07 janeiro 2012

PAPEL POR ALIMENTO NA TEIA AMBIENTAL

Foi lançada esta semana em Portugal, uma nova campanha de solidariedade que merece destaque aqui no PPP. Aproveitando a Teia Ambiental, mostro-vos como podemos transformar papel em alimento.

A organização Banco Alimentar Contra a Fome em parceria com a Quima, empresa de reciclagem, apela à solidariedade dos portugueses para que evitem que a crise económica deixe muitos de barriga vazia. Mais do que nunca, é nestas alturas extremas que a união faz a força. Juntos conseguiremos ultrapassar tudo!

No nosso dia-a-dia, a grande maioria da população, já tem o hábito de separar o lixo e depositá-lo no Papelão, Embalão, Vidrão, Pilhão, Oleão, Electrão etc. Mas há também os que não o fazem, porque afirmam que estão a dar dinheiro a ganhar às câmaras e empresas de reciclagem que usufruem da matéria-prima a custo zero.

Pois então, agora já ninguém tem desculpa!!
A campanha "Papel por Alimento" dá-lhe oportunidade de decisão. Decida para onde vai o papel do seu escritório, da sua sala-de-estar, jornais, revistas, folhetos de publicidade, folhas de impressora, envelopes de correspondência. Tudo isto pode dar de comer a muita gente.

Informo que o Banco Alimentar não recebe cartão ou embalagens treta-pak.
Assim, continue depositando o cartão no Papelão e o treta-pak no Embalão, enquanto que as revistas, jornais, publicidade e papel de escritório, reencaminha para um dos armazéns do BANCO ALIMENTAR.
Em Lisboa:
Armazém 1 - Avenida de Ceuta - Estação Comboios Alcântara Terra
1300-125 LISBOA
balisboa@bancoalimentar.pt
Porto:
Rua Silva Aroso, 1310 - lote 10, 4455-594 PERAFITA MTS
ba.porto@bancoalimentar.pt
Algarve:
Urb. St.º António do Alto, Bloco 72 Cave 8005-101 FARO
ba.algarve@bancoalimentar.pt

O Banco Alimentar tem atualmente em atividade, 19 bancos espalhados pelo pais, pelo que faça uma busca no google escrevendo no campo de pesquisa "banco alimentar + (zona)" descobrindo assim onde pode entregar o papel que conseguir acumular.

ALIMENTE ESTA IDEIA (oiça o fado)(assim como a historia do Banco Alimentar)

CONTRIBUINDO PARA UM MUNDO MELHOR, estará contribuindo para uma vida melhor também para si e para os seus familiares. Um mundo onde reina a igualdade, é um mundo em equilibrio.

Amigos da Teia, apesar de ter afirmado em DEZ.11 que aquele seria meu último post, repensei e aqui estou postando sem compromisso futuro. Porém, não farei lista de participações. Preciso me libertar dessa obrigação. Grata pela compreensão.
Para quem quiser participar, mais informações neste artigo aqui.

23 comentários:

  1. Fiquei muito feliz com sua participação, Rute !

    Excelente esse trabalho realizado em Portugal. Por aqui ainda é bem pequeno o número de pessoas que separa seu lixo mas, pouco a pouco chegaremos lá.

    Quanto à Teia, vou colocar na lateral os links das pessoas que participam, para que todos possam ir lá conferir se os participantes colocaram sua participação nos seus respectivos blogs.
    Colocarei essa nota no início da minha postagem.
    E em todos os meses irei conferir, blog por blog para ver se tem Teia Ambiental funcionando por lá !

    Beijo.

    ResponderEliminar
  2. Rute,
    acho altamente oportuno este movimento do Banco Alimentar, que bem poderia se implementado por aqui.Sim, pois apesar das notícias serem positivas, a realidade das desigualdades continua muito grande em vários quadrantes do país, principalmente norte-nordeste.É fato que muito se caminhou nestes últimos 9 anos, mas ainda é insuficiente diante do tamanho da população brasileira.
    Como de praxe, tua participação sempre nos ensina muito.

    Agradeço tuas gentis palavras lá no Blog e reforço a minha alegria em nossa convivência.
    Que cada manhã te veja sorrindo!
    Bjos,
    Calu

    ResponderEliminar
  3. Rutinha querida, que boa noticia, saber que Portugal está levando essa idéia em frente me anima, pena que aqui ainda a idéia está distante. Obrigada pelas palavras carinhosas no meu blog. Quanto o filme Rio, assisti ja sim Rutinha, assim que saiu, e em 3 D no cinema. Amei. Tem sequências muito bonitas, trechos emocionantes e momentos inteligentes. É um filme bem cuidado, que graças a Deus amiga, não repete de maneira vazia, o discurso apolítico da preservação da natureza. Gostei muito. E as ararinhas são lindas né? Rute vou retirar a minha indicação ao seu blog se alguém se interessar fazer parte da Teia, agora que estou lendo aqui que vc não fará mais lista de participações. Desculpe viu? Deveria ter visto com vc antes. Mas vou sanar meu erro. Bjos amiga. Um ótimo domingo

    ResponderEliminar
  4. Querida!!

    Fico muito feliz por conseguir postar na Teia!!

    Adorei essa campanha lançada em Portugal. A idéia é fantástica!!

    O Brasil poderia lançar uma campanha desse tipo, assim as pessoas não teriam mais desculpas para não separarem o lixo.

    Aqui em casa separamos o lixo comum do reciclável há muitos e muitos anos!!!

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  5. FLORA,
    apesar de não colocar aqui a lista de participações, também manterei a lista de blogs participantes na lateral. Assim poderei seguir as postagens.
    Fiquei igualmente feliz por ter conseguido participar dentro do dia 7.

    CALU,
    este post tem igualmente esse objectivo, dar ideias a outros paises para copiarem as boas práticas sociais.
    Mas sabe que por aqui, penso que foi o ano passado, o Banco Alimentar foi assaltado? Como é que alguém pode roubar o alimento dos pobres? Incrivel, não é mesmo?

    JOSY,
    faz muito bem retirar meu link de lá. Nem tinha reparado que você havia linkado a Teia a mim. A Teia Ambiental é criação da Flora e do Gilberto. Sempre foi. Porém eu sei que em virtude de eu acompanhar as publicações e listar elas, dáva jeito vir aqui seguir.
    Bom, de qualquer forma, a lista de blogs da TA permanecerá na lateral do PPP.

    CAROL,
    o mais certo é vir a acontecer por todo o lado este tipo de iniciativas que promovem a cidadania ativa. Só assim o mundo terá salvação. 2012 é um ano que exigirá muita consciência.

    Beijinhos a vocês.
    Grata pela visita e palavrinhas simpáticas.
    Sabe sempre bem receber mimos das amigas.
    Rute

    ResponderEliminar
  6. PESSOAL,
    achei a letra do fado tão extraordinária que me dei ao trabalho de escrever em papel à medida que ia ouvindo:

    Era um pão e era um peixe
    para dar à multidão
    de milagres sequiosa

    Dum fio de sol partido
    fez-se a festa consentida
    fez-se a partilha famosa

    REFRÃO:
    Quem parte e reparte
    com prazer e arte
    faz o sol brilhar
    Faz crescer esta TEIA
    alimenta esta ideia
    para o mundo poder mudar


    Alimento esta ideia
    porque a fome tem cara feia
    e não me doi partilhar

    Quando divido, acrescento
    acabo com o lamento
    fico de olhos a brilhar

    REFRÃO(repetir)

    Posso dar desperdicio
    diminuindo sacrificio
    de quem não lhe sobra nada

    Dou até o que me falta
    vou receber de volta
    uma vida afortunada

    ResponderEliminar
  7. Olá, Rute!Que bom que partilhaste esta linda iniciativa e que resolveste participar da Teia. Aliás a letra do fado encaixa direitinha na nossa Teia, portanto temos de alimenta-la!Não custa nada, vou separar os papeis e vou divulgar a iniciativa, já verifiquei que aqui perto há um posto do Banco Alimentar.
    Como viste publiquei para a Teia, foi uma decisão de última hora(às 10 da noite!)impulsionada pelo comentário da Flora e pela minha consciência que não deixou-me faltar, embora a inspiração e vontade seja pouca...temos que nos manter unidos e fortes!
    Adorei a tua visita, maninha verde, fazes-me muito feliz!
    Beijocas!

    ResponderEliminar
  8. Realmente desta vez é super simples de ajudar esta ideia.
    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Mais uma magnífica oportunidade de nós ajudarmos os mais necessitados e a utilizarmos convenientemente os nossos jornais e revistas velhas!

    um grande beijinho para ti
    jorge

    ResponderEliminar
  10. Que bela idéias e iniciativa essa,Gina!!Uma semana linda pra ti! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  11. Olá gente!

    LINA, também fiquei muito contente que apesar da pouca inspiração, tenhas cedido a participar. Saiu um belo post ambiental! O Fado é um show! E fica no ouvido. Ontem fartei-me de cantar.

    CONCEIÇÂO,
    bora nessa! Entregar o nosso papel ao banco alimentar.

    JORGE!,
    que surpresa agradável.
    Aparece mais vezes. Também já adicionei o teu blog ao meu blogroll.

    CHICA,
    apesar desta iniciativa não ser no Brasil, pode ser que seja inspiradora para vocês também.

    Beijinhos a todos.
    Rute

    ResponderEliminar
  12. OLÁ, QUERIDA
    Nem precisava ser País de primeiro mundo pra fazer assim se tivéssemos consciência...
    Bjm de paz e alegria

    ResponderEliminar
  13. Minha querida, Rute:
    Que bom tê-la ainda e sempre na Teia!
    Que fado, hein! Poderia chamar-se Fado do Nove.
    Tudo que um 9 faz por vocação, não é mesmo?
    Quando a humanidade se tornar o berço do povo 9 tudo terá mudado, mas ainda vai demorar.
    Enquanto isso, vamos ocupando o nosso espaço com a Teia Ambiental, a cada dia 7.
    Essa iniciativa de Portugal é um grande passo para uma efetiva participação do povo, e tem tudo para criar o hábito de se dar o destino certo ao que iria para o lixo.

    Abraços ecológicos.
    Gilberto.

    ResponderEliminar
  14. Rutinha você é uma fofa!!!
    Adorei o paralelo entre a carta 1 do tarot cigano e a carta 1 do tarot mitológico (O Mago representado por Hermes).
    Isso me fez navegar um pouco mais, e lembrar que no Brasil existem algumas relações das cartas do tarot cigano com os Orixas do Candomblé.
    A carta 1 O Mensageiro é relacionada a Esú (Exu) que na mitologia africana é o mensageiro dos Deuses, e assim como Hermes é protetor dos vigaristas, trapalhão e também (assim como Hermes) recebe suas oferendas nas encruzilhadas e entradas de cidades. Entretanto apesar de trapalhão por vezes, é muito bem conceituado entre os Deuses africanos atuando como o mensageiro divino, além de agente cármico. Achei o paralelo maravilhoso e vamos lá continuar navegando nas imagens e na riqueza da mitologia das antigas civilizações.

    ResponderEliminar
  15. Rute
    Gostei muito do seu post e de sua divulgação.
    Aqui também temos a coleta reciclável, mas ainda não está incutida na alma dos brasileiros por completo.
    Acho uma excelente iniciativa não somente contra a fome mas também como uma forma de preservar nossa casa a mãe Terra.
    Bjus luminosos.

    ResponderEliminar
  16. Querida só tenho a agradecer esse estudo que estamos tendo possibilidade de fazer e espero que muitos compartilhem conosco um pouco do saber. É muito gostoso podermos estudar e analisar tantas possibilidades a partir de uma carta. Beijokas de luz. Já estou preparando a segunda carta do Tarot Cigano!!!

    ResponderEliminar
  17. Rutinhaaa...
    eEstou amando. Não conheço o Tarot infantil, mas conheço a estória da Chapeuzinho sim, e as analogias estão sincronizadas não amiga? Sim será um ano que vamos aprender muito com a Graça dos Deuses! Obrigada amiga vamos lá colher informações. Bjus.

    ResponderEliminar
  18. Amiga,

    Espero que tenhas tido um Feliz Natal e um excelente Ano Novo e que este novo ano te traga tudo de bom. Nao conhecia esta campanha, mas adorei saber da sua existencia e ver que ainda existe quem quer ajudar. Espero que o BA consiga angariar muita comidinha.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  19. Não tem porque não participar!
    Fiquei imaginando a quantidade de papel que todos os dias vai para o lixo. Decerto uma iniciativa e tanto! Parabéns pela divulgação e participação!
    Bom fim de semana!
    Beijus,

    ResponderEliminar
  20. Boa tarde, Queria contactá-la por causa de Kéfir, mas não encontro o seu contacto... Queria saber se há dois tipos de Kéfir, um para água outro para leite?
    E queria saber se me poderia arranjar um bocadinho de Kéfir. Sou dos Açores, ou se saberia de alguém que tivesse e que me pudesse mandar.

    Muito obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Maria,
      infelizmente, de momento, não tenho grãos de kéfir. Dei uma pausa na produção há uns tempos e não fiquei sem grãos de stock. Procure no google, creio que existe uma Associação de doadores de kefir.

      Nas experiências que fiz com água e sumos, utlizei o mesmo tipo de kéfir, do que utilizei nos leites. A única advertência é que, quando retirar uns grãos para o sumo ou água, não os poderá voltar a juntar aos do leite novamente. Deve mantê-los separados e utilizá-los apenas no meio liquido pré-determinado.

      Abraço.
      Rute

      Eliminar
    2. Muito obrigada!
      Já arranjei quem me dê. :) Se eu não quiser que o kéfir se "reproduza" como posso fazer? Pensava que era "guardá-lo" em água. mas pelos vistos não... em relação a receitas têm algum site com muitas receitas? Tipo pão com kéfir, bolos com kéfir, panquecas e mesmo comida.

      Muito obrigada!

      Eliminar
    3. Maria,
      aqui no blog tem uma etiqueta com várias experiências com kefir.
      Deixo o link directo, para não ter de andar à procura:
      Label KEFIR

      Essa etiqueta possui 50 artigos. Quando chega ao final da primeira página, clicka em Mensagens antigas e aparece-lhe outra página, e assim sucessivamente até ao fim das 50 experiências.

      Aproveito para informar que os grãos de kéfir também são comestiveis. Pelo que se tiver muita quantidade, para não deitar fora, pode triturar juntamente com o iogurte e anexar a qualquer receita.

      Se quiser parar a produção de kéfir durante uns tempos, lave uma boa quantidade de grãos, enxugue, deixe-os secar um pouco e guarde-os em leite em pó. Ou então, congele-os juntamente com 1 copo de leite. No entanto, convém descongelá-los no máximo, ao fim de 3 meses. E não esqueça que o processo de reanimar, demora umas semanas. Ou seja, os primeiros iogurtes depois do descongelamento, serão mais liquidos do que o habitual, pois os grãos ainda estarão a acordar da hibernação.

      Abraços.
      Rute

      Eliminar