07 julho 2012

AMOR INTEGRAL NA TEIA AMBIENTAL

"Quem me comeu a carne que agora coma os ossos"! Nem sempre acontece assim. Ama-se pela metade, ama-se enquanto encanta os olhos. E o que fazer com o desencanto do fruto amadurecido? O que fazer quando não há esperança de rejuvenescer? Refrigerar, operar, questionar ou trocar uma de 40 por duas de 20?
Vem participar dia 15 JUL na última fase do Amor despedaçado. Desta vez, vamos juntar as peças do puzzle, colar as fases anteriores e mostrar o painel total. O verdadeiro amor integral, aquele que se sobrepõe à dualidade, à bipolaridade.
E hoje?
Hoje vamos olhar para a natureza com os mesmos olhos unificadores. Perceber como ela é perfeita, como nada é descartável. Antes pelo contrário, tudo é necessário. Não há acasos, há entrelaçamentos sincronizados. A teia da vida mostra-nos o quão engenhosa é. O aparente caos, é ordem. Um ciclo que se fecha. Outro que recomeça. A peça prisoneira que se solta para logo de seguida se prender de novo nos braços de outro entrelaçamento.
O fruto que antes floresceu no encanto da primavera, é arrancado da árvore genealógica e em cestaria rústica vai à mesa do rei. Fruto vermelho de paixão que em cada mordidela deixa os lábios rubros, o hálito perfumado, o sangue vibrante de anti-oxidantes nas artérias.
Os despojos de guerra e paz separam a carne dos caroços. Quem tem filhos, tem cadilhos e aos caroços se juntam os fios. É preciso muito amor para em cada banquete de cerejas, colocar os caroços em água para lavar. Há quem diga que depois de lavado e enxuto, fica como novo. Portanto, é só colocar a secar. E o mesmo se pode fazer com o pé da cereja. Higienizar e desidratar ao sol.
Se tiver um coelhinho é dos melhores petiscos que lhe pode oferecer, os pés ainda verdinhos e com aroma latejante a cereja. Mas pelos caroços ele não se encanta. Esses, junte em quantidade suficiente para encher uma almofada de pano. Se precisar de gelo para um inchaço ou edema, coloque a almofada para gelar; Se precisar de quente para dores musculares, aqueça a almofada no aquecedor ou micro-ondas. Os pés de cereja desidratados dão para fazer chá que auxilia nas infecções urinárias. Tem propriedades drenantes para quem sofre de retenção de liquidos.
Já reparou na quantidade de soluções para evitar o desperdiço? Este ano em Portugal está sendo um ano farto de cereja, a bom preço. Concerteza em 2012 a cereja será rainha na sua mesa. Então porque não começar já a pensar nas prendas de Natal? Uma almofadinha de caroços para a avó, um saquinho de chá para a mãe, uma compota de cereja para o pai, um licor de ginja para o avô... E se estiver desempregado porque não seguir as pegadas do José Miguel Amorim? Um homem criativo que trocou as voltas à vida e iluminou os dias da prisão de Tires com...cerejas (veja o video).

Quem mais quer iluminar? 

17 comentários:

  1. Sempre bom te ler!!Lindas cerejas e doce!! E estarei aqui sim no dia 15, já deixei programada, no
    http://chicabrincadepoesia.blogspot.com.br/

    estarei em férias! beijos,chica

    ResponderEliminar
  2. Bom dia Rutinha minha querida, como sempre maravilhosa a tua participaçao, e essas cerejas??? que delica!!!

    Eu hoje tb participei, ja postei o meu contributo, é pouco, mas espero que gostem!!!!

    Beijocas

    ResponderEliminar
  3. Olá Ruth, que cor linda do seu blog, adorei sua casa modificada. Estou participando da Blogagem Coletiva. Passe por lá. Estou em férias e com isso, vou visitar um por um. IuuuPPPiiii!

    Abraços,

    ResponderEliminar
  4. Oi Rute,
    viemos nesta teia de mãos dadas com a re-integração_ árvore-fruto-elementos-aproveitamentos-funções.Um ciclo completo de sabor e conforto trazido por estas dádivas da natureza.
    Gostei de saber destas múltiplas utilidades da cereja em todas as suas fases.Achei poética tua narração.Até o Tao se delicia com tua criatividade.
    Dá pra sentir o aroma das frutas daqui!
    E lá vamos para o dia 15 religar o ciclo dos pedaços de Amor.
    Bjos querida,
    Calu

    ResponderEliminar
  5. Ai que as cerejas são a minha perdição!!! O meu fruto favorito, o favorito dos favoritos!!!... Também tenho cá em casa um saquinho desses que se congela ou aquece no micro-ondas e démos um à minha sogra e outro à minha mãe...

    Acabei de postar (só agora!!!) aqui para a teia:

    http://escolabela.wordpress.com/2012/07/07/manipulacao-e-poluicao-na-teia-ambiental/

    Beijinhos e bom fim de semana!
    Isabel

    ResponderEliminar
  6. Rute, voltei a participar da Teia Ambiental através do meu novo blog: Eco-nciência. Resolvi deixar o blog Conheça o Espiritismo apenas para textos da doutrina. Minha participação deste mês já está postada. Muita paz!

    ResponderEliminar
  7. Olá, estarei postando no dia 15 de julho, ok? UM abraço!

    ResponderEliminar
  8. Olá! Como eu adoro cerejas!E pensar que um fruto tão delicioso está a ajudar tanta gente ainda me faz gostar mais delas!Adorei, como sempre a tua participação, é um ler sem fim, é como comer cerejas, não dá para parar!Postei, tarde e a más horas, mas postei!Ufa!Passei o dia inteiro ocupada, mas com a Teia na cabeça!
    Beijocas

    ResponderEliminar
  9. Querida Rute:

    Como já deve saber, estou às voltas com a sede do Caminho do Artesanato, nossa casinha encantada e colorida onde tenho estado quase todos os dias a trabalhar, nesse início de nova loja.

    Mal tenho tempo para passear pelos blogs amigos, responder comentários e mesmo colocar postagens ! Mas estou adorando esse novo lugar, uma casa de 100m2, que eu e as amigas estamos administrando com muito gosto.

    Desse modo, improvisei uma postagem para a Teia Ambiental, mostrando o Mercado Municipal, onde estamos instaladas.

    Quanto às cerejas - fruta que minha família toda adorava e vivia suspirando de saudade das cerejas das suas aldeias ! - também gosto, mas para nós aqui é fruta cara, somente comprada no Natal. E olhe lá!!!
    Gostei muito do vídeo, que mostra que tudo é possível quando a criatividade está presente ! Nunca tinha ouvido falar desses saquinhos de caroços de cerejas. Que trabalho excelente !

    Beijo

    ResponderEliminar
  10. Rute querida, bela participação, deslumbrante. As cerejas estão lindas e com certeza dia 15 estarei aqui. Bjos amiga excelente final de semana

    ResponderEliminar
  11. Olá amigas,
    grata pela visita e comentário. Já atualizei a lista de participações mas só visito amanhã, ok. Pois cheguei agora de viagem e estou super cansada.
    Beijinhos.
    Rute

    ResponderEliminar
  12. Eu AMO cerejas!!! Pena que aqui no Brasil não as temos com tanta fartura e nem com preços baixos ...

    Bom conhecer algumas de suas propriedades e de seu caroço tb!

    Essa compota parece ótima!!!

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  13. Minha filha ama cerejas. São frutas representativas tb aqui em casa. Eu ja fico com a geleia. Achei todos os questionamentos , inclusive os da blogagem coletiva, super relevantes. Sobre o trabalho. É aquela coisa do beija flor mesmo, cada um fazendo a sua parte. E a sua voce faz muito bem feita Rute.
    BEIJOS E BOA SEMANA!
    Cam

    ResponderEliminar
  14. Acabei de escrever um comentario aqui sem serviço" e esta escrito bem na minha frente que foi pblicado. Ué?!!!!!!!! Heheheheh.
    Vou ver se eu fechar e abrir o blog se ficou publicado mesmo. Bjos

    ResponderEliminar
  15. Que trabalho maravilhoso do "Ricoxete"! Uma boa ideia que pessoalmente lhe ajudou e que socialmente é algo que não tem preço, pois dá oportunidade para os enclausurados de se ocuparem com algo e ainda ganhar dinheiro.
    Aqui no Brasil está sendo testado em um presídio no Vale do Paraíba, região do Estado de São Paulo, bicicletas que fazem gerar energia. Os detentos são pagos pelos minutos que pedalam. Aliado a isso, mandam para longe o sedentarismo e a energia abastece todo o presídio.
    Eu quero uma almofadinha dessa!! :)
    Pra variar estou atrasadinha... rs.
    Boa semana!! Beijus,

    ResponderEliminar
  16. Verdadeiramente espantoso o trabalho do José Miguel Amorim!!!

    Mais um exemplo de como se pode ser sustentável e extremamente criativo, ao mesmo tempo!

    Muitos beijos
    Jorge

    ResponderEliminar
  17. Amiga adoro cerejas, e este ano tive o privilegio de ir apanhá-las ao Fundão.Trouxe algumas caixas, acabei por congelar algumas.Passa lá no blog para veres o que fiz com elas. :)

    Bjs

    ResponderEliminar