28 setembro 2011

GELATINA DE NECTARINAS E MANGA COM LARANJA

Aproveitando a sugestão da Flora, aqui nos comentários... experimentei confeccionar a gelatina com pêssego natural (nectarina é uma variedade de pêssego de pele lisa). Ficou uma delicia! Você tinha razão Flora, obrigada.

Usei ainda, suco néctar de manga, de compra. Mas como o néctar é muito encorpado, foi necessário juntar água. Não descuidem deste pormenor. Se usarem néctar de manga caseiro deixem ele mais fluido, ou seja, com mais água.

INGREDIENTES:
  • 750 gr de Nectarinas com pele e sem caroço;
  • Néctar de manga até cobrir;
  • 3/4 xicara de açúcar mascavado claro;
  • 1 e meia colher (sopa) amido de milho, Maizena;
  • 2 colheres (sopa) agar-agar;
  • 1/2 copo de água mineral;
  • Laranja para decorar.
CONFECÇÃO:
Higienize as nectarinas. Retire o caroço.
Deite no copo da liquidificadora aos pedaços.
Encha com o néctar de manga até cobrir a fruta.
Junte açúcar, maizena, agar-agar e água. Triture tudo.

Se tiver Bimby, programe 15 minutos, velocidade 2, temperatura 100º.

Se não tiver, leve ao fogão, mexendo sempre para não deixar pegar até ferver durante 10 minutos.

Prepare uma forma de pudim. Passe por água antes de verter o preparado.
Depois de arrefecer leve à geladeira no minimo 4 horas, mas de preferência dum dia para o outro.

25 setembro 2011

MANTO BRANCO DE AGAR-AGAR COM KIWI

Vocês não se importam que eu apresente variações dum mesmo tema, pois não?
O objectivo é demonstrar a versatilidade da agar-agar nos doces, evitando usar natas e ovos.

INGREDIENTES:
  • 1 lata de leite de coco (marca Globo);
  • 1 lata ou xicara de leite condensado de soja (usei caseiro);
  • 1 lata de água mineral (usar como medida a lata do leite coco);
  • 1 xicara coco ralado;
  • 1 + 1/2 colheres (sopa) amido milho Maizena;
  • 2 colheres (sopa) agar-agar em flocos;
  • Kiwis para decorar;
  • Calda fina de açúcar para pôr por cima.
CONFECÇÃO:

Num liquidificador deitar todos os ingredientes à excepção dos kiwis e calda de açúcar. Triturar uns segundos, velocidade 5.

Se tiver bimby, programar 15 minutos, velocidade 2, temperatura 100º.

Se não tiver, levar ao lume num tacho, mexendo sempre para não deixar pegar até que ferva 10 minutos seguidos.

Deitar numa forma previamente molhada com água fria. Deixar arrefecer. Levar ao frigorifico no minimo 4 horas. Preferivel de um dia para o outro.

Para servir, decorar com kiwis fatiados e fazer uma calda leve de açúcar com 3 ou 4 colheres (sopa) de açúcar e 2 de água.

22 setembro 2011

BAVAROISE LIGHT DE MORANGO/MAÇÃ/FRUTOS DO BOSQUE

Não era suposto publicar uma sobremesa logo a seguir à outra, mas como estas sobremesas são muito lights, vitaminadas e saciantes, até são aconselháveis antes da refeição pois assim estarão a retirar apetite para outros alimentos mais caloricos.

A agar-agar satisfaz bastante, tenho notado isso.
Descobri esta informação aqui:
«Auxilia no tratamento da obesidade, combate a flacidez e a celulite. Fortifica as unhas e revigora o couro cabeludo. Atua também na prisão de ventre, por ação mecânica aumentando o peristaltismo intestinal.»

Beba muita água durante o dia para que a ágar-agar ajude a inércia intestinal.

INGREDIENTES:
  • 700 gr de Morangos já preparados (sem pé verde);
  • 1 Maçã reineta;
  • Leite de soja com sabor a frutos do bosque;
  • 1 xicara de leite condensado caseiro* (ou de compra);
  • 2 colheres (sopa) amido de milho (maizena);
  • 2 colheres (sopa) agar-agar em flocos (gelatina vegetal);
  • Morangos para decorar - opcional.
*LEITE CONDENSADO CASEIRO DE FRAMBOESA:
  • 1 xicara de Leite em pó de aveia (ou de soja);
  • 1/2 xicara de Frutose;
  • 1/4 xicara de água fervente;
  • 1 colher (sopa) manteiga vegetal;
  • 1/2 xicara de Xarope de Framboesa.
CONFECÇÃO:
Portanto, usei leite condensado de Framboesa na bavaroise. Podem saber como preparar neste link. Os ingredientes estão em cima.
Relativamente à bavaroise, é simples!
Num liquidificador, juntar os morangos, a maçã sem caroço mas com casca, encher de leite de soja até cobrir as frutas, mais o leite condensado, maizena e agar-agar. Triturar tudo uns segundos, velocidade 5.

Se tiver bimby, programe 15 minutos, velocidade 2, temperatura 100.

Se não tiver, leve ao lume num tacho, mexendo sempre para não deixar pegar até ferver 10 minutos.

Deite numa forma de pudim, previamente passada por água.
Deixe arrefecer e depois leve ao frigorifico de um dia para o outro.
Pode servir bastante fresco, mas se deixar amenizar o frio obterá uma textura mais fofa.

20 setembro 2011

GELATINA DE DUAS MAÇÃS E BAGAS GOJI

Tão natural, tão organica, tão saudável...
Você ainda continua confeccionando sobremesas cheias de mau colesterol, de açúcar refinado e de gelatina animal? Porquê? Qual a necessidade?

INGREDIENTES:
  • 450 gr Maçã vermelha bio;
  • 300 gr Maçã reineta bio;
  • Sumo de maçã sem açúcar organico;
  • 3/4 xicara açúcar mascavado claro;
  • 2 colheres (sopa) amido de milho (maizena);
  • 2 colheres (sopa) gelatina vegetal agar-agar;
  • Bagas goji - opcional;
  • Chantilly e mirtilhos para decoração - também opcional.
CONFECÇÃO:
Numa liquidificadora, coloque os 2 tipos de maçã integral (no total, 750 gr já depois de retirar caroços, a casca fica). Junte sumo de pacote até cobrir as maçãs dentro do copo. Adicione os restantes ingredientes e triture durante uns segundos, velocidade 5.

Se tiver bimby, programe 15 minutos, temperatura 100º, velocidade 2.

Se não tiver, leve ao lume num tacho, mexendo sempre para não deixar pegar até ferver durante 10 minutos.

Prepare uma forma de pudim, passe por água antes de deitar o preparado.
Leve ao frigorifico pelo menos 4 horas.

ARTIGO RELACIONADO:
Chantilly de Iogurte de Soja

17 setembro 2011

BCFV - 8ªFASE - VIDA PARA ALÉM...- 15_OUT_2011

É com grande satisfação que fazemos o balanço positivo do evento BCFV. No começo dos trabalhos não imaginávamos o prazeroso que seria. A obra transcendeu as 3 Maestrinas, porque a obra, logo no efusivo Nascimento, deixou de ser nossa para passar a ser Universal.

A internet tem destas surpresas agradáveis, assim que os textos são publicados, logo são nacionais, continentais, mundiais… Muitos foram os que leram mesmo sem participar, que reflectiram em suas próprias vidas espelhando-se em palavras de outrem. Nem tudo é visível, nem sempre temos possibilidade de testemunhar manifestações, colateralidades, consequências… Mas nós sabemos, pressentimos, intuímos! Esta onda chegou a muitos, vibrou expansivamente, alimentou-se, cresceu e agora (?)…

Agora regressa à fonte, porém uma energia maior, mais evoluída, unificada no amor vivenciado e compartilhado em cada prestação mensal.

Temos o coração cheio de gratidão. Palavras como: obrigada… gratas por terem abraçado a iniciativa… agradecemos o serem tão colaborativas(os)… são poucas, para expressar o sentimento que transborda do nosso interior.

Chegamos à última fase da “vida” virtual, já saudosas, mas da mesma forma que o que é virtual não é palpável, assim se apresenta o termino desta dissertação de 8 etapas:

ImageChef.com

O que esperar após a Morte? O vazio, o nada, o descanso eterno? Julgamento, punição pelos pecados cometidos ou glória, prémio pelas boas acções? Deus e o Diabo existem, Paraíso e Purgatório? Há quem diga que quer no Céu, quer no Inferno, café expresso haverá sempre! Ficamos torcendo para que George Clooney também!

Por falar nisso, esperam encontrar almas familiares, amadas, conhecidas? Esperam que lhes seja dada nova oportunidade de voltar a este plano, de corrigir, aperfeiçoar?

Onde atingir a plenitude, cá ou lá, para além do que os nossos 5 sentidos permitem assimilar?

Podemos dizer que é reconfortante crer na vida além da morte. Tranquiliza-nos crer que não é o fim do caminho, traz sentido ao absurdo que é sofrer e lutar sem nenhum propósito.

Mito? Realidade? Mentira? Verdade?

Vocês nos dirão!

Nosso papel é apenas abrir a porta para o desconhecido, quem quiser entra, pesquisa, exterioriza, comenta. Quem não quiser, fica observando, assimilando... Liberdade! Liberdade para todos. Mas não esqueçam, desta vida nada de material se pode levar… levem os pensamentos, os ensinamentos, as edificações pessoais.

As organizadoras jamais vos esquecerão!

NOTAS IMPORTANTES:
Os participantes não são obrigados a seguir todas as fases, podem participar apenas nas que desejarem.
É permitido trazer para o dia de publicação qualquer artigo já publicado que se adapte ao tema.
O artigo participante pode servir mais do que uma blogagem coletiva, desde que não fuja à temática.
No dia 15, uma vez publicado seu post, avise-nos. Divulgaremos que estão participando, para que todos possam ler!

15 setembro 2011

MORTE - ENTENDER O SENTIMENTO DE ABSURDO

ImageChef.com
BCFV - 7ªFASE - MORTE

Então vamos lá falar da avó velhinha, já que no post anterior falei-vos da avó-nova.
Era assim que as distinguíamos, a bisavó da avó.
Por exemplo, eu chegava junto da minha mãe e falava:
-Mãe, a avó telefonou e deu o seguinte recado (...).
-Rute, quem telefonou? A avó-nova ou a avó-velhinha?

Minhas primas e eu, raramente chamavamos as avós pelos nomes. Em qualquer Natal em familia, era comum nós (miúdas) chamarmos da sala para a cozinha: -Ó vó!
E ambas (avós) respondiam em unissolo: - Vó-velha ou vó-nova?? (elas nem trocavam a ordem nem nada).

Até que um dia, a vó-nova deixou de chamar-se assim e passou a chamar-se só vó :(
Lembro de ser novinha e ter pavor da palavra mmmmooorrrtttteee.
Assim que alguém falava essa palavra, eu ficava muito agitada, corria corria sem sair do mesmo lugar. Quanto mais a palavra vibrava na boca de alguém, mais eu fugia eletrizada!!
Também recordo, certo dia, estar aninhada no colo da avó-velhinha e perguntar:
-Vó não tens medo de morrer?
Ao que ela respondeu: -Não neta, não tenho. A avó anda cá há tantos anos que não se importa nada de descansar no sono eterno. O cansaço de anos de trabalho já é muito. Só me dá pena deixar cá vocês. Vou sentir muita saudade.
Claro que a conversa acabou ali. Naquela idade eu não aguentava pensamentos profundos.

Mas essa máxima de descansar no sono eterno têm-me perseguido. Enfatizada pela outra parte de se sentir muito cansada de viver, cansada de tanto trabalho e sofrimento.
Acho que é por isso que eu não gosto muito de trabalhar, rssss. Para além de AMAR viver. Costumo afirmar que tenho planos para os próximos 60 anos, pois quero durar até aos 100 e este ano, completo 40 :)

Dentro das intermitências da morte, cheguei à conclusão que tenho de seguir alguns conselhos de pessoas iluminadas. Um deles é Saramago que no seu romance de 2005, apresenta-nos um violoncelista que inocentemente devolve as cartas violetas remetidas pela Morte com o aviso de termino de vida. Quatro vezes a Morte envia a carta, quatro vezes retorna à procedência. Dai que, minha caixa de correio já está preparada!

Outra mente iluminada, é Ingmar Bergman que no filme Sétimo Selo (1956) relata-nos o regresso dum cavaleiro das cruzadas em direcção a casa, desiludido com o terror coletivo gerado pela peste, guerra, religião da época que divulgava a doença como castigo divino e ainda queimava na fogueira os que divergiam das escrituras.

Até que encontra a Morte... ela mostra-se ao cavaleiro e diz-lhe que anda a caminhar com ele há bastante, porém agora não pode adiar mais, perguntando-lhe: -Estás preparado? - Ao que o cavaleiro responde: -O meu corpo está, mas eu não (alma). Sei que gostas de xadrez Morte. Quero propor-te uma partida. Enquanto estivermos a jogar, não me matas. Se eu fizer xeque-mate deixas-me viver para sempre. - E a Morte aceita ;)


Durante o filme/jogo conhecemos um casal de artistas itinerantes, meio hippies, muito bem dispostos, que levam a vida a cantar, dançar, compor, teatrializar... comem o que a natureza lhes proporciona pelo caminho, sobrevivem sem medo numa felicidade simplória mas plena. Moral da história... são os únicos que escapam às garras da morte porque têm uma capacidade de mutação e de adaptação tremenda. Não sofrem morte espiritual, nem morte material, nem morte fisica, simplesmente continuam vivendo, criando, compartilhando, alegrando o público com paixão pela arte.

Portanto, julgo que, se adotar as duas práticas, a de devolver os avisos e a de ser meio hippie, meio artista, meio criativa, meio louca, mais de meio vegetariana e mais de meio ecologista, conseguirei enganar a Morte durante bastantes anos. Só peço até aos 100! É que sabe Morte... nem meu corpo, nem minha alma estão preparados ainda!! Esta vida ainda tem muito para me ensinar, só saio daqui quando minha alma evoluir, ok!?

Mais ainda, tenho um 3ºplano! Um jogo para jogar com a Morte. Espero que ela aceite. É o chamado jogo-da-velha ou jogo-do-galo mas na versão biscoitinho. Enquanto a Morte perde ou empata, vou vivendo. Só não posso deixar acabar as Xs e Os. Sai biscoitinho da cozinha da Rute sem parar!!!!
Enquanto a Morte não vem, são servidos????


Participações conforme vão chegando:
2-Fractais de Calu; 3-Aroma De Café; 4-Cronicas Da Chica
5-Essência Estrelar Maya; 6-Blog Dora Regina; 7-Escola é Bela
8-Asas dos Versos e Reversos; 9-Pensando em Familia; 10-Lar Encantado
11-Esplendor da Criação; 12-Arte Livre Vimaje; 13-Sun Flower
14-Espiritual-Idade; 15-Naco Zinha Brasil; 16-Quintal da Paula
17-Maria Luiza Saes; 18-Nabiroskina; 19-Casa Coisas e Sabores
20-Flora da Serra; 21-Ensino Regular; 22-Mamy Rene
23-Aprender Sem Escola; 24-M Socorro M; 25-Lulu experiência
26-Sonhar e Ser; 27-Olhares e Saberes; 28-Zilda Santiago
29-Conhecer kardec; 30-Buscando o Amor; 31-Contos Ou Fatos Surreais

13 setembro 2011

QUICHE BOUQUET DE ESPARGOS COM IOGURTE

Espargos ou Aspargos... fiquei na dúvida!?
Mas depois descobri que se pode chamar os dois nomes. Estou certa?
Só ainda não entendi porque é que os brasileiros chamam Torta ao que é Direito?
A novidade desta Quiche (torta) é levar iogurte em vez de natas.

INGREDIENTES:
  • 1 base de massa quebrada;
  • Óleo de girassol ou azeite;
  • 2 latas pequenas de Cogumelos Paris;
  • 3 dentes de alho;
  • Molho de soja;
  • 1 Cebola média,
  • 1 Abobrinha média (Courgette);
  • Azeitonas sem caroço às rodelas;
  • 6 ovos;
  • 2 iogurtes naturais de soja (usei caseiro);
  • Pitada de pimenta em pó;
  • Espargos crús;
  • Manteiga de soja.
CONFECÇÃO:

Usei a Actifry para saltear os cogumelos pois assim tive as mãos livres para adiantar as outras etapas. De qualquer forma é possivel sem actifry.

Numa frigideira ou wok, deite um fio de óleo ou azeite, esmague 3 dentes de alho com o cabo da faca e junte. Adicione também os cogumelos passados por água e bem escorridos. Refogue até os cogumelos secarem e fritarem bem. Tempere de molho soja.

Enquanto isto acontece, corte a abobrinha em fatias de meio centimetro. Salgue com pedras de sal e deixe a repousar.

Quando os cogumelos estiverem quase, junte a cebola às meias luas, mais a abobrinha raspada do sal. Acrescente óleo ou azeite se necessário. Refogue tudo junto durante pouco tempo.

Aqueça o forno. Prepare a tarteira com a base de massa quebrada.
Bata os ovos com o iogurte e pimenta. Não coloquei sal pois tudo o resto já estáva bem saboroso.
Disponha o refogado de legumes na base, espalhe com um garfo, anexe as azeitonas, regue com os ovos batidos. Usei 6 porque a minha tarteira é enorme, dá para 5 pessoas!
Lave os espargos, corte a ponta branca de baixo e abra-os ao meio até metade. Retire uma das partes que servirá de base ao bouquet (verificar foto).
Decore a torta, leve ao forno durante 30 minutos a 150º.
Antes de retirar do forno, espete um palito para verificar consistência. Se sim, prepare manteiga com alho picadinho e espalhe na superficie da quiche antes de servir.

DIVINAL e saudável.

ARTIGO RELACIONADO:
Espargos mexidos com cevada de cenoura

07 setembro 2011

A POLUIÇÃO DA SAÚDE NA TEIA AMBIENTAL


Desta vez decidi relacionar a poluição da saúde (ou da doença) com a 3ª Idade da BCFV!
Da mesma forma que relacionei a poluição da beleza com a fase da Juventude.

Quer se queira, quer não, quando caminhamos para a idade avançada, começam a surgir as maleitas. Muitas vezes, consequência do mau uso que demos ao organismo durante grande parte da vida. Sobrecarregamos os orgãos com trabalhos forçados, entupimos as veias com gordura, cansamos o coração com stress, enrijecemos as articulações com atitudes inflexiveis... e quando o organismo entra em ruptura, não procuramos saber qual a raiz do problema, não mudamos hábitos, simplesmente vamos ao médico para nos dar a pastilha milagrosa!

A mim preocupa-me esta leviandade. De parte a parte!

Bem sei que muitos problemas de saúde têm origem em problemas (aparentemente) insolúveis, emocionais ou sociais. E também os há, realmente graves e incontornáveis. Mas é aí que um periodo de reflexão tem de vigorar, para que a pessoa consiga perceber donde vêm todos esses desequilibrios. Só depois de perceber em que medida precisa de ajuda, deve optar ou não, por medicamentos quimicos. Evitando sempre, habituar-se a eles. Os medicamentos são muitas vezes, bengalas permanentes.

No contexto ambiental, voltamos ao que já se falou no caso da Beleza: caixas e caixas de papel, embalagens interiores, folheto de literatura informativa, saquinho para transportar os medicamentos da farmácia para casa... Porém, a poluição mais grave de todas é o descarte dos remédios fora de prazo. As pessoas deitam as sobras no lixo normal e os finaizinhos dos liquidos na sanita.

Vamos tomar medidas? Não custa nada!

Primeiro - Quando for ao médico por doenças simples, como resfriados, inflamações, dores e etc... leve consigo os medicamentos que ainda tem em casa e pergunte ao médico se pode usar esses em vez de comprar novos. Por vezes é apenas uma questão de marca e assim você poupa dinheiro enquanto poupa o ambiente.

Segundo - Quando comprar o produto na farmácia, recuse o saquinho. Guarde na mala ou leve na mão.

Terceiro - Não tome medicamentos fora de prazo. Terminado o prazo, entregue as sobras na farmácia mais próxima. Essas lojas possuem contrato de serviços com empresas que tratam os residuos tóxicos.

Quarto - Separe o lixo medicamentoso, deposite no papelão, embalão ou vidrão, conforme o caso.

Agora vamos ao que eu chamo "Prevenir para não ter de REMENDAR"!
Com o aproximar do Outuno e das estações frias, é comum as pessoas sofrerem do sistema respiratorio. Os rinovirus entre outros, preferem as temperaturas baixas (inferior 37ºC) dai que convém reforçar nossa imunologia pessoal. Há quem seja a favor das vacinas. Eu sou super CONTRA, porque elas são pequenas quantidades de doença, injetadas no nosso organismo para que o sistema imunitário conheça a dita doença e desenvolva um exercito para a combater.

Acontece que logo após a vacina, você adoece! E a vacina apenas "protege" contra um número restrito de estirpes dessa doença. Saiba que os virus estão sistemáticamente em mutação, logo, você pensa que está vacinado contra a gripe em geral, mas não está. No máximo está vacinado contra a gripe Y, W e Z (faltam todas as outras letras do Abecedário). Eu não tomo vacinas e há 8 anos que não apanho qualquer resfriado ou gripe. Apesar de estar exposta a isso quando tenho de cuidar do marido ou da filha.

O que faço para me proteger?
Por exemplo, aqui em Portugal está terminando o Verão. É altura para iniciar os sucos matinais de laranja ao pequeno almoço. Ao arrefecer o tempo, no final da tarde, bebo uns chás de tomilho ou de limão. Uma colherzinha de mel de vez em quando. Lavagens de nariz com soro fisiologico aos primeiros espirros. Quem tem antecedentes de gripes regulares pode optar por tomar uns comprimidos naturais de Equinácea durante 1 mês, à venda na ervanária.

Quando a garganta arranha, faço um xarope caseiro de cenoura:
3 cenouras laminadas, introduzidas num vidro por camadas,
povilhar entre camadas com açúcar mascavado e canela, tomilho seco (pouco) e suco de 1 limão. Tapar. Deixar macerar durante 24 horas no escuro. O liquido irá surgir e a cenoura mirrará. É um excelente antisséptico.

O/PARTICIPAÇÕES DA NOSSA TEIA AMBIENTAL:

Lar Encantado - Algodão orgânico e naturalmente colorido
Fractais de Calu - Onde você prefere estar?
Aroma de Café - Os amigos animais
Essência Estrelar Maya - A natureza pede socorro
Espiritual-Idade - Consumismo
Cozinhando Com Josy - Crescimento Populacional
Natureza... lindaaaaaa!!! - Papa pilhas
Alma Mater - A Origem da Poluição
Menino de Fé - Poluição, O Homem o grande vilão
Conhecer kardec - A Magia das Árvores
Preservando o Verde - SWU começa com você!
Flora da Serra - Queimadas, triste realidade

04 setembro 2011

CHANTILLY DE IOGURTE DE SOJA

Ainda estou sem palavras para a magnificência da minha própria criação!
Como é que me lembrei de confeccionar isto? Um chantilly alternativo baseado em iogurte caseiro... Pensei na maionese de kéfir-soja e adaptei-a ao contexto doce, assim sem mais nem menos!

INGREDIENTES:

  • 1 litro de iogurte soja natural;
  • 1 xicara de açúcar branco;
  • 1 colher (sopa) de essência baunilha;
  • Óleo de girassol q.b.
CONFECÇÃO:
IOGURTE CASEIRO:
  • 1 litro de leite soja orgânico;
  • 1 colher (sopa) frutose;
  • 1 colher (sobremesa) alga Kombu em pó;
  • 1 iogurte natural soja ALPRO.
Ferver o leite, dissolver a alga em pó e a frutose. Esperar que arrefeça até aos 40 graus para poder juntar o iogurte natural. Mexer bem. Levar à iogurteira ou confeccionar tradicionalmente, num tacho aquecido ou numa mala térmica.
A alga kombu em pó enriquece o iogurte com cálcio.

CHANTILLY:

Drenar o iogurte num pano de linho, durante umas horas.
Num liquidificador triturar o açúcar até virar pó. Juntar o iogurte drenado e a essência de baunilha. Programar 3 minutos, velocidade 5. Pelo bucal da liquidificadora, adicionar óleo em fio fino. Na bimby , inclinei o copinho do bucal e verti o óleo devagar, deixando escorrer pela tampa para o copo.
A quantidade de óleo irá de 1/2 xicara a 3/4 de xicara (de leite).
Depois de triturar durante os 3 minutos, leve ao frigorifico pelo menos 1 hora antes de consumir.
Delicioso!!! Uma descoberta revolucionária!!!

ARTIGO RELACIONADO:
Chantilly de Cajú

01 setembro 2011

A_MIGA NA FRIGIDEIRA COM TOFÚ DE ALGAS GRELHADO

Eh eh eh, mais um trocadilho de linguagem.
É óbvio que não meti a "amiga" na frigideira, mas as migas de batata da Claudia resultaram em mais amizadeias. As migas da Claudia tiveram origem nas migas do blog Iguarias Caseiras. E já depois deste post ter sido publicado a Lina presentiou-nos com as suas migas deliciosas. Quem mais segue a procissão?
Ao cozinhar só para um, titulei a receita no singular, e as migas transformaram-se em a miga (tudo tem uma explicação por mais nonsense que pareça ser).
O tofu de algas é de compra e fiquei super fã.

INGREDIENTES:
  • Óleo de girassol;
  • 1 Cebola pequena;
  • 2 dentes de Alho;
  • 2 Batatas médias;
  • 1 Tomate maduro;
  • Espinafres baby da horta de varanda;
  • Molho de soja;
  • Água quente;
  • Pimenta em pó;
  • Pitada de açúcar;
  • Coentros frescos picadinhos;
  • Tofu de algas grelhado;
  • Manteiga de soja para o grelhado;
  • Lima para decorar.
CONFECÇÃO:
Numa frigideira ou wok, refogue uma cebola às meias luas finas com tomate cortado. Junte as batatas em cubinhos pequeninos para que cozinhe mais depressa (mesmo assim vai demorar um pouco). Refogue nos próprios sucos dos vegetais temperados com molho de soja.

De seguida, junte água quente, deixe cozer e evaporar parte da água. Quando sentir que a batata já permite espetar um garfo embora ainda esteja algo dura, adicione os espinafres, tempere de pimenta e pitada de açúcar para retirar acidez do tomate.

Mais tarde, com um garfo migue as batatas dentro da frigideira e ainda ao lume. Depois de estarem todas migadas, deixe ainda ao lume para ganhar corpo, teste sabores, retifique temperos, anexe os coentros frescos picados. Apague.

Enquanto isto, grelhe o tofú saido diretamente da embalagem para o grelhador de placas duplo. Sirva com uma noz de manteiga em cima e 2 fatias de lima, acompanhado da miga de batata. Ao comer faça soltar o suco da lima em cada pedaço de tofu que vai à boca :)

SUCESSÃO DE AMIZADEIAS:
Amizadeias 1 - Salteado de Marylini e Fava
Amizadeias 2 - Rancho de Frigideira
Amizadeias 3 - Dobrada de Frigideira
e o presente post é o Amizadeias 4!!