS HOMENS como retratamos ontem nos depoimentos da infância...

ImageChef.com
Chega o tempo da puberdade, enfim!!! Todavia, ainda não somos tão sabidinhos quanto nos vemos nesta idade tão conflitiva e instigante para muitos de nós... Ficamos nós, a nossa Equipa, a imaginar como relataremos a ADOLESCÊNCIA...
Hum!!! Vamos colocar nossa memória funcionando para, com muita sensibilidade, mostrar como foi a nossa ou a de outrém???
Será no dia 15 de Maio... mês das noivas... das mães... da Mãe das mães...
Inspiração teremos muita por esses e outros mais motivos...
Crescer!!!
Galgar degraus!!!
Eis o tempo que chega para todos!!! Tempo marcante e de muita pista para o futuro que se aproxima... Saltemos de contentamento pois a fase do primeiro amor está a se aproximar... das primeiras conquistas podemos dizer... tanto na vida afetiva como na cultural... quem sabe até em outros níveis mesmo que, aparentemente, de uma forma precoce???
Será a Fase mais conflitiva???
Quem saberá???
É tempo de sonhar... sonhar e sonhar e não ter a vergonha de ser um eterno aprendiz... INCERTEZAS tive muitas mas NEM TUDO QUE RELUZ É OURO... sendo assim: muitos fantasmas cerebrais jamais existiram...
A nossa BCFV não faz restrição ao Tema do seu blog... como já dissemos anteriormente... basta que encaixe o seu Tema central em nossa temática... coisa que foi feita com esmero nas prineiras fases por TODOS os participantes...
Não nos cansamos de parabenizá-los pela eficiente participação e muito enriquecedora como pudemos testemunhar junto ao grupo de participantes...
E na fase da ADOLESCÊNCIA não será diferente, claro!!!
Assim que poderão abordar a alimentação própria dos meninos "rebeldes"...que contagiou o mundo e nos foi incutida pelos padrões americanos...Poderão também falar do valor da fama e dos acessórios de moda para as meninas que querem ser como a Hannah Montana, ou dos meninos que querem ser como Justin Bieber...
Sabemos que não faltará a criatividade que permeia o coração e a mente dos adolescentes de um modo em geral... Mãos à obra, então!!! Teremos muito o que contar e enriquecer a terceira fase da nossa Blogagem... Hum!!! Isso terá cheirinho de muita novidade que os caracteriza...
E viva a adolescência!!!
Estamos contando os dias para ver...
E que venha logo o 15 de Maio com tudo o que tem direito!!!
Recebam o nosso abraço fraternal e o nosso carinho pelo seu respeito aderindo à vibrante e cheia de energia positiva: BCFV... Até lá, então!!!
Mas não se esqueça de inscrever, ok???
Atualizarei o quadro dos blogs pertecentes à BCFV, na coluna lateral direita, com o seu endereço de imediato :)
Notas importantes:
Os participantes não são obrigados a seguir todas as fases, podem participar apenas na que desejarem.
É permitido trazer para o dia de publicação qualquer artigo já publicado que se adapte ao tema.
A postagem participante pode servir mais do que uma blogagem colectiva, desde que não fuja à temática.
No dia 15, uma vez publicado seu post, deixe um comentário. Divulgaremos que estão participando, para que todos possam ler!

15 abril 2011

INFÂNCIA - ENTENDER A HIPERATIVIDADE E DDA

BCFV - 2ªFASE - INFÂNCIA

Escolhi fazer o paralelo fotografico da Infância tendo Carnaval como pano de fundo.
Em cima eu, mascarada de Cigana. Em baixo a Carol, mascarada de Abelhinha.
Conseguem ouvir o zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz ?
Poisa aqui, poisa ali, mas sempre em zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz!

Assim começa nossa postagem:
Será que o zzzzzzzzzzzz é sinónimo de hiperatividade?
Será que saltar de interesse em interesse é sinónimo de Déficit de Atenção?
Em que grau devemos ficar preocupados?

Há relativamente pouco tempo, fui confrontada com uma luta que evitava há anos! O ex-marido achou por bem, levar a filha a uma pedopsiquiatra, visto achar que a menina tem energia a mais, e atenção a menos. Não fui contra, como é óbvio, tudo o que seja para ajudar, eu estou lá para concordar.

Mas eis que entre tantas consultas e compromissos de trabalho, fica decidido que vão só eles os dois, da mesma forma como eu já fui sozinha com ela, tantas outras vezes. Só assim é que se consegue que ambos os pais duma criança "diferente", trabalhem. Repartindo tarefas e responsabilidades.

Na volta da 1ªconsulta de pedopsiquiatria (note-se bem, PRIMEIRA consulta), ele traz a receita dum medicamento muito polémico, e no dia seguinte, inicia de imediato, a toma diária de CONCERTA (idêntico a RITALINA).

Quando soube disto, fiquei transtornada: -Peço desculpa, mas...a Pedopsiquiatra conhece a Carolina de onde? Onde está o diagnóstico de DDA? Onde está a solicitação dos relatórios às pessoas que trabalham com ela, professores e terapeutas? Opiniões de outros médicos! A Sra.Dra sabe que a Carolina tem problemas cardiacos? Já falou com o Cardiologista dela? Já alguém leu as contra-indicações dessa droga!?

Foram estes os primordios da batalha... felizmente foram poucos dias de medicamento pois quando a recebi na semana de mãe, depois da semana de pai, fiquei chocada com os sintomas, tais como falta da apetite, apatia, pupilas dilatadas, sono perturbado...

Não digo que não haja crianças que necessitem mesmo de RITALINA, pois há casos graves de hiperatividade. Mas a minha, não é um desses casos, até porque já tive uma 2ªopinião, dum neuropsiquiatra que efetuou testes psicológicos, analisou a TAC e EEG que a Carol fez, quando tinha meses de idade, chegando à iluminada conclusão:

"A sua filha tem uma parte do cérebro que não funciona (ou funciona mal), suspeita-se que seja precisamente a parte ligada à aprendizagem dos números e das letras. A zona forte do cérebro da Carolina são os sentimentos e as emoções, embora estejam muito imaturos, precisando serem trabalhados através de psicoterapia. Se quer a minha opinião, não aconselho a toma de nenhum medicamento porque esta substância vai estimular uma zona e inibir outra. Ou seja, bloqueia a impulsividade, a distração, a reação, e aumenta a produção de dopamina e serotonina, aumentando a actividade cerebral numa área que no caso da Carolina, não funciona."

Conclusão, precisamos melhorar a área forte dela para ajudar a parte fraca. E não bloqueá-la. Basta que para isso (apesar de não ser simples nem rápido), se desenvolva a maturidade dos sentimentos e das emoções.

Observando agora a temática num contexto mais alargado e mediante uma pergunta que coloquei ao psicologo da escola onde a filha estuda, ora leiam: - O que acha do CONCERTA ou da RITALINA? - Ao que ele respondeu: - Não posso ir contra os psiquiatras pois eles é que são médicos... mas não acho normal que 60% duma escola com 900 alunos, tome isso!

Sinceramente também não acho normal !! Multiplas crianças que funcionam à base da pilula da inteligência... Privadas da sua impulsividade natural, domesticadas para simplesmente aprenderem matéria de escola, formatadas através duma alteração quimica no equilibrio cerebral...

Sempre se ouviu falar de crianças irrequietas, o chamado bichinho-carpinteiro carateristico da infância. Porém educadas, respeitadoras, conhecedoras dos limites. Apesar de não se ouvir o meu zzzzzzzzzzzzzzzz ali na foto, acreditem que eu era uma criança muito traquina, sonhadora, distraída, hiper comunicativa, pouco estudiosa, mas nem por isso menos inteligente.

Recordei noutro dia com minha mãe, a criança que eu fui, encontrando diversas semelhanças entre a Carol e eu, especialmente a criatividade que é algo que nela floresce intensamente. Que direito têm os pais de conter essas fontes de atividade? Impulsividade, criatividade, espontaneidade, reatividade, positividade, originalidade, polaridade, naturalidade...

Concordo que se deva promover o equilibrio das emoções infantis mas NÃO inibir ou bloquear as espantosas capacidades do ser humano de explorar e sonhar. Para terminar transcrevo aqui parte do meu relatório escolar da 1ªclasse:
«A Rute demonstra pouco interesse pela atividade escolar. Sempre muito aérea, as suas preocupações dispersam-se por outro campo de atividade. Ao principio, o seu comportamento não era lá muito satisfatório, desconcentrada, distraida com as novidades, muito faladora...»

Aí está um diagnóstico de Disturbio Déficit de Atenção (DDA) mas felizmente nessa época não estáva na moda "drogar" os filhos. Não sou saudosista mas de fato, bons tempos em que os pais apesar das suas obrigações profissionais conseguiam chegar a casa e dar-nos atenção, ao fim de semana estavam connosco, independentemente da nossa intensa energia e de sermos cansativos, não se preocupavam minimamente se iamos ser empregadas de balcão ou empresárias de sucesso! Como diz a minha mãe, só quis que fosses honesta e auto-suficiente. Que atualmente se chamaria auto-sustentável :)

Encerro com a minha primeirissima confecção culinária. Um salame de chocolate para o Dia do Pai, quando tinha 7 anos (salvo o erro). Embora este salame já tenha evoluido no tempo. Agora faço-o com alfarroba e mais umas criatividades pelo meio...

INGREDIENTES:
  • 160 gr bolacha torrada;
  • 1 ovo M;
  • 100 gr açúcar mascavado claro (integral);
  • 140 gr manteiga vegetal BECEL;
  • 40 gr farinha de alfarroba;
  • 10 gr chocolate em pó;
  • 1 colher (café) de canela em pó;
  • 15 bolinhas de Pasta de amêndoa.
CONFECÇÃO:
Usar um liquidificador para triturar a bolacha. Usei a Bimby, 10 segundos, velocidade 3. Reservar à parte.

Sem lavar o copo da bimby, deitar o ovo, açúcar, manteiga, alfarroba, chocolate e canela no copo. Programar temperatura 70º, durante 3 minutos, velocidade 1. Adicionar a bolacha e misturar na velocidade 1 ou 2 até envolver bem. Deixar arrefecer.

Para formar o rolo, usei o SUSHIZI, que neste caso foi mais SalameIZI :) Coloquei o preparado em ambos os lados, juntei as bolinhas de pasta de amêndoa, fechei com os fechos laterais e levei ao frigorifico por 3 horas. Desenformei em cima de papel de aluminio, para logo de seguida embrulhar e refrigerar novamente até ao dia seguinte.

PARTICIPAÇÕES (conforme vão chegando):

2-EuCrioAminhaVida.blogspot.com; 3-AprenderSemEscola.blogspot.com
4-CanteirosDaVida.blogspot.com; 5-AromaDeCafé.blogspot.com
6-Isabeau-Desenhos.blogspot.com; 7-EscolaÉbela.blogspot.com
8-NacoZinhaBrasil-Gina.blogspot.com; 9-ArteLivreVimaje.blogspot.com
10-DiariosDeBordo.blogspot.com; 11-Espiritual-idade.blogspot.com
12-PereiraPequeno.blogspot.com; 13-FelinoDaMadrugada.blogspot.com
14-FazendoMeuCaminho.blogspot.com; 15-BlogDoraRegina.blogspot.com
16-AnaCristinap.blogspot.com; 17-MamyRene.blogspot.com
18-Clima65.blogspot.com; 19-Nabiroskinha.blogspot.com
20-ConversasCartomanticas.blogspot.com; 21-LucinhasDreamGarden.blogspot.com
22-AhortaEncantada.blogspot.com; 23-MariaLuizaSaes.blogspot.com
24-CantinhoDaTerceiraIdade.blogspot.com; 25-CronicasDeUmaMeninaFeliz.blogspot.com
26-SonhoDoceSonho.blogspot.com; 27-SopraAgora.wordpress.com
28-Verseiro.blogspot.com; 29-EternosPrazeres.blogspot.com
30-FloraDaSerra.blogspot.com; 31-BruxinhaAlegre.blogspot.com
32-CafsComLetras.blogspot.com; 33-GotinhaDeLuz.blogspot.com
34-DivinaProfissao.blogspot.com; 35-PartilhandoAmesa.blogspot.com
36-ContosOsFatosSurreais.blogspot.com; 37-MSocorroM.blogspot.com
38-GostosurasSemTravessuras.blogspot.com; 39-Belrech.blogspot.com
40-Misturao.blogspot.com; 41-FanilyMommy.blogspot.com
42-ZildaSantiago.blogspot.com; 43-AsasDosVersosEReversos.blogspot.com
44-EsplendorDaCriação.blogspot.com; 45-EnsinoRegular.blogspot.com
46-LuluExperiencia.blogspot.com; 47-SonharESer.blogspot.com
48-HistorinhasDaVozinha.blogspot.com; 49-SonhosEmPoesia.blogspot.com
50-Renneris.blogspot.com; 51-CasaCoisasESabores.blogspot.com
52-DiarioDumaPsicologa; 53-ConhecerKardec.blogspot.com
54-EuEosTachos.blogspot.com; 55-OlharesESaberes.blogspot.com
56-Angel-minhapalavra.blogspot.com; 57-LuzDeLuma.blogspot.com
58-Eu-euza.blogspot.com; 59-AcolherComAmor.blogspot.com
60-UmaMaeExpatriada.blogspot.com; 61-DomingosIrio.blogspot.com (parte I) e (parte II)

Artigo relacionado: TOY STORY na Teia Ambiental (outra blogagem)

12 abril 2011

SAVEIRO CRÚ DE ERVILHA TORTA

«Era o mar infinito, ora verde, ora azul, verde-azul, ora claro, ora escuro, claro-escuro, de anil e celeste, de óleo e de orvalho, e, como se não bastasse com o mar, Januário Gereba encomendara lua de ouro e prata, lanterna fincada no alto dos céus sobre os corpos embolados na ânsia do amor; eram dois ao chegar, são um só, nas areias da praia encobertos por uma onda mais alta...»
in Teresa Batista Cansada de Guerra
JORGE AMADO

INGREDIENTES:
  • Ervilhas tortas;
  • Tofú creme com ervas e alho;
  • Repolho roxo laminado;
  • Cenoura laminada;
  • Maçã laminada;
  • Pimento vermelho laminado;
  • Folhas de coração de alfacinha :)
  • Palitos de espetada.
CONFECÇÃO:
Laminar na Mandolina os vegetais e fruta préviamente higienizados.
Lavar e abrir as ervilhas tortas apenas na parte de cima. Rechear com este tofú creme aqui (caseiro), ou outro queijo creme.
Montar o prato, com o mar violeta, os saveiros com queijo, pimento, maçã e cenoura.
Içar Velas! Soltar Amarras! Deixar-se ir na corrente dos sabores.

ARTIGO RELACIONADO:
Barca de Morango em Mar de Arroz Doce

10 abril 2011

SUSHI (IZI) VEGETARIANO

Vamos viajar, simplesmente com o paladar?
ARTIGOS RELACIONADOS:

Beiju Sushi Rolls (Sushi de Tapioca)
Raw Sushi Rolls (Sushi Crudivoro)

INGREDIENTES:

  • Arroz branco cozido;
  • Óleo para untar;
  • Tofú ao natural (sem cozinhar);
  • Abacate maduro;
  • Manga madura;
  • Pimento vermelho;
  • Folhas de alga Nori;
  • Molho de soja;
  • Wasabi (pasta verde).
CONFECÇÃO:
Usar arroz frio, cozido.
Preparar o tofú, as frutas e o pimento, em tiras.
Untar o utensilio de sushizi com óleo. Rechear ambos os lados com arroz.
Ao centro calcar uma pequena cova ao comprido, nos dois lados.
Dispor o recheio. Fechar o sushizi, colar a tampa da extremidade.
Preparar a folha Nori, dispor o roll ao centro da folha e enrolar.
Guardar no frigorifico durante umas horas.
Cortar com uma faca afiada e molhada. Em cada corte, molhar a faca para conseguir cortar sem desmanchar.
Servir com uma tacinha à parte de molho de soja e wasabi para desfazer no molho.



Comprei neste site: Meilleurduchef.com

07 abril 2011

TOY STORY NA TEIA AMBIENTAL


Mais uma vez aproveito o tema da BCFV para vos falar do impacto da INFÂNCIA no contexto Ambiental. E como este blog é também muito cinéfilo (para além de gastronómico) escolhi a Trilogia Toy Story para encabeçar a postagem.

As personagens centrais dos 3 filmes são os brinquedos do quarto dum menino que vai crescendo, sendo que na última história, Andy, o tal menino já com 17 anos, vai para a Universidade e consequentemente deixou de brincar, faz tempo, com bonecos. Qual o destino destes, já sem utilidade?


Apesar da mensagem principal, das Toys histórias, passar despercebida aos olhos das crianças, os pais não podem ficar indiferentes ao alerta animado para o consumismo desenfreado infantil.

No Toy Story 1, presenciamos o pânico dos Brinquedos quando se aproxima a data do aniversário de Andy. As datas festivas são uma ameaça para os brinquedos, porque em cada uma delas, familiares e amigos, oferecem sem consciência, toneladas de brinquedos deixando as crianças desorienta
das e compulsivamente "sedentas" de novidade. Indiretamente promove-se o desinteresse pelo o que as rodeia, motivando-se a insatisfação sistemática que por vezes acompanha os miúdos durante toda a vida adulta.

No Toy Story 2, o boneco preferido de Andy é cobiçado por um coleccionador de antiguidades. Aquele boneco que Andy nunca trocou por outro brinquedo, estimado e protegido, é já um boneco de colecção, praticamente úni
co, representativo duma série televisiva dos anos 50. Interessante a mudança de prespetiva. Afinal qualquer brinquedo pode ser valioso, quando a qualidade se sobrepõe à quantidade. A valorização de algo está então intimamente ligado à escassez. Se há pouco é valioso, se há muito é descartável (insignificante). E assim vai acontecendo com tudo na nossa vida, até com a água, tão vital à vida na Terra.

Toy Story 3, fala-nos da decadência... do fim de vida útil dos brinquedos de Andy. Não mais necessários ao menino, são empacotados e enviados para uma creche. São aqui tocados pontos importantes como: ficare
m a ocupar espaço em casa, serem deitados fora ou reutilizados por outras crianças? Ao chegarem à creche, renasce a esperança! Vão ter novamente meninos a brincar com eles. Mas o que parecia ser o paraiso, torna-se num inferno, as crianças têm brincadeiras destrutivas, adoram arrancar olhos, desmontar bonequinhos, e ninguém as ensina a brincar?

Traçando um paralelo entre brinquedos em fim de vida e pessoas em fim de vida, notem como há tantos velhinhos sentindo-se dispensáveis! Já não servem para trabalhar, já não servem para ajudar, só servem para ocu
par espaço ou dar trabalho. Muito triste este pensamento, não é?

Bom, mas à parte de todas as reflexões inevitáveis, há a questão central: Como minimizar o lixo infantil? Como inverter a tendê
ncia das crianças de se tornarem consumidores compulsivos?

Vou dar o meu exemplo: Uma vez que não consigo evitar que as pessoas dêem prendas à minha filha, proibi-me determinantement
e de "alimentar" datas festivas. Não ofereço brinquedos, nem compro prendas em aniversários, natais, páscoa, etc... São épocas terriveis de gasto de papel de embrulho, recebimento de itens que não fazem falta alguma, duplicação do que já temos...

Por falar em duplicações, houve Natais que a
Carol recebeu 2 prendas exactamente iguais e que não dáva para trocar pois tinham sido compradas em Novembro. O que fazer? Mantive a duplicada embalada e vendi nos Leilões Miau por um preço reduzido. Mas também tenho dado muitos brinquedos para instituições de crianças, jogos para escolas que ela frequentou e regra geral, vão sempre em bom estado, porque a Carolina é como o Andy, estima os brinquedos e tem a sua preferência por uma boneca zarolha que se encontrava esquecida em casa da avó paterna.

Eu já quis levar a bonequinha ao Hospital de bonecas para arranjar, mas a Carol não deixou. Diz que gosta dela assim, sem um
olho e com sujinho entranhado dos 30 anos que já tem!

Há ainda os brinquedos incluidos nos menus infantis, a exemplo, os do MC Donalds. Irrita-me escolherem a pior forma de alime
ntar as crianças para incluir ofertas. Não se vê menús saudáveis com brinde! Porquê?

Para terminar deixo-vos uma forma de reutilizarem os bonecos dos vossos filhos, como decoração de bolos caseiros:
As receitinhas destes bolos encontram-se na Label PASTELARIA, na coluna lateral direita do blog.

Restantes Conspiradores Preservacionistas desta Teia Ambiental:
Aroma de Café
Cozinhando com Josy
Blog Dora Regina
Conversas Cartomânticas
Espiritual-Idade
Espiritual-Poesia
Essência Estrelar Maya
Pensando em Familia
Lar Encantado
LuLú Experiência
Bel Rech
Conheça o Espiritismo
Natureza...lindaaaaa!!!
Gotinhas de Luz
Blog do Hermes
Doces Tentações da Hannah
Ana Bela em Blogagens Coletivas
Cantinho da Terceira Idade
Flora da Serra
Alma Mater
Estes 2 últimos blogs são os mentores do projeto. É a eles, Flora e Gilberto que devemos agradecer terem iniciado a Teia.

05 abril 2011

IRS e CENTRO COMUNITÁRIO DE CARCAVELOS

Lembram-se do Projeto Reciclar na Cozinha organizado por 4 dedicadas meninas (incluindo eu) que teve lugar entre Nov e Dez de 2010?
Lembram-se da parceria com o Centro Comunitário que ainda está a decorrer, na qual o centro comprometeu-se a publicar 1 participação por mês no seu Jornal Ágora, durante 1 ano?
Quem não lembra ou desconhece pode acessar aos links incluidos nas palavras coloridas.

Pois bem, ainda não é a 2ªvolta do Projeto Reciclar, mas é possivel que volte mais dia, menos dia com outro desafio colectivo.
Para já o que vos peço em nome dessa grande instituição
SEM FINS LUCRATIVOS e que ajuda muita gente que precisa, especialmente neste momento de crise que vivemos em Portugal, é que AJUDE A AJUDAR!

E nem precisa de desembolsar nada de seu. Simplesmente pode preencher um campo da sua declaração de rendimento (IRS) em que pré-destina que 0,5% do imposto cobrado pelo Estado vá diretamente para a mão do Centro Comunitário. Não pága mais por isso, mas manda no que é seu!! Diz ao Governo, eu quero que 0,5% do dinheiro que o Estado me cobrou seja entrega a esta instituição de solidariedade social. Direcione os seus impostos para o que considera mais importante. Para o TGV ou para a solidariedade?

Basta assinalar o quadradinho e preencher com o contribuinte 502 127 600.

O CCC agradece e apela à contribuição desta forma:

« Ajude-nos a terminar o novo edifício e a creche para 60 crianças, contribua para a nossa acção em favor das famílias mais carenciadas, dos idosos mais desprotegidos, das crianças com menos condições, da comunidade com mais dificuldades.
Ajude-nos a fazer mais e melhor! Agradecemos a sua ajuda na divulgação desta informação junto dos seus familiares, amigos e conhecidos.»

04 abril 2011

CHAMUPIZZA DE REPOLHO BRANCO

Um gostinho indiano para variar a mesa. Uma volta ao mundo entre refeições.
Chamupizza é uma pizza com recheio de chamuça vegetariana (postadas neste link).
Temperos fortes, emoções especiarizadas :)

INGREDIENTES:
  • Massa de Pizza para 1 base (caseira ou de compra);
  • 1 xicara de proteína de soja fina;
  • Molho de soja;
  • Mostarda (usei caseira);
  • Curry em pó (caril);
  • Gengibre em pó;
  • Alho em pó;
  • 1 Cebola picada;
  • Repolho branco ripado (Couve Lombarda);
  • Cominhos em grão;
  • Queijo mozarella curado ralado;
  • Nozes ou amendoins para decorar.
CONFECÇÃO:
Hidratar a soja em água fria durante 15 minutos. Espremer. Temperar de molho de soja, mostarda, curry, gengibre e alho.

Picar grosso a cebola. Saltear numa frigideira com azeite. Juntar a soja temperada e deixar refogar*. Adicionar o repolho branco ripado. Deixar incorporar sabores, porém não pode cozinhar durante muito tempo.

*Enquanto isso, aquecer o forno a 140º e levar a base de pizza simples a secar um pouco.

Quando a superficie da pizza estiver seca, retirar para fora e untar com azeite. Povilhe de cominhos em grão. Sobreponha o recheio de chamuça, termine com queijo mozarrella. Regue com um fio de azeite se sentir que o recheio está pouco gorduroso (tudo depende do azeite colocado na frigideira e na quantidade de queijo usada).

Leve ao forno a 200º o tempo suficiente para derreter o queijo. Ao servir decore com nozes ou amendoins torrados.