22 agosto 2013

IDIOTA É TER MUITAS IDÉIAS, CERTO? ALTA CRIAVIDADE!

Link: PT; ENG
Competição escolar ou cooperação escolar? Estudar para aprender ou para extinguir os mais fracos?

Concurrence académique ou coopération académique? Étudier pour apprendre ou pour éteindre les plus fragile?

School competition or school cooperation? Study to learn or to extinguish the weakest?

Sobreviver na sociedade e progredir na vida requer aprender a rivalizar? Ou juntos podemos transpor mais limitações? Olhar as probabilidades como infinitas.

Survivre dans la sociétè et progress dans la vie faut apprendre à rivaliser? Ou emsemble nous pouvons surmonter la plupart des limitations? Regarder les probabilités comme infini.

Survive in society and progress in life requires learn to rival? Or together we can overcome most limitations? Look the odds like endless.

A vida não é uma corrida. A vida é um passeio agradável. Desfrute e contemple o seu significado.

La vie n´est pas un course. La vie est une agréable voyage. Bénèficie et contemple son sens.

Life is not a race. Life is a nice ride. Enjoy and contemplate its meaning.

8 comentários:

  1. As estatísticas mostram que a Índia é um dos países com o maior índice de suicídios entre os universitários por causa desse ranqueamento.
    Para complementar, você poderia assistir "Taare Zameen Par - Every Child is Special" (Como Estrelas na Terra - Toda Criança é Especial). Achei um post muito bom falando sobre ele - http://cinemaindiano.blogspot.com.br/2008/06/como-estrelas-na-terra.html
    Boa semana!!
    Beijus,

    ResponderEliminar
  2. Oi Luma,
    estive de férias uns dias, daí a demora em lhe responder.
    Muito bom esse filme que você recomendou. Muito obrigado, desconhecia mas agora já assisti. Sem dúvida que complementa!
    Beijinhos.
    Rute

    ResponderEliminar
  3. :)
    Outro que também já correu os grupos de ensino doméstico dos quais participo...
    E não só, recomendado pelo Robiyn, também ;)

    Luma, obrigada pela sugestão, esse não tinha visto ainda, mesmo bom e fez-me lembrar um livro que li recentemente ("SPARKS", embora o título da edição portuguesa seja "Salvo pelas Estrelas") em como uma mãe conta como seguiu seu instinto em educar ela própria seu filho que foi dignosticado com autismo, retirando-o dos pro-formas que estavam seguindo em "educação especial" que cada vez o faziam recuar mais, entrando numa concha, no lugar de se ver melhorias e como hoje ele, com 12 anos, é um rapaz que desenvolve todas as suas inatas capacidades, feliz, etc., etc. Muito bom, também!

    ResponderEliminar
  4. Ela no livro diz também que todas as crianças são especiais e que se aplica a todas o tentarmos descobrir a centelha que cada um tem/traz e apoiar essas suas paixões.

    ResponderEliminar
  5. Olá Isabelinha,
    e não é que tinha intenção de dar-te a conhecer o filme sugerido pela Luma, enviando um mail para passares aqui no blog e bastou-me comunicar contigo em pensamento!? O livro que mencionas já tínhamos conversado naquele almoço. É fantástico compartilharmos experiências.
    Beijinhos.
    Rute

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já estás por cá, Rutinha? Eu já tinha aparecido por cá, e ontem voltei e deixei o comentário (depois de ver o filme sugerido pela Luma)...
      Beijinhos mil!
      Isabel

      Eliminar
  6. Obrigada pela partilha, Rute!
    Estou voltando devagarinho ao meu blog e aos blogs amigos.
    Adorei voltar ao seu recanto que é tão inspirador...
    Grande abraço.
    Em divina amizade.
    Sonia Guzzi

    ResponderEliminar
  7. Excelente filme, cheio de lições de vida. Talvez o melhor filme Indiano que vi até ao presente momento.
    Recomendado.

    ResponderEliminar